Notícia

Lady Bird Johnson

Lady Bird Johnson

Claudia “Lady Bird” Johnson (1912-2007) foi uma primeira-dama americana (1963-69) e esposa de Lyndon Johnson, o 36º presidente dos Estados Unidos. Uma forte crente nos talentos políticos de seu marido, Lady Bird usou sua própria herança para financiar suas primeiras campanhas e superou sua aversão a falar em público para se tornar uma de suas substitutas de maior sucesso na campanha eleitoral. Johnson fez muito para criar o papel da primeira-dama moderna: ela contratou seu próprio chefe de gabinete, secretário de imprensa e funcionários da ala leste; ela defendeu as políticas de seu marido, incluindo o programa de educação infantil “Head Start”; e ela fez lobby ativamente no Congresso por uma legislação que promovesse sua causa favorita, o "embelezamento" das cidades e rodovias da América.

Quando criança, uma enfermeira da família declarou que ela era “bonita como uma joaninha”. O apelido pegou. Ela se formou na Universidade do Texas em Austin com um diploma de bacharel em arte e continuou lá estudando jornalismo, com o plano de se tornar uma repórter de jornal. No verão de 1934, ela conheceu Lyndon Baines Johnson, que era um assessor do Congresso. Eles se casaram em novembro de 1934, apenas sete semanas após o primeiro encontro. Ela pegou emprestado de sua herança para ajudar a financiar sua primeira campanha eleitoral.

Como primeira-dama, ela apoiou a “guerra contra a pobreza”, o Programa Headstart, e trabalhou para o “embelezamento” de Washington, DC. Após a presidência, Lady Bird Johnson escreveu o Diário da Casa Branca de 800 páginas que detalhava a vida de seu marido, incluindo as consequências do assassinato de Kennedy. Ela também se manteve ativa em projetos de embelezamento. Na década de 1960, ela plantou bulbos e árvores ao longo das estradas para chamar a atenção para a crescente crise de perda de habitat e espécies.

Lady Bird Johnson criou o Comitê da primeira-dama por uma capital mais bonita e seu trabalho se tornou a primeira grande campanha legislativa lançada por uma primeira-dama, o Highway Beautification Act de 1965. Seu amor por flores silvestres nativas a inspirou a criar o National Wildflower Research Center em 1982 perto de Austin, Texas. Foi renomeado em sua homenagem em 1998.

Lady Bird Johnson também se manteve aberta sobre as questões dos direitos das mulheres, chamando a emenda de direitos iguais de "a coisa certa a fazer". Ela foi homenageada com o maior prêmio civil do país: a Medalha da Liberdade em 1977, e recebeu a Medalha de Ouro do Congresso em 1988. A viúva do ex-presidente Lyndon Baines Johnson sofreu um derrame em 2002 que a deixou com dificuldade para falar. Ela morreu em 11 de julho de 2007 com 94 anos.

Biografia cortesia de BIO.com


Acesse centenas de horas de vídeo histórico, sem comerciais, com o HISTORY Vault. Comece seu teste gratuito hoje.


Lady Bird Johnson - HISTÓRIA

Lady Bird Johnson nasceu Claudia Alta Taylor em Karnack, Harrison County, Texas em 1912. Seu pai era Thomas Jefferson Taylor II, que era dono de um armazém e usou os lucros para adquirir terras agrícolas que usava para plantar algodão. Ao mesmo tempo, ele possuía 12.000 acres de terra dedicados ao cultivo de algodão. A mãe de Claudia era a ex-Minnie Pattillo. Thomas e Minnie se casaram em 1900 e ambos vieram do Alabama para o Texas. Claudia era a mais nova de três filhos e a única filha de Minnie e Thomas. A lenda da família é que um zelador lhe deu o apelido de Lady Bird, dizendo que ela era bonita como um pássaro.

Lady Bird foi para a escola em Karnack e Jefferson, Texas e também frequentou a escola por um curto período de tempo no Alabama. Ela se formou cedo na Marshall (Texas) High School e freqüentou o St. Mary & # 8217s College, que não existe mais, mas anteriormente era uma faculdade para meninas administrada por um ramo da Igreja Episcopal. A escola fechou por volta de 1930, na época em que Lady Bird se matriculou na Universidade do Texas em Austin. Lá, ela obteve um diploma de bacharel em história em 1933 e um diploma de bacharelado em jornalismo, graduando-se cum laude, em 1934. Foi em Austin que ela conheceu seu futuro marido, Lyndon Baines Johson, logo após se formar na faculdade.

O casal namorou brevemente e se casou vários meses depois, em novembro de 1934, na Igreja Episcopal de St. Mark & ​​# 8217s em San Antonio, Texas. Depois de uma curta lua de mel no México, eles estabeleceram sua casa em Washington, DC. Na época, Johnson servia como assessor do deputado norte-americano Richard Kleberg. Embora sua vida depois disso tenha sido definida pela carreira de seu marido Lyndon Johnson, ela permaneceu uma pessoa cativante e atraente. Johnson concorreu a uma vaga no Congresso dos EUA em 1937. Ele serviu na Marinha dos EUA durante a Segunda Guerra Mundial. Ele não renunciou ao cargo, e Lady Bird o administrou com eficácia enquanto ele servia. Também durante a Segunda Guerra Mundial, Lady Bird adquiriu a estação de rádio KTBC em Austin, que se tornou a primeira empresa familiar de sucesso para os Johnsons. Dizia-se que Lady Bird tinha um forte sentido para os negócios e desenvolveu e diversificou as participações, gerando receitas financeiras para a família.

Após a guerra, Johnson foi eleito para o Senado dos Estados Unidos. Johnson serviu seis mandatos no Congresso de 1937 a 1949 e passou a servir no Senado até 1961. Enquanto vivia em Washington, a mais velha de suas duas filhas (Lynda) nasceu em 1944 e a mais nova (Lucy) nasceu em 1947. Democrata ao longo da vida, ele fez campanha para presidente em 1960, perdendo para John Kennedy, após o que foi escolhido como vice-presidente de Kennedy. Johnson pode ter tido escrúpulos em aceitar o papel de vice-presidente, mas a chapa Kennedy-Johnson se tornou mais popular no sul com a presença de Johnson & # 8217s. Lady Bird era uma ativista incansável. Johnson ascendeu à presidência em 1963, após o assassinato do presidente Kennedy no Texas. O presidente, governador John Connally e suas esposas estavam no carro juntos e os Johnsons estavam atrás deles em outro carro da carreata. Lady Bird foi empurrada para o papel de primeira-dama.

Lady Bird esteve envolvida nas questões que foram proeminentes na próxima eleição presidencial, incluindo os direitos civis. Johnson pressionou pela aprovação do projeto de lei que ficou conhecido como Lei dos Direitos Civis de 1964. Naquele ano, Johnson ganhou a indicação na Convenção Nacional Democrata e depois derrotou o senador Barry Goldwater com folga nas eleições nacionais.

Como primeira-dama, ela estava envolvida em questões de administração e tinha um interesse especial em questões que eram importantes para ela, como educação e liderança das mulheres, a guerra contra a pobreza, questões ambientais, embelezamento da terra, conservação, educação de crianças desprivilegiadas e assim por diante. Ela também recebeu e lidou com críticas pelo envolvimento do governo & # 8217s na Guerra do Vietnã. Os dois genros de Johnson serviram no Vietnã.

A saúde de Johnson também era uma grande preocupação, tendo sobrevivido a um ataque cardíaco anterior em 1955. Os anos de sua presidência pareceram afetá-lo e Lady Bird o encorajou a não concorrer a um segundo mandato. Johnson concordou e fez um discurso, agora conhecido na televisão nacional, anunciando sua decisão.

(Crédito da imagem: New York Times)

Depois que o casal se aposentou, eles voltaram para a propriedade da família nos arredores de Stonewall, Texas. Lady Bird continuou a falar e agir sobre questões que eram importantes para ela. O casal trabalhou no planejamento da biblioteca presidencial no campus da Universidade do Texas em Austin. Lady Bird também foi regente da Universidade do Texas de 1971 a 1977.

Johnson sofreu o que foi denominado um ataque cardíaco fulminante no verão de 1972 e morreu no início de 1973. O casal havia cedido seu rancho ao Serviço Nacional de Parques no final de 1972, mas manteve o direito de morar lá. Após a morte de Johnson & # 8217, ela se tornou sua residência. Lady Bird continuou ativa em questões como direitos das mulheres, ambientalismo e coisas do gênero. Ela recebeu vários prêmios por seu trabalho e realizações nessas áreas.

Lady Bird sofreu um derrame em 1993 e perdeu grande parte da visão devido à degeneração macular. Ela sofreu outro derrame em 1999, enquanto sua saúde continuava a piorar. Lady Bird morreu em 2007 e foi enterrada no Cemitério da Família Johnson, no Rancho LJB, no Texas. Aos 94 anos, ela se tornou a primeira-dama com vida mais longa, embora a primeira-dama com vida mais longa na história ainda seja Bess Truman (97), no momento em que este livro foi escrito.

Lady Bird recebeu vários prêmios, incluindo a Medalha da Liberdade em 1977. Ela foi introduzida no Hall da Fama das Mulheres do Texas & # 8217s em 1984 e recebeu a Medalha de Ouro do Congresso em 1988. O Lady Bird Johnson Wildflower Center foi fundado por Lady Bird e ela amiga e amante das flores silvestres Helen Hayes em 1982. Localizada nos arredores de Austin, sua missão é usar & # 8220 plantas nativas para restaurar e criar belas paisagens sustentáveis. & # 8221 O complexo abrange 284 acres de terra e é conhecido como o Botânico Jardim do Texas desde 2017.


Lady Bird Johnson e os direitos civis

Muitas das primeiras-damas da América & # 8217 ocuparam o segundo plano enquanto seus maridos se deleitavam com o brilho dos holofotes nacionais. Este não foi o caso de Lady Bird Johnson.

Claudia & # 8220Lady Bird & # 8221 Johnson era uma mulher tímida que não desejava se tornar a primeira-dama dos Estados Unidos. No entanto, ela seria forçada a esse papel em 22 de novembro de 1963. Durante seu marido, Lyndon Baines Johnson & # 8217s, anos difíceis no cargo (1963-69), a inteligência de Lady Bird & # 8217s e as convicções morais a levariam a se tornar uma cruzada pelos direitos civis & # 8211 uma das principais questões na América dos anos 1960.

22 de novembro de 1963: o dia que abalou uma nação

Na sexta-feira, 22 de novembro de 1963, o presidente John F. Kennedy foi assassinado enquanto dirigia uma carreata em Dallas, Texas. Seu vice-presidente, o ex-senador do Texas Lyndon B. Johnson, foi empossado como presidente 24 horas após a morte de Kennedy. A esposa de Johnson & # 8217s, Claudia & # 8220Lady Bird & # 8221 Johnson, ficou horrorizada com a ideia de ser lançada aos olhos do público. Ela acreditava que só teria que ser a primeira-dama por um ano. Mal sabia Lady Bird que seu ambicioso marido, assim como a história, tinham outros planos. Lyndon Johnson tornou-se o candidato presidencial do Partido Democrata & # 8217s em 1964 e venceu as eleições gerais daquele ano com uma vitória esmagadora.

1964: Um ano de grandes mudanças

Durante a campanha presidencial de 1964, uma questão dominou o cenário americano: os direitos civis. Lyndon apoiou a aprovação de um projeto de lei de direitos civis por razões constitucionais. A Sra. Johnson, por sua vez, instou seu marido a apoiar essa legislação em bases morais. Nascida e criada no sul, Lady Bird começou a falar publicamente sobre a necessidade social e moral de apoio público para a Lei dos Direitos Civis de 1964. Ela enfrentou audiências difíceis, muitas vezes hostis, mas Lady Bird não se intimidou. Ela embarcou em uma excursão por oito estados do sul a bordo de um trem vermelho, branco e azul chamado & # 8220The Lady Bird Special. & # 8221 Ela falou com os governadores desses estados & # 8211 exceto para Alabama & # 8217s abertamente racista George Wallace & # 8211 e chamou membros de delegações congressionais do sul. Impressionados com a tenacidade e graciosidade de Lady Bird & # 8217, muitos desses indivíduos foram receptivos a ela e se tornaram defensores tanto de Lyndon quanto da legislação de direitos civis.

& # 8220Landslide Lyndon & # 8221

Embora Lady Bird tivesse convencido os membros do Congresso a apoiar seu marido e seus ideais de campanha, ela agora enfrentava o desafio de convencer o público americano de que ele era o homem certo para o trabalho e que apoiar os direitos civis era a coisa a fazer. Os esforços de Lady Bird acabaram sendo recompensados. O público ouviu, a lei foi aprovada e Lyndon se tornou o trigésimo sexto presidente dos Estados Unidos em novembro de 1964, derrotando o senador republicano ultraconservador do Arizona, Barry Goldwater, que se opôs à Lei dos Direitos Civis.

A aprovação desse projeto de lei não apenas mudou o país, mas também mudou as plataformas de seus dois principais partidos políticos. A eleição de Johnson & # 8217s acabou com o tradicional & # 8220Solid South & # 8221 domínio dos democratas conservadores e levou o Partido Democrata a se tornar o partido dos ideais progressistas. Nada disso teria sido possível se Lady Bird não tivesse sido corajosa e franca sobre uma das questões mais importantes da história do país.


Lady Bird Johnson & # 039s Floral Legacy

Primeira-dama Claudia Johnson fora da Casa Branca, 1967.

Biblioteca e Museu Presidencial Lyndon B. Johnson / NARA

Poucas primeiras-damas foram tão antenadas com a beleza natural dentro e fora da Casa Branca quanto a primeira-dama Claudia Johnson, ou "Lady Bird". Famosa por seu trabalho ambiental, ela trouxe um sentido floral para tudo que fazia, desde uma legislação abrangente até pequenos toques de hospitalidade.

O estilo de entretenimento da Sra. Johnson na Casa Branca costumava incluir uma homenagem ao mundo natural. Por exemplo, em junho de 1964, os Johnsons foram o primeiro casal presidencial a realizar um Jantar de Estado no Rose Garden. Nas festas na Casa Branca, ela era famosa por seus Sundaes em Vaso de Flores, nos quais colocava sorvete em camadas, pão-de-ló e merengue em um vaso de terracota com uma haste de rosa ou tulipa “plantada” no meio. Ela escolheu um padrão de porcelana para a Casa Branca que era patriótico e botânico: as primeiras-damas por cinquenta anos antes dela escolheram pratos com bordas simples e uma águia americana no meio, onde ela enrolou a águia em flores silvestres. 1

A porcelana da Casa Branca de Johnson apresenta uma flor de estado diferente em cada prato de sobremesa. Aqui é mostrado o boné azul do Texas.

Associação Histórica da Casa Branca

Embora ela sempre tenha apreciado a beleza natural na vida diária, foi no primeiro ano da presidência de seu marido que a Sra. Johnson percebeu que sua voz poderia ajudar a preservar a natureza em grande escala. Ela traçou a inspiração para seu envolvimento no embelezamento no discurso do presidente Lyndon B. Johnson sobre o Estado da União de janeiro de 1965, onde ele disse: “Devemos fazer um grande esforço para salvar o campo e estabelecer - como um legado verde para amanhã - mais parques grandes e pequenos, mais praias e espaços abertos do que foram criados durante qualquer outro período de nossa história nacional. ” Essa visão começou a tomar forma concreta em um dos almoços mensais do Women Doer's da Sra. Johnson, onde ela ouviu a ativista Mary Lasker propor um programa de embelezamento para as cidades do país: plantações em grande escala, luzes, sistemas hidráulicos e "montes de flores onde as massas passar." 2

Sra. Johnson plantando amores-perfeitos com membros do Comitê de Embelezamento.

Biblioteca e Museu Presidencial Lyndon B. Johnson / NARA

Lasker queria fazer do embelezamento um esforço nacional, mas a Sra. Johnson queria começar plantando flores na cidade em que morava, Washington, D.C., e assim encorajar outros americanos a se envolverem também na conservação. Ela lembrou mais tarde que o esforço de embelezamento começou “com a esperança de que teria um efeito cascata em toda a terra. Todo mundo que fez isso ama sua cidade natal. Você acabou de dizer cidade natal e você recebe um sorriso, pelo menos de um monte de americanos. ” O Comitê da Primeira Dama para uma Capital Mais Bela se reuniu pela primeira vez na Sala Vermelha da Casa Branca em 11 de fevereiro de 1965. 3

A primeira-dama Bird Johnson com membros do Comitê de Embelezamento, o Secretário do Interior Stewart Udall e Laurance Rockefeller, em um almoço de embelezamento no State Dining Room, em 27 de abril de 1967.

Biblioteca e Museu Presidencial Lyndon B. Johnson / NARA

O Comitê de Embelezamento reunia-se mensalmente. Ela começou a ser plantada na Avenida Pensilvânia, depois se expandiu para fora, estabelecendo leitos de azaléias e narcisos às margens do Rio Potomac e nos canteiros centrais e triângulos da capital. A primeira-dama Bird Johnson deixava a Casa Branca no início da manhã em um microônibus, com destino a plantações por toda Washington, D.C. Ao longo de quatro anos, o comitê plantou chocantes dois milhões de bulbos de narciso, supostamente a maior plantação da história. O presidente riu sobre a constante ocupação com plantas na Mansão Executiva: "Sempre que tento tirar uma soneca, há Lady Bird na sala ao lado com Laurance Rockefeller e oitenta senhoras falando sobre os narcisos na Pennsylvania Avenue." 4

Assinando a Lei de Embelezamento de Rodovias na Sala Leste, 22 de outubro de 1965.

Biblioteca e Museu Presidencial Lyndon B. Johnson / NARA

Nem todas as plantações da primeira-dama Johnson duram até os dias atuais, mas o espírito por trás delas sim. Talvez o esforço de conservação de maior alcance da Sra. Johnson tenha sido patrocinar a Lei de Embelezamento de Rodovias de 1965. "Lady Bird's Bill" estabeleceu padrões de qualidade do ar, previu a construção de mirantes panorâmicos e paradas de descanso, e estabeleceu limites para outdoors feios, ferros-velhos e lixo ao longo das rodovias públicas. Limitar a poluição do ar e limitar a poluição visual eram ideias fortemente relacionadas a ela, já que ambas contribuem para a saúde pública. “Nossa paz de espírito, nossas emoções, nosso espírito - até mesmo nossas almas - são condicionados pelo que nossos olhos veem”, disse ela aos participantes de um almoço de embelezamento em 1965. 5

Quando os Johnsons deixaram a Casa Branca em 1969, a primeira-dama deixou uma lembrança viva: o Jardim das Crianças no Gramado Sul. O jardim serve de playground para as famílias presidenciais. Há arbustos de azevinho, uma macieira Winesap e açafrões sob as lajes. No centro, ela colocou um tanque de peixes dourados com nenúfares azuis. Ela queria deixar o jardim como um “presente de despedida” para a Casa Branca. Como John Keats disse em sua obra poética favorita: “Uma coisa bela é uma alegria para sempre”. 6


Primeira Dama dos EUA

Em 22 de novembro de 1963, o presidente John F. Kennedy foi assassinado em Dallas, Texas, enquanto viajava em uma carreata. O vice-presidente Johnson estava apenas dois carros atrás de Kennedy quando os tiros começaram. Poucas horas depois, Johnson foi empossado como o 36º presidente a bordo do Força Aérea Um em seu retorno a Washington, D.C. Posteriormente, Claudia se tornou a primeira-dama dos Estados Unidos. Ela serviria como primeira-dama de 1963 a 1969 em 1964, Johnson ganharia a eleição para a presidência contra o senador republicano conservador Barry Goldwater, do Arizona. (Com o sentimento público em grande parte pelos democratas e pelo conservadorismo ferrenho de Goldwater, Johnson venceu por uma vitória esmagadora com 61 por cento do voto popular & # x2014 a maior margem de vitória na história das eleições nos EUA.)

Como primeira-dama, Claudia, mais conhecida nesta época como & quotLady Bird Johnson, & quot apoiou a & quotguerra contra a pobreza & quot e o Programa Headstart, e trabalhou para melhorar o embelezamento de Washington, DC Na década de 1960, Lady Bird plantou lâmpadas e árvores ao longo das estradas para chamar a atenção para a crise crescente de perda de habitat e espécies. Ela criou o Comitê da primeira-dama para uma capital mais bonita, e seu trabalho se tornou a primeira grande campanha legislativa lançada por uma primeira-dama: a Lei de Embelezamento de Rodovias de 1965.

Em junho de 1968, Lady Bird viajou para Portland, Oregon, junto com o então secretário de Agricultura Orville Freeman, para fazer uma palestra sobre um novo tipo de conservação antes de uma convenção do American Institute of Architects. Lá, ela falou sobre uma conservação que se preocupa com toda a comunidade para resolver os problemas da crescente urbanização. "As respostas não podem ser encontradas na reforma fragmentada", afirmou Lady Bird. & quotO trabalho realmente requer uma inter-relação cuidadosa de todo o ambiente. Não apenas em prédios, mas em parques, não apenas parques, mas rodovias, não apenas rodovias, mas em espaços abertos e cinturões verdes. Um embelezamento em minha mente é muito mais do que uma questão de cosméticos. Para mim, descreve todo o esforço para harmonizar o mundo natural e o mundo feito pelo homem. Para trazer ordem, utilidade, deleite a todo o nosso ambiente. E isso, claro, só começa com árvores, flores e paisagismo. & Quot


Eleanor Roosevelt foi uma estrela comercial

Eleanor Roosevelt é famosa por muitas coisas e por ser uma das maiores primeiras damas. Mas na época ela era controversa, não apenas por suas ações ou pontos de vista políticos, mas porque basicamente se tornou uma supermodelo.

Nós sabemos o que você está pensando: Aquela Eleanor Roosevelt? Aquele com um rosto que só uma mãe poderia amar? Pode parecer loucura, mas de acordo com o Washington Post, os anunciantes estavam se atropelando para contratá-la como modelo para sua marca durante sua gestão.

Em um anúncio de viagem aérea, ela é retratada calmamente tricotando em um avião e diz que, apesar de viajar mais de 100.000 milhas, ela "nunca para de se maravilhar com o avião", o que a faz imaginá-la parada no gramado da Casa Branca, olhando para o céu com a boca escancarada enquanto os aviões voam no alto. Ela também lembra ao leitor que voar é tão incrível para as mulheres quanto para os homens, porque o feminismo inicial teve que travar algumas batalhas estranhas.

Ela anunciava de tudo, desde pãezinhos de cachorro-quente a colchões. O Congresso não ficou muito satisfeito quando percebeu o que a primeira-dama estava fazendo em seu tempo livre. Eles chegaram até a abrir um inquérito. Mas Eleanor a fechou quando revelou que quase todo o dinheiro que ganhava com sua carreira de arremessadora ia para a caridade. Isso tornou um pouco mais difícil ficar com raiva dela, e eles desistiram.


O que é um Lady Bird Deed? (com fotos)

Uma escritura de lady bird, também chamada de escritura aprimorada de propriedade de vida, é um tipo de documento legal americano que define os direitos do proprietário e dos herdeiros da propriedade. Nomeada em homenagem à esposa do presidente dos Estados Unidos Lyndon Johnson, a escritura dá ao proprietário direitos continuados de vender ou usar a propriedade até a morte e garante uma transferência tranquila aos herdeiros. Alguns consideram a escritura de uma joaninha uma boa alternativa a simplesmente ceder a propriedade a um herdeiro, pois evita o processo possivelmente demorado de inventário.

A história por trás do termo usado para uma escritura de propriedade de vida aprimorada é possivelmente apócrifa, mas mesmo assim este tipo de documento é freqüentemente referido como uma escritura de ave dama. De acordo com a lenda, o presidente Johnson usou habilmente esse método para garantir uma transferência rápida de propriedade para sua esposa, Claudia “Lady Bird” Johnson. Se isso realmente ocorreu ou não é uma questão de debate, no entanto, o apelido permaneceu com essa forma de transferência de propriedade.

A escritura de uma joaninha é única, pois permite que o proprietário original continue a ter direitos sobre a propriedade, incluindo o direito de venda, independentemente do consentimento. Esta cláusula significa que, embora a propriedade seja legada aos herdeiros, o proprietário não exige a sua autorização para vender o terreno se assim o desejar. Isso permite ao proprietário maior segurança e poder sobre sua propriedade, garantindo que os herdeiros não usurem a terra até que a recebam oficialmente após a morte do proprietário.

Além disso, a escritura protege o proprietário dos problemas financeiros do herdeiro. Ao reter o direito exclusivo de vender ou transferir a propriedade, o proprietário impede o herdeiro de usar a propriedade como garantia. Embora a escritura da joaninha garanta que a propriedade passará para o herdeiro com a morte do proprietário, até então, o herdeiro não tem interesse legal na propriedade.

Embora um dos benefícios mais elogiados da escritura de uma joaninha seja a capacidade de evitar o inventário ou o julgamento de propriedade pelos tribunais, alguns especialistas sugerem que esse nem sempre é o benefício mais importante. Embora o inventário possa ser um processo caro e demorado, no caso de pequenas propriedades com testamentos claramente delineados e sem disputas, o inventário pode ser consideravelmente mais simples. Os interessados ​​podem querer consultar um advogado do espólio para descobrir a melhor solução possível para uma situação individual.

Nem todas as áreas permitem o uso de escrituras de joaninhas, mas os principais estados que permitem esse documento incluem Flórida, Texas e Califórnia. Verifique as leis locais cuidadosamente para garantir que as escrituras das joaninhas sejam aplicáveis ​​à região, bem como se devem ou não ser preparadas por um advogado. Embora alguns estados, como a Flórida, não exijam a participação de um advogado, muitos especialistas sugerem procurar aconselhamento jurídico de qualquer maneira.


Lady Bird Johnson - HISTÓRIA

Relações Públicas e Eventos Especiais, 1962-1970

Muito antes de o Padre Island National Seashore abrir ao público em 1965, o superintendente Bill Bowen reconheceu a importância das relações públicas para o parque. A prolongada luta pelo endosso legislativo do parque polarizou o Norte e o Sul da Ilha do Padre. À medida que o desenvolvimento do parque começou em meados da década de 1960, o tratamento favorecido percebido para o Padre do Norte contribuiu ainda mais para a polarização. Muitos residentes e proprietários de South Padre, alguns antes contrários ao parque, agora se ressentem com a falta de atenção.

O superintendente Bowen deu o primeiro passo para melhorar as relações públicas no sul ao designar Art Partin como guarda do distrito, Distrito Sul, em Port Isabel em 25 de outubro de 1964. [1] Em um relatório posterior em 1965, o superintendente afirmou que o Serviço de Parques pode ter que repensar a programação de todas as construções na extremidade norte até 1968 simplesmente porque "fatos políticos frios e duros da vida podem indicar algum ajuste". [2] Em dezembro de 1965, Bowen parecia resignado a desenvolver o parque em South Padre na mesma proporção que em North Padre. [3] Pouco depois, a equipe do parque reverteu sua posição por causa dos problemas legais e desafios na propriedade ao sul do Canal Mansfield.

Os administradores da Ilha do Padre continuaram o desenvolvimento das instalações do parque no Padre do Norte, enquanto as batalhas legais ocorriam na Ilha do Padre do Sul. Em abril de 1965, a equipe do parque abriu as portas de seu novo edifício-sede em Flour Bluff. [4] Em 1969, vários anos depois, a equipe abriu o pavilhão e as instalações da Praia Malaquite. Os primeiros funcionários do National Seashore, no entanto, lembram de abril de 1968 como o evento mais significativo nos primeiros anos do parque.

Dedicação de Padre Island National Seashore, 8 de abril de 1968

Em fevereiro de 1968, Bill Newbold da Divisão de Interpretação do Serviço Nacional de Parques em Washington contatou o Superintendente Ernest Borgman solicitando que a primeira-dama, Lady Bird Johnson, visitasse a Ilha do Padre para a dedicação do parque. Borgman e a equipe atrasaram os planos de dedicação até que os primeiros edifícios fossem concluídos. As atividades de desenvolvimento, no entanto, estavam atrasadas e parecia improvável que a construção das instalações da Praia de Malaquite fosse concluída dentro de um ano. Além disso, Borgman sabia que seria difícil se encaixar na agenda de viagens da primeira-dama em outro momento. Depois de vários telefonemas, Borgman e Newbold concordaram em organizar uma dedicação formal do National Seashore com a presidência da primeira-dama durante a primeira semana de abril. A seleção da data de abril deixou apenas um mês para todos os preparativos. [5]

A equipe do parque planejou rapidamente a dedicação. Eles prepararam e enviaram mais de 3.500 convites. Os guardas florestais construíram uma tribuna de alto-falantes e cobriram-na por todos os lados com troncos coletados nas praias da Ilha do Padre. [6] O superintendente Borgman e os guardas-florestais colocaram a arquibancada na extremidade norte do National Seashore, perto do local do complexo proposto na Praia de Malaquite. Para adicionar o sabor local, os guardas florestais ergueram um mastro de bandeira perto do estande e adicionaram um pódio ou púlpito coberto com troncos. Mais tarde, os funcionários do parque se lembraram deste mês como um dos mais ocupados e estressantes. [7]

Na segunda-feira, 8 de abril de 1968, Lady Bird Johnson chegou à Naval Air Station para a segunda parada de sua turnê "Crossing the Trails of Texas". Apenas dois dias antes, a primeira-dama abriu o recinto da Hemisfair em San Antonio para a primeira feira mundial a ser realizada no Texas. Ela agora iria abrir o segundo parque nacional do Texas.

O dia começou com céu encoberto com neblina e chuva ameaçadora. No meio da manhã, no entanto, o nevoeiro se dissipou, deixando o equilíbrio do dia em amenos 21 graus. A carreata da primeira-dama dirigiu diretamente da Naval Air Station para o local da dedicação. Centenas de carros se alinhavam na estrada estreita enquanto os convidados desciam para o terreno do parque ainda incompleto. O superintendente Borgman, o secretário do Interior Stewart Udall, o diretor do National Park Service George Hartzog e o senador Ralph Yarborough lideraram a festa de inauguração. Sra. John Young, "substituindo" seu marido, o Representante John Young, que foi "chamado de volta" a Washington pelo Presidente Johnson, o Representante Eligio de la Garza, o Representante Abe Kazan e o Almirante e a Sra. McPherson do Naval Air Advanced Training, acompanhados a primeira-dama. O prefeito Jack Blackmon e sua esposa e Ed e a Sra. Harte completaram a lista de dignitários locais. O governador John Connally, presente poucos dias antes na inauguração do Hemisfair, não compareceu ou enviou um substituto. Embora não pudesse comparecer devido a problemas de saúde, o juiz Oscar Dancy do condado de Cameron seria mencionado mais tarde por vários membros da festa de inauguração. [8]

Lady Bird Johnson, a oradora principal, chegou ao local da dedicação pouco antes da cerimônia programada para as 11 horas. A Sra. Johnson cumprimentou o público e trouxe um ar de gentileza e cordialidade ao cenário à beira-mar. Apesar dos bons sentimentos e dos comentários de parabéns dos participantes, dois eventos significativos lançaram sombras negras sobre a dedicação. Depois que Borgman e Newbold providenciaram a dedicação de abril, o Presidente Johnson anunciou que não buscaria a reeleição. Este anúncio chocou muitos cidadãos e trouxe ainda mais atenção para a prolongada Guerra do Vietnã. Pouco depois, o Dr. Martin Luther King Jr., o símbolo dos direitos civis dos negros, foi assassinado em Memphis, Tennessee. Em respeito à morte do Dr. King, os guardas do parque hastearam a bandeira a meio mastro, exceto durante o hino nacional. [9]

O secretário Udall serviu como mestre de cerimônias, prestando homenagens e elogios ao trabalho de muitos que levaram ao Padre Island National Seashore. O senador Yarborough, que seguiu as apresentações de Udall, falou eloqüentemente sobre a luta de quatro anos e meio pelo reconhecimento da Ilha do Padre. Ele também deu crédito ao trabalho de muitos cidadãos, mas deu crédito especial a Ed Harte, editor do Corpus Christi Caller-Times, por escrever vários editoriais em apoio ao projeto de lei, e ao juiz Oscar Dancy. Em uma deferência incomum a Lyndon Johnson, Yarborough afirmou que o grande ímpeto para a aprovação da legislação da Ilha Padre veio de uma viagem ao Congresso liderada pelo então vice-presidente Johnson e o secretário Udall em 1961. O senador então se voltou para eventos mais recentes, descrevendo o rei assassinato como o "evento trágico que atingiu esta nação." Em conclusão, Yarborough focou nos recursos naturais da Ilha do Padre dando atenção especial ao "rei dos carvalhos" que crescia "nos pequenos bosques de Quercus". "Essas árvores", afirmou Yarborough, "não crescem em nenhum outro lugar, exceto na Ilha Padre." [10]

A primeira-dama seguiu o senador Yarborough. Her speech, later printed in the local newspapers and quoted in the syndicated presses, began with an introduction of some 40 journalists from 13 European countries. These special guests were accompanying Mrs. Johnson on the Texas tour at her invitation. In her opening statement, the First Lady asked a simple question "What does it take to make a national park?" and then began to answer it:

To create a national seashore. It takes a dream. as it did with Judge Oscar Dancy some thirty years ago. We've known him for all of those thirty years and more. It takes endless hours of hard work by the 'believers,' people up and down the island span not only people, but newspapers like the Corpus Christi Caller-Times who helped educate the readers to the advantages and won an award for it. [11]

Mrs. Johnson then recognized the work of Senator Yarborough and United States Representatives Young and de la Garza. As a follow up, she brought in the special interest of President Johnson emphasizing his fondness for calling the national seashores "the nation's necklace of national seashores." In her concluding comments, Mrs. Johnson noted the "delightful" driftwood and weathered rope that graced the speakers stand. She ended by referring to potential interpretation in the National Seashore:

Legends of early Indians, of shipwrecked Spanish galleons are part of Padre Island, and I hope, Mr. Hartzog, that there will be occasions when some gifted storyteller could bring them to life as part of the regular program here. I've been to so many national parks, and that is one of the great things they do. They weave in the history of the island, the history of man and nature -- the whole ecology -- sitting around the campfire or in the visitor's center. [12]

With her final gesture given to the future visitor activities at the park, Mrs. Johnson stepped down from the speakers' stand to unveil a plaque commemorating the day on a large piece of driftwood.

Following the ceremony, Mrs. Johnson and her traveling party changed clothes in tents especially erected for them. They then participated in a beachfront fish fry sponsored by the Corpus Christi Chamber of Commerce. Mrs. Johnson, Secretary Udall, and the traveling party set out for an afternoon walk on the beach. The newspaper accounts later remarked on the relaxing afternoon and vividly portrayed the barefooted First Lady decked in her large-brimmed hat and casual clothes. As a special treat, Park Naturalist Derek Hambly traveled with the party stopping occasionally to tell the visitors about the island. Afterwards, the First Lady returned to Corpus Christi for an evening cocktail party and dinner. She continued to Goliad the next day to complete her tour of Texas.

For Superintendent Borgman and his staff in 1968, the dedication day was a significant milestone. The staff banded together and in a very short time put together the first major event in the park's short history. The staffs scrapbook of photographs and memorabilia reflect the pride of accomplishment that had largely eluded the park staff in its initial years. National Park Service managers and local officials forwarded numerous congratulatory notes to Borgman and his staff in the months following the dedication. In many ways, the success of the dedication proved that Padre Island National Seashore was a viable park entity that was here to stay.

Public Relations and Special Events, 1970 - 1990

The completion of permanent park facilities communicated a positive message to the public in the late 1960s, but the park staff became the best means for developing good public relations in the 1970s. National Seashore staff members often spoke to community groups on the Park Service and the resources of the barrier island. Park rangers met the public daily and, to the surprise of some visitors, were excellent ambassadors for the new park. [13]

In 1972 National Seashore Superintendent James McLaughlin reported that in addition to the large number of talks presented by staff, that several events that year strengthened public relations. A campfire program at Malaquite Beach in March brought more than 60 park visitors. After McLaughlin told the crowd of the history and development of the National Park Service, the park staff led them in group singing and showed the film "Our Living Heritage." Later that year, the park sponsored a "Tenth Anniversary" celebration. Park staff presented special programs and conducted tours of Little Shell Beach. In the evening Superintendent McLaughlin again talked about the National Park Service and the Flour Bluff High School band played musical selections under the Malaquite Pavilion. [14]

The National Seashore staff grew into an extended family in these early years of the park. To facilitate communication, the staff published what was first called the "Padre Island National Seashore Employee News," that was changed in March 1972 to the "Gulf Breeze." This publication often reported on a special park organization for the National Seashore women. The group met occasionally and participated in area community activities such as the Festival of Flowers in Corpus Christi. Their exhibits often covered topics like dune preservation, beach combing, and anti-litter campaigns. [15] The group continued to meet through the end of the 1970s.

On a more regular basis, the National Seashore sought ways to serve area residents. Local television stations sometimes produced special stories on Padre Island, such as on grass fires and beach tar. The staff also began to offer beach and surf condition reports on a regular basis to local broadcasting stations. This was later expanded by installing a 24-hour answering service that gave callers information on tides, surf conditions, fishing, weather, and driving conditions. [16]

In the 1980s the National Seashore developed few new programs or methods of outreach to the public. On special occasions, the park staff arranged exhibits on the park or topics related to activities at the National Seashore. Chief Naturalist Robert Whistler often organized these events. In 1980 Whistler and other staff members sponsored a booth at Padre Staples Mall in celebration of the Year of the Coast. He again led the park staff for Public Lands Day in 1988 that recognized the 1986 Public Lands Clean Up Act. [17] In 1989 under the new Chief of Interpretation John Lujan, the staff set up special exhibits for Bayfest and the Ultimate Yacht Race Festivals in Corpus Christi. [18] A few special events also occurred in the 1980s. The most notable even took place in June 1987 when the National Seashore dedicated a new Visitor Information Center in Flour Bluff.


Lady Bird Johnson - HISTORY

Claudia Johnson, known as “Lady Bird,” was an environmentalist, businesswoman, political activist, and First Lady.

Born Claudia Alta Taylor on December 22, 1912 in Karnack, Texas. As a child, someone remarked that she was as cute as a “lady bird” and the nickname stuck. Johnson grew up in a wealthy household, her father was a businessman and her mother remained at home to care for the children. Johnson’s mother died when she was young and she was placed under the care of her maternal aunt. As a child, Johnson was shy and reserved. Her family members recalled that she spent much of her time outdoors, a past time that inspired her throughout her life. Johnson excelled in grade school and finished high school at the age of 15. She attended the University of Alabama for a short time, but later decided to return to Texas. She graduated from St. Mary’s Episcopal College and the University of Texas with a degree in journalism.

Johnson was introduced to her future husband Lyndon by a mutual friend. The couple married in 1934. After her parents passed away, she inherited a large sum of money, which she invested in several radio and television stations. Johnson funded many of her husband’s early political campaigns with this money. Her shrewd investments made her one of the only first ladies to earn one million dollars before her husband became president. In 1960, Lyndon was selected as President John F. Kennedy’s running mate, Johnson was immediately thrust into the spotlight as second lady. She was often forced to attend events that the first lady could not attend. After Kennedy’s assassination, Johnson unexpectedly became First Lady of the United States

Johnson seemed to transition into the role of first lady naturally. She hired her own staff which included aides and a press secretary. She also became one of the earliest first ladies to do a solo tour. In addition, she began a national effort to beautify the county. She advocated for the “Highway Beautification Act” which focused on planting flowers alongside the national highway system.

When it was time for re-election, Lyndon won by a landslide and started his next four years in office with Lady Bird as his key advisor. "What we knew, at all times, was that she was the most trusted, most loyal, most dependable person that President Johnson could turn to on any issue, but her presence was never one of intruding," said Tom Johnson, a top former aide to the President and future head of CNN.

Johnson also used her influence to call attention to the need to preserve important historic parks such as the California Redwoods and the Hudson River in New York by visiting them with the media in tow. With her support, 200 laws related to the environment passed during Johnson’s presidency. Before he left office, Lyndon presented her with a plaque that read: "To Lady Bird, who has inspired me and millions of Americans to try to preserve our land and beautify our nation. With love from Lyndon."

In 1969, the Johnsons retired to their ranch near Austin, Texas. However, Johnson remained active in public life. Starting in 1969, she served for many years on the council of the National Park Service’s Advisory Board on National Parks, Historic Sites, Buildings and Monuments. In 1970, she published a book about her experiences in the White House called White House Diary. In 1971, the governor of Texas appointed her to the University of Texas System Board of Regents, which was a large focus of her time over the next several years. She also worked with her husband to build his presidential library, which opened in the University of Texas in Austin in 1972.

After her husband’s death, Johnson traveled the world and continued work to beautify the nation and Texas in particular. In 1983, she founded the National Wildlife Research Center in Austin, Texas, which works to re-establish native plants in natural and planned landscapes. It was renamed the Lady Bird Johnson Wildflower Center in 1998. Johnson served as the chairperson of the Center’s Board of Directors since its founding. She also served a number of other boards, including the Board of the National Geographic Society. Johnson always enjoyed spending time with her family and occasionally mingling with tourists at the LBJ Ranch in Texas.

She received scores of awards over her lifetime. Two of her most prestigious were bestowed by Presidents Gerald Ford and Ronald Reagan, the Medal of Freedom in 1977 and the Congressional Gold Medal in 1988. Johnson passed away in 2007 at the age of 94. Her funeral was attended by multiple heads of state.


Assista o vídeo: President Reagans Remarks on Congressional Gold Medal to Lady Bird Johnson on April 28, 1988 (Outubro 2021).