Notícia

Combate de Alcaniz, 26 de janeiro de 1809

Combate de Alcaniz, 26 de janeiro de 1809

Combate de Alcaniz, 26 de janeiro de 1809

O combate de Alcañiz foi uma pequena vitória francesa durante o segundo cerco de Zaragoza. Em 22 de janeiro, o marechal Lannes foi colocado no comando das forças francesas que conduziam o cerco. Sua primeira preocupação era proteger sua retaguarda - estava claro que um período de combates de rua estava para começar, o que deixaria os homens de Lannes muito vulneráveis ​​a qualquer ataque das forças de socorro espanholas, e não havia tropas suficientes em Zaragoza para fornecer um cobrindo a força, bem como para atacar a cidade.

Uma força que estava disponível era a divisão de Suchet sob o comando do marechal Mortier, que havia sido retirada do cerco por Napoleão no início de janeiro para proteger as linhas de comunicação francesas de volta a Madrid. Lannes decidiu chamar de volta esta divisão para Zaragoza e usá-la para proteger suas costas durante o ataque.

Mortier logo estava no lugar ao sul de Zaragoza. Sua principal preocupação era o número cada vez maior de insurgentes que apareciam no Baixo Ebro. Assim, ele despachou dois batalhões de infantaria e dois regimentos de cavalaria, sob o comando do general Wathier, para o Baixo Ebro. Em 26 de janeiro, essa força encontrou um bando de 5.000 a 6.000 milícias camponesas apoiadas por um novo regimento de voluntários aragoneses fora da cidade de Alcañiz. As inexperientes tropas espanholas tentaram defender a cidade, mas os homens de Wathier logo os expulsaram.

O principal resultado dessa pequena vitória foi a captura de um depósito de suprimentos contendo 20.000 ovelhas e 1.500 sacos de farinha, que haviam sido recolhidos em Alcañiz em preparação para serem levados às pressas para Zaragoza se o cerco fosse levantado.

Página inicial napoleônica | Livros sobre as Guerras Napoleônicas | Índice de assuntos: Guerras Napoleônicas


The Napoleonic Wargamer

Na Guerra Peninsular, a Batalha de Medellín foi travada em 28 de março de 1809 e resultou na vitória dos franceses sob o marechal Victor contra os espanhóis sob o general Don Gregorio Garcia de la Cuesta. A batalha marcou o primeiro grande esforço dos franceses para ocupar o sul da Espanha, feito em grande parte concluído com a vitória na Batalha de Ocana no final do ano.

Victor iniciou a sua marcha para o sul com o objetivo de destruir o Exército da Estremadura, comandado pelo General Cuesta, que se retirava perante o avanço francês. Uma série de ações de retaguarda bem-sucedidas entre os dias 17 e 27 de março deram a Cuesta uma pausa para respirar e depois que ele foi reforçado com 7.000 soldados de Albuquerque, ele decidiu enfrentar os franceses na batalha ao invés de continuar a se retirar. Cuesta, agora com cerca de 19.000 infantaria e 3.000 cavalaria, poderia ter tido uma chance de sucesso em uma batalha defensiva, mas em vez disso decidiu atacar o exército de Victor & # 8217 em Medellín.

O campo de batalha ficava a sudeste da cidade de Medellín, que ficava cerca de 300 km a sudoeste de Madrid. O campo de batalha era um triângulo de terras delimitado pelo rio Guadiana ao longo de um eixo oeste-leste na borda norte do campo de batalha e se juntava ao rio Hortiga, que corria ao longo de um eixo norte-sul que impedia qualquer manobra de flanco espanhola sobre os franceses direita, e com Medellin na ponta noroeste do triângulo. Victor tinha cerca de 17.500 soldados, enquanto Cuesta possuía cerca de 23.000. No entanto, Victor tinha uma vantagem de 50-30 em armas e também podia contar com mais cavalaria do que os espanhóis, 4.500 a 3.000, Cuesta & # 8217s apenas vantagem numérica em sua infantaria, mas isso foi dividido entre recrutas inexperientes e homens que haviam sido derrotados em Gamonal e no Passo Somosierra.

Ambos os comandantes organizaram seus exércitos de uma forma incomum, embora a configuração de Victor pareça ter sido mais razoável. O centro do exército francês, uma divisão de infantaria comandada pelo general Eugene-Casimir Villatte, ocupava a estrada principal que ia de Medellín a Don Benito no sudeste, enquanto as alas, comandadas por Lasalle (à esquerda) e Latour-Maubourg (à direita ), situou-se muito mais ao sul e sudeste. Cada ala era composta por uma divisão de cavalaria e dois batalhões da infantaria alemã de Laval. Aparentemente, as intenções de Victor eram continuar retirando seus flancos cada vez mais perto do centro até que um poderoso contra-ataque pudesse quebrar as linhas espanholas. A reserva de Victor era uma divisão de infantaria comandada pelo general François Ruffin, que não participaria da batalha. Se este foi um desdobramento estranho, as forças de Cuesta e # 8217s estavam em uma posição ainda mais incomum. Para se certificar de que não poderia ser flanqueado, Cuesta desdobrou sua infantaria em uma única linha fina, quatro milhas de comprimento e apenas quatro homens de profundidade e dividida em cinco divisões (da esquerda para a direita: Henestrosa, Del Parque, Trias, Portago e Albuquerque) . Para os espanhóis vencerem, eles tiveram que evitar que os franceses encontrassem quaisquer lacunas nesta linha, pois não havia reservas. Se a cavalaria francesa contornasse os limites do exército de Cuesta & # 8217, uma derrota desastrosa se seguiria.


O canhão começou por volta das 13h00 e Cuesta ordenou o ataque cerca de uma hora depois. Os espanhóis inicialmente tiveram um grande sucesso, repelindo uma carga de cavalaria impaciente em seu flanco esquerdo por uma brigada de dragões de Latour-Maoubourg e fazendo com que ambas as alas francesas continuassem recuando, enquanto seus escaramuçadores desencadeavam fogo mortal contra as fileiras francesas. A posição de Lasalle era um pouco perigosa, já que o Guadiana em suas costas significava que sua 2.000 cavalaria e 2.500 infantaria não poderiam recuar mais de um quilômetro. Três regimentos de cavalaria espanhóis pairaram ao redor da margem do Guadiana e tentaram virar a esquerda francesa, mas Lasalle e seus homens mantiveram suas posições frágeis.

Nesse ponto da batalha, os dois flancos franceses haviam recuado o suficiente para ficarem a uma distância de apoio fácil da divisão de Villatte. O setor oeste de Latour-Maubourg foi reforçado com o 94º regimento de infantaria de linha e um batalhão de granadeiros. Os dez canhões franceses nesta parte do campo de batalha também estabilizaram a situação, pois superaram consistentemente seus colegas espanhóis. A infantaria espanhola, no entanto, continuou avançando e criou muitos problemas para os homens de Latour-Maubourg, que estavam organizados em quadrados para se proteger contra cargas de cavalaria e, conseqüentemente, tinham poder de fogo limitado.

Enquanto os espanhóis liderados pelo coronel de Zayas, que marchava sobre a bateria francesa à frente de uma coluna de granadeiros ameaçavam capturar os canhões franceses, Latour-Maubourg ordenou que os dragões atacassem mais uma vez. Desta vez, a carga foi bem-sucedida. Os dragões franceses derrotaram três regimentos de cavalaria espanhóis, que fugiram do campo e deixaram sua infantaria isolada, toda a ala esquerda desmoronou e fugiu, a maioria dos sobreviventes da infantaria espanhola veio da ala esquerda. Como Cuesta não tinha reservas, uma violação dessa magnitude era quase a pior que poderia acontecer a sua frágil linha.

Os eventos agora se desenrolavam rapidamente. Lasalle havia sido reforçado com sete batalhões de infantaria de Villatte e, assim que viu a derrota espanhola para o oeste, ele também ordenou um poderoso contra-ataque. O 2º regimento de Hussardos, acompanhado por um regimento de Chasseurs à Cheval, esmagou a cavalaria espanhola, reformou-se e atacou a infantaria espanhola mais uma vez abandonada no flanco oriental. Os novos batalhões de Lasalle também atacaram frontalmente, o General Trias caiu mortalmente ferido. Embora o comandante espanhol na direita, o duque de Albuquerque, tenha se saído melhor do que seus equivalentes na ala esquerda, conseguindo organizar alguma resistência à cavalaria, os espanhóis foram então atingidos pela retaguarda pela cavalaria Latour-Maubourg & # 8217s, recém-chegada do a derrota da esquerda espanhola, e todo o exército espanhol quebrou. Alguns batalhões tentaram resistir e lutar, e foram virtualmente aniquilados, enquanto a cavalaria francesa não ofereceu quartel durante a perseguição (em vingança pelos 10º Hussardos em Miajadas). Muitos foram brutalmente mortos nesta retirada caótica e o exército de Cuesta efetivamente deixou de existir.

Foi um dia desastroso para Cuesta, que quase perdeu a vida na batalha. Os espanhóis tiveram 8.000 soldados mortos ou feridos e cerca de 2.000 capturados, enquanto os franceses sofreram apenas cerca de 1.000 baixas. Além disso, os espanhóis perderam 20 de suas 30 armas.

No rescaldo da batalha, Cuesta recuou para Monasterio, a meio caminho entre Medellín e Sevilha. Estranhamente, sua posição na Junta Central melhorou depois de Medellín, pois, apesar da derrota e das pesadas perdas, seu exército lutou com muito mais credibilidade do que na maioria das batalhas recentes. Em meados de abril, reforços suficientes o haviam alcançado para trazer o Exército da Estremadura de volta ao mesmo tamanho que tinha antes da batalha.

Victor ganhou muito pouco com sua vitória. A segunda parte das suas ordens consistia em capturar Badajoz, perto da fronteira com Portugal, e depois aguardar notícias do marechal Soult, que se acreditava estar a avançar para Lisboa. Em vez de fazer isso, Victor colocou seus homens em campos em Mérida e Medellín. Ficou na Estremadura até meados de junho, altura em que ficou claro que a campanha de Soult & # 8217 em Portugal tinha corrido muito mal. Arthur Wellesley havia assumido o comando em Portugal, forçado os franceses a recuar pelas montanhas de volta para a Galícia, e agora ameaçava invadir a Espanha. Victor e seu exército eram necessários em torno de Talavera.


Conteúdo

Como parte do levante Dos de Mayo (2 de maio), a cidade já havia resistido com sucesso a um primeiro cerco de 15 de junho de 1808 a 14 de agosto de 1808. Esta foi uma das primeiras vezes na história que um exército regular foi derrotado por irregulares nas ruas brigando. [6]

Outras derrotas - especialmente a rendição do General Dupont na Batalha de Bailén - forçaram o rei José Bonaparte a se retirar para trás do rio Ebro, abandonando a maior parte da Espanha, exceto um pequeno canto no nordeste e uma pequena área ao redor de Barcelona.

Os espanhóis perderam a melhor chance de derrotar os franceses. Eles não nomearam um Comandante Supremo, então todos os exércitos continuaram a operar independentemente. Os principais exércitos consistiam no general Blake na costa norte, no general Castaños em Tudela e no general Palafox em Zaragoza. Blake foi o mais ativo, mas foi derrotado em Zornoza em 31 de outubro de 1808.

O plano de Napoleão era atacar com força em direção a Burgos, entre os exércitos de Blake e Castaños. Assim que conseguissem passar, eles deveriam girar para o norte e para o sul para envolver os exércitos restantes. Para conseguir isso, Napoleão queria que os exércitos espanhóis expostos permanecessem em suas atuais posições avançadas. Para conseguir isso, o 3º Corpo do Marechal Moncey em frente ao General Castaños permaneceu inativo do final de outubro a 21 de novembro, enquanto o 4º Corpo de Ney tentava chegar à sua retaguarda através de Burgos e Soria.

Em 21 de novembro de 1808, o 3º Corpo francês cruzou o rio Ebro em Logrono e rumou para o leste em direção a Calahorra. A coluna do marechal Ney atingiu o vale do Douro Superior e dirigiu-se para Tudela.

Para evitar ser preso, Castaños retirou-se para Tudela e pediu a Palafox para ajudá-lo a manter uma linha que corria ao sul da cidade em direção a Cascante, onde pretendia confrontar o Corpo de Moncey antes da chegada do 4o Corpo de exército de Ney. O deputado de Palafox na área, o general O'Neylle contestou afirmando que tinha ordens estritas para não cruzar as fronteiras de Aragão (Tudela está localizada em Navarra).

Quando a aprovação de Palafox chegou, o ataque francês já havia começado e deixou os espanhóis em desordem. Esta batalha foi uma grande vitória para os franceses, mas os exércitos espanhóis conseguiram fugir, O'Neylle para Zaragoza e Castaños para Madrid, escapando com a grande maioria de seus baús de guerra e canhões. O palco estava armado para um segundo cerco.

Mudanças consideráveis ​​ocorreram nas defesas de Zaragoza após o primeiro cerco em junho-agosto. Nesse cerco, a cidade tinha poucas fortificações, exceto pelas muralhas medievais que não resistiram ao bombardeio da artilharia francesa. Os defensores consistiam em apenas um punhado de soldados regulares e artilheiros, além de uma massa de milhares de voluntários. Eles, no entanto, foram capazes de infligir pesadas baixas aos franceses nas barricadas das ruas estreitas e sinuosas.

Desde setembro de 1808, o coronel Sangenís vinha trabalhando em várias fortificações modernas. Ao sul, a cidade era protegida pelo rio Huerva, que Sangenís usava como fosso com dois redutos na margem sul do rio: "Nossa Senhora do Pilar" no canto sudoeste e o convento San Jose no canto sudeste. Estes foram ignorados pelas muralhas da cidade.

A oeste, uma sólida muralha fora construída fora dos muros da cidade, incorporando os conventos agostiniano e trinitário. Isso forneceu uma bateria central de canhão, bem como uma vala com 14 metros de profundidade.

San Lazaro foi fortificado com uma muralha protegida por cursos de água e os dois conventos do lado norte do rio Ebro foram transformados em fortalezas.

Na posição-chave do Monte Torrero, Sangenís construiu um acampamento militar entrincheirado usando o Canal de Aragão como fosso.

O progresso nas fortificações tinha sido lento até a Batalha de Tudela. Depois disso, ficou claro que os franceses poderiam atacar a qualquer momento e de repente 60.000 voluntários estavam disponíveis. Se os franceses tivessem atacado rapidamente, mesmo isso não teria ajudado. Devido ao atraso, no entanto, os espanhóis tiveram tempo de melhorar as fortificações e obter suprimentos suficientes.

No interior das muralhas, as casas de alvenaria e prédios de apartamentos fortes e quase totalmente inflamáveis ​​eram entrelaçados com passagens internas, fazendo de cada quarteirão da cidade sua própria fortaleza com barricadas, com os numerosos edifícios da igreja como fortalezas e pontos fortes, de onde as uvas e o fogo da contra-bateria pode comandar as ruas.

A guarnição também seria muito mais forte do que no primeiro cerco. Palafox havia levantado mais 10-12.000 novos recrutas em Saragoça, além de mais 17.000 sobreviventes da Batalha de Tudela. No início do cerco Palafox tinha 32.000 infantaria, 2.000 cavalaria e 10.000 voluntários armados.

Para evitar o perigo de explosões de carregadores, a cidade fabricou sua pólvora conforme necessário.

Os suprimentos de comida e munição eram suficientes para três meses, além dos estoques privados mantidos pelos habitantes da cidade.

A batalha de Tudela terminou em 23 de novembro de 1808, mas o cerco de Zaragoza não começou antes de 20 de dezembro de 1808. Isso deu aos espanhóis tempo suficiente para construir as defesas e colocar suprimentos.

Após a Batalha de Tudela, dois corpos estavam disponíveis para atacar Zaragoza - o 3º corpo sob o comando do marechal Moncey e o 6º corpo sob o comando do marechal Ney. Ambos os corpos deixaram Tudela em 28 de novembro e chegaram a Saragoça em 30 de novembro. Estavam prestes a iniciar o cerco quando o marechal Ney recebeu ordem de levar seu exército através das montanhas para Nova Castela, onde deveria impedir que o exército de Castaños, em retirada de Tudela, interferisse em seus movimentos em direção a Madri.

Havia agora apenas 15.000 homens sob Moncey enfrentando Zaragoza, o que era insuficiente para um cerco. Como resultado, Moncey retirou-se para Tudela para esperar reforços do Marechal Mortier com seu 5º Corpo. Essas tropas chegaram da Alemanha em 15 de dezembro, dando um total de 38.000 infantaria, 3.500 cavalaria, 3.000 engenheiros e 60 canhões de cerco para atacar Zaragoza.

Em 20 de dezembro, as forças francesas chegaram novamente a Saragoça. Moncey dividiu suas forças: uma divisão sob o comando do General Gazan foi designada para o norte, o corpo de Mortier foi destacado para o oeste e o corpo de Moncey foi para o sul.

Fase 1: As obras externas 20 de dezembro de 1808 - 15 de janeiro de 1809 Editar

O primeiro objetivo principal eram os fracos outworks espanhóis em Monte Torrero. Em 21 de dezembro de 1808, três baterias começaram a bombardear essas posições, seguido por um ataque de vinte batalhões de infantaria que expulsou com sucesso os espanhóis dessas posições. Este sucesso inicial provou ser decisivo, pois mais uma vez os franceses foram capazes de implantar suas baterias de canhões principais no Monte Torrero e foram finalmente bem-sucedidos em romper a parede sul.

O Gazan lançou um ataque no mesmo dia contra o San Lazaro, no entanto, este ataque não teve sucesso devido à força da defesa espanhola.

Em 22 de dezembro de 1808, Moncey exigiu formalmente a rendição da cidade, mas foi recusada. Moncey então decidiu concentrar seus esforços no lado sul da cidade e preparou ataques contra o reduto do Pilar e contra o convento de San Jose. Também foram feitos preparativos para um ataque em frente ao castelo de Aljafería, no noroeste.

Em 29 de dezembro de 1808, Moncey foi transferido para Madrid e foi substituído no comando do 3º corpo pelo general Jean-Andoche Junot. Mortier era então o oficial sênior, no entanto, ele trabalhou em parceria com Junot até ser ele próprio transferido em 2 de janeiro de 1809.

Os preparativos franceses foram finalmente concluídos em 10 de janeiro de 1809 e eles começaram a bombardear o Reduto do Pilar e San Jose. No final do dia, as paredes de San Jose estavam prestes a desabar. Palafox contra-atacou os canhões franceses à 1 da manhã de 11 de janeiro de 1808, mas o ataque falhou e as tropas espanholas se retiraram para a cidade.

O ataque francês ao Reduto do Pilar continuou até a noite de 15-16 de janeiro de 1808, quando o 1º Regimento Polonês do Vístula invadiu a posição. Os espanhóis já haviam partido destruindo a ponte sobre o rio Huerva na mesma época.

Fase 2: Atacando as paredes, 16-27 de janeiro de 1809 Editar

Em 16 de janeiro de 1809, os principais outworks espanhóis estavam em mãos francesas. Os exércitos franceses agora podiam se concentrar em romper as paredes de Zaragoza.

A partir de 17 de janeiro de 1809, os franceses começaram a bombardear as paredes do reduto de San Jose. Palafox sabia que as muralhas não durariam muito e preparou barricadas na cidade, transformando-a em um labirinto de pequenos fortes.

Em janeiro, Junot foi substituído por Marshall Lannes, que estava se recuperando de uma lesão anterior. A doença agora estava criando problemas em ambos os lados. Do lado francês, havia agora apenas 20.000 infantaria apta. Ao mesmo tempo, novas forças espanholas estavam sendo criadas perto da cidade sob o comando de Francisco Palafox (irmão mais novo do General) e do Marquês de Lazan (irmão mais velho do General).

Lannes estava preocupado com sua retaguarda e chamou de volta a divisão de Mortier que protegia as linhas de comunicação entre Madri e Zaragoza. Em 26 de janeiro, o exército de Mortier derrotou uma milícia camponesa de cerca de 4-5.000 homens em Alcañiz.

O ataque francês começou em 24 de janeiro de 1809, quando três cabeças de praia foram capturadas do outro lado do rio Huerva. O ataque principal começou em 27 de janeiro de 1809 por meio de três brechas nas muralhas da cidade. Lannes rompeu duas brechas e capturou a bateria no canto sudeste e também o convento de Santa Engracia no sudoeste.

Isso marcou o fim desta fase do cerco com a fase final das violentas lutas de rua que se seguiram.

Fase 3: Brigas de rua 28 de janeiro - 20 de fevereiro de 1809 Editar

Os defensores espanhóis estavam se preparando para a luta de rua desde o início. Lannes, no entanto, decidiu fazer um cerco lento, bloco a bloco, de cada fortificação individual, a fim de minimizar as baixas francesas.

As batalhas individuais eram notáveis ​​por sua ferocidade. Em um ponto no Convento de San Augustin, os franceses seguraram a extremidade do altar da capela e trocaram tiros por horas a fio com os espanhóis entrincheirados na nave e no campanário. No entanto, a superioridade francesa em equipamento e treinamento cobrou seu preço, e milhares caíam diariamente, tanto no combate quanto nas doenças, que grassavam pela cidade.

Em fevereiro, a doença estava dizimando a população de Zaragoza e apenas 8.495 homens permaneceram da guarnição original de 32.000 homens. Foram 10.000 mortos e 13.737 doentes ou feridos.

Os franceses não sabiam disso e o moral estava baixo devido à batalha aparentemente interminável nas ruas estreitas. Decepcionado com o lento progresso, Lannes ordenou às tropas ao norte do rio que fizessem um segundo ataque a San Lazaro e em 18 de fevereiro de 1809 esse ataque foi bem-sucedido. A parte norte de Zaragoza agora podia ser atacada com artilharia.

Em 19 de fevereiro de 1809, a defesa espanhola estava falhando e o próprio Palafox estava gravemente doente. Ele enviou seu assessor a Lannes para discutir os termos de rendição. Ele então renunciou ao comando militar em favor do General St. March e ao comando civil da cidade para um conselho de 33 membros de cidadãos locais.

A primeira oferta de rendição foi rejeitada e os combates recomeçaram em 20 de fevereiro de 1809, mas o conselho civil rapidamente negociou o fim dos combates que cessaram naquela noite.

A maior parte da cidade estava em ruínas e cerca de 54.000 pessoas morreram no cerco. [7]

Sob os termos de rendição, a guarnição marchou para fora da cidade e empilhou as armas do lado de fora do portão de Portillo. Eles tiveram a escolha de ir para o cativeiro ou se juntar ao exército francês. Dos 32.000 homens no início do cerco, apenas 8.000 sobreviveram.

Os termos de rendição permitiam que a propriedade privada fosse respeitada e uma anistia geral foi concedida à cidade. Embora alguns saques tenham ocorrido, a cidade não foi saqueada.

O sofrimento da cidade foi terrível, com mortes estimadas em 54.000, sendo 20.000 soldados e 34.000 civis. [8] O próprio Lannes estimou que a população de Zaragoza caiu de 55.500 para 15.000. A cidade considerada a Florença da Espanha foi completamente destruída, perdendo muitos edifícios emblemáticos como a Abadia de Santa Engracia ou as casas do reino, a sede do governo da época medieval.

Os franceses também sofreram ao perder cerca de 10.000 homens - 4.000 em batalha e o resto devido a doenças.

O próprio Palafox foi severamente tratado pelos franceses que o aprisionaram como traidor em Vincennes.

  1. ^ umabcdefghBodart 1908, p. 393.
  2. ^militari 2020.
  3. ^georgian 2017.
  4. ^Haythornthwaite 1996, capítulo 4.
  5. ^Esdaile 2003, pp. 159-163.
  6. ^Rickard 2008.
  7. ^Weider 2009.
  8. ^MacDonell 2015.
  • Bodart, Gaston (1908). Militär-historisches Kriegs-Lexikon (1618-1905) . Página visitada em 17 de maio de 2021.
  • georgian (2017). "Guerras Napoleônicas na Península Ibérica: Batalhas na Espanha durante 1809". Arquivado do original em 25 de setembro de 2017. Página visitada em 17 de maio de 2021.
  • Haythornthwaite, Philip J. (1996). Duro de Matar! Batalhas Napoleônicas Famosas. Londres: Cassell.
  • MacDonell, A. (2015). Napoleão e seus marechais. Plataforma de publicação independente CreateSpace. ISBN978-1516853144.
  • militari (2020). "DE RE MILITARI" (em espanhol). Arquivado do original em 26 de outubro de 2020. Página visitada em 17 de maio de 2021.
  • Rickard (2008). "Segundo Cerco a Saragoça, 20 de dezembro de 1808-20 de fevereiro de 1809". Arquivado do original em 21 de dezembro de 2019. Página visitada em 18 de maio de 2021.
  • Weider (2009). "Guerra Total de Napoleão". Página visitada em 18 de maio de 2021.
  • Esdaile, Charles J. (2003). A Guerra Peninsular . Palgrave MacMillan. Página visitada em 18 de maio de 2021.
  • A Úlcera Espanhola, Uma História da Guerra Peninsular, Dr. David Gates. Publicado em 2002, Pimlico, 592 páginas, Inglês, 978-0712697309,

Uma excelente história em um único volume da Guerra Peninsular, que, quando foi publicada, foi a primeira história de língua inglesa realmente boa de toda a guerra desde Omã. Trata-se de um trabalho bem equilibrado com cobertura detalhada daquelas campanhas conduzidas inteiramente pelos exércitos espanhóis, bem como da mais conhecida intervenção britânica em Portugal e Espanha.

  • A History of the Peninsular War vol.2: Jan.-Sept. 1809 - Da Batalha da Corunha ao fim da Campanha de Talavera, Sir Charles Oman, New Edition 2004, Greenhill Books, 720 páginas, Inglês, 978-1853675898

A segunda parte da história clássica de Omã divide-se em duas grandes seções. A primeira metade do livro analisa o período entre a evacuação britânica da Corunha e a chegada de Wellesley a Portugal pela segunda vez, cinco meses em que os espanhóis lutaram sozinhos, enquanto a segunda metade analisa a campanha de Wellesley no norte de Portugal e sua primeira campanha na Espanha. Uma das obras clássicas da história militar.


As defesas [editar | editar fonte]

Mudanças consideráveis ​​ocorreram nas defesas de Zaragoza após o primeiro cerco em junho-agosto. Nesse cerco, a cidade tinha poucas fortificações, exceto pelas muralhas medievais que não resistiram ao bombardeio da artilharia francesa. Os defensores consistiam em apenas um punhado de soldados regulares e artilheiros, além de uma massa de milhares de voluntários. Eles, no entanto, foram capazes de infligir pesadas baixas aos franceses nas barricadas das ruas estreitas e sinuosas.

Desde setembro de 1808, o coronel San Genis vinha trabalhando em várias fortificações modernas. Ao sul, a cidade era protegida pelo rio Huerva, que San Genis usava como fosso com dois redutos na margem sul do rio: "Nossa Senhora do Pilar" no canto sudoeste e o convento de San Jose em o canto sudeste. Estes foram ignorados pelas muralhas da cidade.

A oeste, uma sólida muralha fora construída fora dos muros da cidade, incorporando os conventos agostiniano e trinitário. Isso forneceu uma bateria central de canhão, bem como uma vala com 14 metros de profundidade.

San Lazaro foi fortificado com uma muralha protegida por cursos de água e os dois conventos do lado norte do rio Ebro foram transformados em fortalezas.

Na posição-chave do Monte Terrero, San Genis construiu um acampamento militar entrincheirado usando o Canal de Aragão como fosso.

O progresso nas fortificações tinha sido lento até a Batalha de Tudela. Depois disso, ficou claro que os franceses poderiam atacar a qualquer momento e de repente 60.000 voluntários estavam disponíveis. Se os franceses tivessem atacado rapidamente, mesmo isso não teria ajudado. Devido ao atraso, no entanto, os espanhóis tiveram tempo de melhorar as fortificações e obter suprimentos suficientes.

No interior das muralhas, as casas de alvenaria e prédios de apartamentos fortes e quase totalmente inflamáveis ​​eram entrelaçados com passagens internas, fazendo de cada quarteirão da cidade sua própria fortaleza com barricadas, com os numerosos edifícios da igreja como fortalezas e pontos fortes, de onde as uvas e o fogo da contra-bateria poderia comandar as ruas.

A guarnição também seria muito mais forte do que no primeiro cerco. Palafox havia levantado mais 10-12.000 novos recrutas em Saragoça, além de mais 17.000 sobreviventes da Batalha de Tudela. No início do cerco Palafox tinha 32.000 infantaria, 2.000 cavalaria e 10.000 voluntários armados.

Para evitar o perigo de explosões de carregadores, a cidade fabricou sua pólvora conforme necessário.

Os suprimentos de comida e munição eram suficientes para três meses, além dos estoques privados mantidos pelos habitantes da cidade.


Wargamingnz

Já era tempo. É hora de os exércitos napoleônicos de 25 mm saírem e jogarem novamente, e desta vez foi uma pequena batalha peninsular: Alcaniz, 23 de maio de 1809 entre um exército espanhol comandado por Blake e um exército francês comandado por Suchet. Como de costume, Adrian e eu usamos nossas regras favoritas: Volley and Bayonet de Frank Chadwick.

(Aliás, por que amamos essas regras? Porque somos capazes de relançar batalhas históricas no nível apropriado. Não é do nosso gosto travar batalhas em nível regimental e divisional, eliminando escaramuçadores, nos preocupando em entrar na quadratura etc. VnB permite-nos comandar exércitos e, portanto, concentra toda a atenção nessas coisas que seriam da preocupação dos comandantes do exército, e não dos comandantes do Divisinal ou da Brigada. É uma questão de gosto pessoal, eu acho.)

De qualquer forma, Alcaniz é uma batalha menor em termos de VnB, e foi uma boa desculpa para arrastar os exércitos napoleônicos de 25 mm. Os espanhóis comandados por Blake estão tentando impedir os franceses comandados por Suchet de cruzar um rio até uma cidade. Eles assumiram posições defensivas em duas partes de terreno elevado em frente ao rio e à ponte, com uma divisão implantada à sua direita segurando a grande área de terreno elevado.

A divisão francesa em seu centro avança em direção ao terreno elevado mantido pela menor das divisões espanholas.

Enquanto isso, a divisão espanhola à direita recua de volta à aldeia no terreno elevado, mas é rapidamente ameaçada pela cavalaria francesa.

A cavalaria espanhola conseguiu cercar o flanco esquerdo francês, e a infantaria espanhola avançou da esquerda espanhola para ameaçar o flanco direito francês. Os franceses realocaram algumas de suas brigadas para conter isso. Porém os espanhóis surpreendem os franceses ao atacar o flanco da brigada vista aqui no centro esquerdo da foto. A brigada francesa foi rechaçada no ataque. Este foi o primeiro de vários contra-ataques espanhóis bem-sucedidos no jogo.

Começam os primeiros ataques franceses, no terreno elevado do centro.

Os franceses contornam o flanco direito da defesa central espanhola, mas são recuperados inicialmente em face da defesa firme.

A cavalaria francesa primeiro ameaça a retaguarda espanhola, mas o comandante francês então os retira para sua própria retaguarda para conter a ameaça da cavalaria espanhola existente.

Neste estágio da batalha, os espanhóis foram empurrados para fora das alturas centrais, e a linha espanhola foi virada em ângulo reto para sua posição inicial.

Os espanhóis tiveram que reformar sua linha defensiva, com três batalhões de artilharia segurando uma grande seção da linha, cercados principalmente por tropas M4 e milícias, e apenas alguns regimentos do exército regular.

O ataque final francês contra a linha espanhola rompeu a linha espanhola, deixando todo o exército espanhol exausto.

1 comentário:

Tudo isso e Minifigs também, soberbos.

Ação em todo o Mosa. França 1940

& # 160 O barulho de uma lata de lixo chamou a atenção de Dubois. Um rápido olhar pegou Allaire no processo de acender um pequeno incêndio.


Pesquisa de Registros de Unidade do Exército da 2ª Guerra Mundial

As baixas sofridas por um regimento de infantaria americano típico servindo na Segunda Guerra Mundial foram terríveis. Por exemplo, no final de janeiro de 1945, o 47º Regimento de Infantaria (que lutou na França e na Alemanha) havia perdido bem mais de 100% de sua força em baixas de batalha, onde os homens foram mortos, feridos, perdidos ou levados como prisioneiro de guerra. Outras unidades apresentaram estatísticas sombrias semelhantes.

Felizmente para os pesquisadores modernos, o Exército manteve meticulosos diários de combate e diários para registrar suas atividades no campo de batalha por um determinado período de tempo. No mínimo, esses registros, preparados diariamente, descrevem as ações diárias da unidade (normalmente uma Divisão ou um Regimento), incluindo informações de inteligência sobre as forças inimigas enfrentadas, a geografia da área, as condições meteorológicas e o sucesso ou fracasso de a luta do dia. Alguns desses relatórios, geralmente conhecidos como "Relatórios Pós-Ação" (AAR), podem descrever o combate do dia em apenas um parágrafo ou em várias páginas. Relatórios semelhantes também são chamados de diários da unidade ou diários.

É impossível saber o que estará em um determinado AAR. No entanto, os AARs para unidades menores, como Batalhões de Artilharia de Campo, Batalhões de Engenheiros de Combate, Unidades Blindadas ou unidades da Polícia Militar, tendem a fornecer mais detalhes em conexão com o serviço individual de seus soldados coletivos.

Um exemplo do “olhar mais atento” que podemos obter dos Registros de Unidade é o caso do Capitão George Oliver. Enquanto um relatório de sua morte revelou que ele foi morto por uma “concussão”, o AAR de sua unidade forneceu muito mais detalhes. It turned out that Captain Oliver was working with a group of men to gather the remains of some of the men in their outfit that had recently been killed. Unfortunately, the bodies were strewn about a German mine field. Captain Oliver was, in fact, killed by a concussion, but the actual cause of his injury was that he that he stepped on one of the mines.

Como pesquisador profissional e historiador da Segunda Guerra Mundial, Bill Beigel fornece serviços de pesquisa para genealogistas, historiadores, autores e civis que procuram informações encontradas nos registros de unidades militares da segunda guerra mundial. Os registros de unidade são úteis para reunir histórias sobre uma unidade ou grupo, bem como sobre indivíduos que serviram neles. Bill Beigel pesquisa veteranos que serviram e sobreviveram à guerra, bem como aqueles que foram vítimas da 2ª Guerra Mundial.

Selecione qualquer uma das unidades abaixo para enviar uma consulta de pesquisa para o pesquisador Bill Beigel da 2ª Guerra Mundial. Se você não vir o nome da unidade que está procurando, clique em qualquer unidade e digite o nome correto no formulário a seguir.


Historical Events on January 1

Evento de Interesse

177 Commodus, son of Emperor Marcus Aurelius becomes consul for the first time - at 15 then youngest ever in Roman history

    Start of Roman (Pontifical) Indiction Last gladiator competition in Rome Prophet Muhammad sets out with an army 10,000 strong to conquer Mecca Hofmeier Charles Martel flees from bishop Willibrord Russia adopts Julian calendar Michael VIII Palaiologos is proclaimed co-emperor of the Empire of Nicaea with his ward John IV Laskaris Jews of Sicily are no longer required to attend conversionist services Albrecht II von Habsburg becomes King of Hungary Juw Dekama elected potentate of Frisia

Evento de Interesse

1504 French King Louis XII loses last bulwark in Naples, Caeta

Evento de Interesse

1515 Francis, Duke of Angouleme succeeds King Louis XII as Francis I of France

    Jews are expelled from Laibach in Austria Croatian nobles elect Ferdinand I of Austria as king of Croatia in the Parliament on Cetin Geuzen sets fire to Woudrichem

Gregory Conquers Julius Caesar

1583 1st day of the Gregorian calendar in Holland & Flanders

    Scotland begins its numbered year on January 1 instead of 25 March. Papal Chancery adopts Jan 1 as beginning of the year (was Mar 25)

Real Coroação

1651 Charles II Stuart crowned king of Scotland

Evento de Interesse

1660 1st entry in English civil servant Samuel Pepys' diary

    General Moncks army battles with the Tweed on way to London Thomas Fairfax's New Model Army occupies York Academia de Bellas Artes is founded in Seville with painter Bartolomé Esteban Murillo its first president

Evento de Interesse

    Regular mail delivery begins between NY & Boston Don Carlos de Gurrea/Aragon becomes Spanish land guardian of S Neth Pro-James II-earl of Danby occupies York Protestant Western Europe (except England) begins using the Gregorian calendar Russia begins using the Anno Domini era and no longer uses the Anno Mundi era of the Byzantine Empire

Evento de Interesse

1724 Glassblower Daniel Gabriel Fahrenheit proposes system for making thermometers and the Fahrenheit temperature scale in a paper to the Royal Society of London and is elected a fellow on its basis

Evento de Interesse

1758 The International Commission on Zoological Nomenclature establish the "starting point" for standardized species names across the animal kingdom, based on the binomial nomenclature by Carolus Linnaeus 10th edition of Systema Naturae

    Date of action in the opera "Madeleine" First traveler's cheques go on sale in London, can be used in 90 European cities

Evento de Interesse

1776 General George Washington hoists Continental Union Flag

Evento de Interesse

1781 1,500 soldiers of the 6th Pennsylvania Regiment under General Anthony Wayne's command rebel against the Continental Army's winter camp in Morristown, New Jersey as part of the Pennsylvania (Continentals Regiment) Mutiny of 1781.

    "Daily Universal Register" (Times of London) publishes 1st issue London's Daily Universal Registrar becomes the Times Quakers in Pennsylvania emancipate their slaves Albany replaces New York City as capital of New York Russia appoints 1st Jewish censor to censor Hebrew books Dutch East Indies Company dissolves

United Kingdom Forms

1801 The Irish Parliament votes to join the Kingdom of Great Britain, forming the United Kingdom of Great Britain and Ireland

    The dwarf planet Ceres is discovered by Italian monk Giuseppe Piazzi Emperor Gia Long orders all bronze wares of the Tây Sơn Dynasty to be collected and melted into nine cannons for the Royal Citadel in Huế, Vietnam. Haiti gains independence from France (National Day), making it the only state ever founded by former slaves and without slavery Curacao is taken by English (until March, 1816)

Histórico Publicação

1818 Mary Shelley's "Frankenstein or, The Modern Prometheus" is published anonymously by the small London publishing house of Lackington, Hughes, Harding, Mavor, & Jones

    Baron Van der Capellen resigns as governor of Dutch-Indies Dutch Trade Company NHM gets opium monopoly on Java

Histórico Publicação

1831 William Lloyd Garrison publishes 1st issue of abolitionist journal, "The Liberator" publication continued until the 13th Amendment abolished slavery in 1865

    British government demands Falkland islands Curacao census: 2,602 whites, 6,531 free people, 5,894 slaves German Tolunie goes into effect 1st official horse race in South Australia-Adelaide 1st recorded bowling match in US, Knickerbocker Alleys, NYC 1st illustrated weekly magazine in US publishes 1st issue, NYC 1st edition of New Rotterdam's Daily (3x per week) The Cobble Hill Tunnel in Brooklyn is completed Yucatan declares independence from Mexico Michigan is 1st state to abolish capital punishment

Proclamação de Emancipação

1863 Emancipation Proclamation issued by Abraham Lincoln to free slaves in US confederate states

Evento de Interesse

1863 Franz Schubert's "Missa Solemnis," premieres in Leipzig

Evento de Interesse

1869 War of the Triple Alliance: Paraguay's capital Asunción falls to Brazilian forces led by General João de Souza da Fonseca Costa

    Belgium disbands salt tax Moerdijk railway bridge over Hollands Diep, South Holland opens - then longest bridge in Europe

Evento de Interesse

1877 Queen Victoria proclaimed Empress of India

Evento de Interesse

1879 Johannes Brahms' Violin Concerto in D major premieres in Leipzig

Evento de Interesse

1881 Dr John Watson is first introduced to Sherlock Holmes in story written by Arthur Conan Doyle

Compromisso de interesse

1881 Ambrose Bierce is appointed editor of "The Wasp" magazine

    The Rose Parade, then known as the Tournament of Roses, is first held in Pasadena, California Eritrea is consolidated into a colony by the Italian government. French troops occupy Nioro, West-Sudan, 3000 killed King Pakketvaart sails to Neth Indies Ellis Island opens as a US immigration inspection station - it would go on to be the gateway to the US for more than 12 million people 1st US college extension courses for credit, University of Chicago Japan adopts the Gregorian calendar The railway line from Germiston to Pretoria, South Africa, is opened to traffic Denmark adopts Mid-European time Manchester Ship Canal in England opens to traffic South African Amateur Athletic Union is founded in Johannesburg Norway adopts Mid-European time

Evento de Interesse

1895 Aguinaldo became a Freemason, joining Pilar Lodge No. 203, Imus, Cavite

Scientific Descoberta

1896 German physicist Wilhelm Röntgen announces his discovery of x-rays

    1st football game between black colleges-Atlanta U 10, Tuskegee 0 Brooklyn merges with NY to form present City of NY Lightship replaces whistling buoy at mouth of San Francisco Bay Gabriele D'Annunzio's "Sogno d'un mattino di primavera," premieres in Rome Cuba liberated from Spanish rule by the US, American occupation continues till 1902 1st date in John dos Passos' USA trilogy (The 42nd Parallel) Compulsory education in Netherlands goes into effect British protectorates of Northern and Southern Nigeria are established The Commonwealth of Australia is formed when the British (Imperial) Parliament Act, the Commonwealth of Australia Constitution Act 1900, comes into effect Nathan Stubblefield makes 1st public demonstration of radio, Pennsylvania 1st Rose Bowl, Tournament Park, Pasadena, California: Michigan beats Stanford, 49-0 MVP: Neil Snow, Michigan, FB

Real Coroação

1903 In Delhi, a great durbar, or formal reception, marks the coronation of King Edward VII as Emperor of India the British release some 16,000 prisoners in honor of the occasion

Evento de Interesse

1903 President Theodore Roosevelt and Edith Roosevelt unveil new renovations to The White House, including a new West Wing

    Neth Indies colony begins opium production 9 hour work day for diamond miners Dutch law makes driver's license mandatory The poll tax of £1 per head on all adult male inhabitants of Natal, South Africa, except indentured Indians and married Blacks, imposed by the Natal parliament in 1905, becomes payable. US President Theodore Roosevelt shakes a record 8,513 hands in 1 day

Evento de Interesse

1910 British naval officer David Beatty is promoted to rear-admiral

    Belgian Mining law introduces 9½ hour work day South Australia transfers Northern Territory to federal government 1st running of San Francisco's famed "Bay to Breakers" footrace (7.63 miles/12.3 km) first winner Robert Vlught 44:10

Evento de Interesse

1912 Sun Yat-sen forms the Republic of China

    US Post office begins parcel post deliveries Australasian Championships Men's Tennis, Hastings, NZ: Irishman James Cecil Parke beats Alfred Beamish of England 3-6, 6-3, 1-6, 6-1, 7-5 1st scheduled airline flight, St Petersburg-Tampa (Tony Jannus pilot) Klaas ter Laan becomes The Netherlands 1st socialist mayor (Zaandam) Northern & Southern Nigeria united in British colony of Nigeria The St. Petersburg–Tampa Airboat Line becomes the world's first scheduled airline, covering the 18 mile distance 23 minutes. Service ceased after three months. DW Griffith shows "Clansman" at a sneak preview Jews of Laibach Austria expelled 1st issue of "Journal of Negro History" published 1st first blood transfusion using stored and cooled blood is performed

Evento de Interesse

1917 T. E. Lawrence joins the forces of the Arabian sheik Feisal al Husayn, beginning his adventures that will lead him to Damascus by October, 1918

Evento de Interesse

1919 Edsel Ford succeeds his father, Henry Ford, as president of the Ford Motor Company

    British naval officer David Beatty is promoted to full admiral The Belorussian Communist Organisation is founded as a separate party. Vancouver, BC starts driving on the right side of road Coal miners in the Transvaal, South Africa, embark on a strike in response to a wage cut, which quickly escalated into a large-scale revolt against the government, known as the Rand Rebellion. Union of Socialist Soviet Republics established Britain's Railways are grouped into the Big Four: LNER, GWR, SR, and LMSR. Grossdeutsche Volksgemeinschaft/Volkische Block replaces NSDAP Norway's capital Christiania changes name to Oslo Australian cricketer Bill Ponsford becomes the first batsman to score a century in each of his first 2 Tests when he hits 128 against England in the 2nd Test in Melbourne Australia wins by 81 runs Flood in Rhine strikes Cologne Communist uprising in West Java Brooklyn announces release of future Baseball Hall of Fame outfielder Zack Wheat after 18 consecutive seasons with Robins Wheat hits .324 in final season with Philadelphia A's Turkey adopts the Gregorian calendar: December 18, 1926 (Julian), is immediately followed by January 1, 1927 (Gregorian). 1st US air-conditioned office building opens, San Antonio Algemeene Vereeniging Radio Omroep (AVRO) begins broadcasting (Neth) Earl Claus von Stauffenberg promoted to 2nd lieutenant Jurgens & Van den Berg merge with Lever Brothers to form Unilever Jacob Cocey Sr chosen as Mayor of Massillon, Ohio

Histórico Publicação

1932 Rasse und Siedlungshauptamt publishes Himmler's wedding laws

    The United States Post Office Department issues a set of 12 stamps commemorating the 200th anniversary of George Washington's birth. Alcatraz officially becomes a federal prison Federal Deposit Insurance Corp (US bank guarantor) effective International Telecommunication Union established Nazi Germany passes the "Law for the Prevention of Genetically Diseased Offspring". Associated Press inaugurates Wirephoto Eastern Airlines hires Eddie Rickenbacker as GM President Mustapha Kemal Pasha names himself "Ataturk: Father of Turkey" 1st Sugar Bowl: Tulane beats Temple, 20-14 1st Orange Bowl: Bucknell beats Miami (FL), 26-0 1st newspaper to microfilm its current issues, NY Herald Tribune Anastasio Somoza García becomes President of Nicaragua Count Claus von Stauffenberg promoted to captain US Army Air Corps physiological research laboratory completed, Ohio Safety glass in vehicle windscreens becomes mandatory in Great Britain.

Evento de Interesse

1939 Hewlett-Packard is founded by Bill Hewlett and Dave Packard in a garage in Palo Alto, California "the birthplace of Silicon Valley"

Evento de Interesse

1941 Russian general Georgy Zhukov appointed chief of general staff


Talavera (july 28, 1809) the scenario for napoleon's battles

INTRODUCTION
The battle was fought at 27th-28th July 1809 between an Anglo-Spanish force under Wellesley and Cuesta and a French Army under Joseph I the intruder King of Spain. This was the first battle of Wellesley after Vimeiro as well as the first time that he tried co-operate with the Spanish armies. The Spanish General Cuesta has been usually demonized and ridiculed by English-speaking authors, which do no take into account the intricacies of the Spanish high politics of the era, neither the centuries-old feud between Spain and England.
The battle started at nigh of 27th July with a failed attack of Victor against the Cerro Medellin (the key of the Allied position). The main battle was fought the next day and resulted in a bloody repulse of the French army by the English units. The Spanish army played a very small role in the affair. However his tactical success, Wellesley (named Wellington after the battle) was forced to retreat into Portugal because of the threat of Soult Army at this communication lines.

The Order Of Battle used is mainly based on the book:
"History of the Peninsular War. Vol. II: January-September 1809", C. Oman, Greenhills Books
"Talavera 1809". Primera victoria aliada", J.M Rodr guez y D.A. Cueto, Almena Ediciones
For the sequence of events I have used:
"La crisis de una Alianza. La capa a del Tajo de 1809", J.J. Sa udo and L. Stampa, Ministerio de Defensa
"Talavera. Wellington's early Peninsula victories 1808-9". P. Edwards, The Crowood Press

HOUSE RULES
The second edition of Napoleon's Battles edited by Five Forks has been used (including all the optional rules) with some slight modifications fully explained in the Albuera pdf file and in the Home-Rules section:
1) The cavalry scale is also 1/120. To avoid distortions, 2 figures were removed for each 3 casualties .
2) Units of cavalry from 480 men upwards are allowed and units of infantry with less than four elements are also allowed to display under-strength infantry units.
3) Routed units can try to rally without an attached general with an additional '-3' modifier.
4) Divisional batteries are used (with a -1 modifier). The infantry fire is carried out as usual, but the resulting losses are not marked on the target unit, but are only used to cause disorder.
5) C-i-C ratings. Do not use 󈫺” as Response number of the C-i-C’s but use the values assigned to them as Corps Commanders .

TABLE-TOP ADAPTATION

Talavera pdf file
Old map Game table (1) Game table (2)
The battlefield


SPECIFIC RULES OF THE SCENARIO
Dawn attack
The tabletop shows the situation at dawn when Victor’s I Corps assaulted by second time the Cerro Medell n (after a nocturnal repulse). Only units of the I Corps are used and Victor starts as C-i-C and an ad-hoc label is included. If the Cerro Medell n is finally occupied by the French, Joseph/Jourdan will become the French C-i-C thus allowing the use of the rest of the French units.
Afternoon attack
This variant assumes the historical failure of the Victor’s dawn attack to the Cerro Medell n so, before the game starts, mark 3 hits each on the French 1B/I/1 y 2B/I/1, 2 hits each on the French 3B/I/1 and British 1B/2 and 1 hit on the British 2B/2. Joseph/Jourdan is the French C-i-C (see 4.4.1 below) and all the French units can be used. Spanish units 5S, 2SC and S (Sp 12#) are transferred to Wellington direct command for the rest of the battle.
King Joseph I
King Joseph I always tended to interfere with Jourdan his Chief of Staff. At the start of every French Command step (if Joseph/Jourdan is the C-i-C) roll one die. If 𔄝-10” is rolled Jourdan is in command (18”A(6/10)+0). If 𔄙-4” is rolled, Joseph is in the middle (9”A(5/10)+0).
Use of the French Cavalry
Joseph insisted on holding back most of the French cavalry for a later pursuit. When it is desired to move French cavalry into combat roll a die against the Cavalry unit’s response number. If lesser or equal, the cavalry unit can be moved into combat. This rule is not applicable to Victor’s I Corps cavalry or when Victor is the C-i-C
The French Reserves
The French Reserves (MR and RG) are around two full march column infantry moves from table area. To call in the Reserves (1) Joseph must be the French C-i-C and (2) a die must be rolled against his Response number (5): if lesser the Reserves can be called and could appear during or after the following French turn (Use the OR 13.8.2 rule for Varying Time Arrivals).
The dried ditch
Any Cavalry unit passing through the dried ditch at C2 must make a Cavalry recall test. If the test is unsuccessful the unit is immediately disordered. Anyway, the intended movement must be finished..

VICTORY POINTS
Talavera is a standard defensive scenario. The town of Talavera is worth 7.5%, the Pajar de Vergara Redoubt 18%, the Cerro Medell n 40%, the Cerro Cascajal 26% and the A5 road end (leading to Madrid) 7.5%.


12 December &ndash raised for Dutch service

25 December - 2nd Battalion raised at Liverpool

24 December &ndash 2nd Battalion disbanded at Winchester.

William Frederick, Duke of Gloucester, K.G.

Sir George Nugent, Bart. K.B.

Stations and Combats &ndash 1st Battalion

Canada - New Brunswick Nova Scotia

January &ndash arrived Barbados February &ndash invasion of Martinique April &ndash St. Lucia, Guadeloupe October &ndash defence of Guadeloupe

Fit men drafted into 9th Foot to England July &ndash Portsmouth to Warwickshire to recruit

February &ndash to Ireland Waterford May &ndash Kilkenny December &ndash Bantry Bay to oppose French landing

January &ndash Kilkenny April &ndash Loughlinstown

January &ndash Nenagh Galway Irish rebellion Laughlins Huts 27 August &ndash combat at Castlebar December &ndash Moate Athlone

June &ndash Cork to Canada 14 October &ndash arrived Quebec received drafts from 3/60th Foot

Quebec Montreal Kingston St. Johns

Quebec June &ndash to England 7 September &ndash arrived Portsmouth Deal received drafts from 2nd battalion October &ndash Dover Castle

January &ndash Deal April &ndash to Gibraltar 2 June - Gibraltar

Gibraltar Cueta Cadiz Lisbon Cadiz Lisbon 6 August &ndash joined Peninsula Army ROLICA VIMIERO

CORUNNA February - to England received drafts from 2nd battalion July &ndash to Walcheren December &ndash arrived England

August &ndash Dover to Ireland Cork Kinsale

Cork Kinsale October &ndash to Peninsula 28 October &ndash disembarked 15 November &ndash received 400 drafts from 2nd battalion

VITTORIA PYRENEES Heights of Echelar Bidassoa NIVELLE Nive

Hastingues Oyergave ORTHEZ Garonne Dordogne 5 May &ndash embarked Bordeaux July &ndash arrived Canada NIAGARA Fort Erie

July &ndash embarked Canada 10 August &ndash arrived Ostend Ghent Paris Army of Occupation

Stations and Combats &ndash 2nd Battalion

25 December - raised at Liverpool from Lancashire recruits as limited service battalion

Deal provided drafts to 1st battalion

England provided drafts to 1st battalion

Jersey sent 400 men to 1st battalion in Peninsula

24 December &ndash disbanded at Winchester.

Careers of Senior Officers (shown as highest rank attained in regiment in the period)

Lieutenant-Colonel in 6th Foot c.1790 (?) brevet Colonel 17 September 1793 Brigadier-General in West Indies 1794.

Lt. Col. Colin Campbell

Major in 35th Foot April 1789 Transferred to 81st Foot brevet Lieutenant-Colonel 1 March 1794 Lieutenant-Colonel in 6th Foot 29 April 1795 (on transfer from 81st Foot) brevet Colonel 1 January 1798 commanded 1/6th Foot 1795 to 1798 Brigadier-General in Leeward Islands May 1799 subsequently Major-General 1 January 1805 Lieutenant-General 4 June 1811 Lieutenant-Governor of Gibraltar in 1812.

Lt. Col. William Frederick McBean

Born c.1768 Major in 6th Foot 2 September 1795 brevet Lieutenant-Colonel 1 January 1800 Lieutenant-Colonel 14 September 1804 commanded 2/6th Foot 1804 to 1808 retired May 1808 died 1821.

Lt. Col. Barnard Foord Bowes

Born Yorkshire 1769 Major in 85th Foot 1796 Lieutenant-Colonel in 6th Foot 1 December 1796 (on transfer from 85th Foot) commanded 1/6th Foot in Ireland 1798 Brevet Colonel 1 January 1805 served in Peninsula August 1808 to January 1809 as commander 4th Brigade subsequently Major-General 25 July 1810 and again in Peninsula February to June 1812 as brigade commander in 4th and 6th Divisions killed in action 24 June 1812 at Salamanca forts. See fuller biography aqui .

Lt. Col. Alexander MacGregor Murray

Major in Clanalpine Fencibles 12 September 1800 (on transfer from 90th Foot) Lieutenant-Colonel in 6th Foot 24 April 1808 (on transfer from 67th Foot) commanded 2/6th Foot 1808 to 1812 exchanged to 4th Ceylon Regiment 17 September 1812.

Major in 52nd Foot 13 December 1803 Lieutenant-Colonel in 52nd Foot 8 September 1808 served in Peninsula with 52nd Foot August to October 1808 Lieutenant-Colonel in 6th Foot 14 December 1808 commanded 1/6th Foot in Peninsula November 1812 to February 1813 died in Lisbon 26 February 1813.

Major John Gardiner, C.B.

Major in 9th Garrison Battalion 1806 transferred to 6th Foot 28 May 1807 Assistant Adjutant-General at Walcheren 1809 brevet Lieutenant-Colonel 29 October 1809 served in Peninsula with 1/6th Foot October to November 1813 commanded a brigade in 7th Division November 1813 to April 1814 brevet Colonel 12 August 1819 Assistant Adjutant-General at Horse Guards 1820 died 1851.

Lt. Col. Archibald Campbell, C.B.

Major in 84th Foot 14 February 1807 transferred to 4th Ceylon Regiment 8 March 1810 brevet Lieutenant-Colonel 8 June 1810 Lieutenant-Colonel in 6th Foot 17 September 1812 (exchanged with Murray) served in Peninsula September 1812 to May 1814 commanded 1/6th Foot at Vittoria brevet Colonel 12 August 1819.

Major in 6th Foot 14 September 1804 served in Peninsula with 1/6th Foot August 1808 to February 1809 with 2nd Battalion of Detachments March to April 1809 brevet Lieutenant-Colonel 4 June 1811 and again in Peninsula November 1812 to May 1813 Lieutenant-Colonel 18 March 1813 commanded 1/6th Foot in Peninsula February to May 1813 transferred to 12th Foot 11 January 1816 retired 24 December 1818.

Born Ireland 1773 Major in 6th Foot 23 November 1804 (on transfer from 54th Foot) served with both battalions but never in Peninsula brevet Lieutenant-Colonel 4 June 1811 retired 11 February 1812.

Major Sir Guy Campbell, Bart. C.B.

Born Scotland 1786 &ndash son of Lieutenant-General Colin Campbell served in Peninsula with 1/6th Foot August 1808 to January 1809 and again in Peninsula March to October 1813 Major 1 April 1813 wounded in Pyrenees 2 August 1813 brevet Lieutenant-Colonel 26 August 1813 Assistant Adjutant-General at Waterloo on half-pay 1820 died Dublin 1849.

Captain Hugh Maurice Scott

Born Coventry 1779 Captain in 6th Foot 27 January 1799 served in Peninsula with 1/6th Foot August 1808 to January 1809 served in Walcheren 1809 brevet Major 4 June 1811 and again in Peninsula November 1812 to April 1814 brevet Lieutenant-Colonel 26 August 1813 commanded advanced guard of 7th Division 1813 commanded 1/6th Foot at Orthez Major 26 December 1816 (after 18 years a Captain!) died Bombay 1827.

Major in 6th Foot 18 May 1809 brevet Lieutenant-Colonel 26 August 1813 never served in Peninsula probably with 2nd battalion - shown as on detached duties in many Army Lists.

War Office. Army Lists 1796 to 1815. London: various years.

Cannon, Richard. Historical Record of the Sixth or Royal First Warwickshire Regiment of Foot. London: William Clowes & Son, 1839.

Westlake, Ray. English & Welsh Infantry Regiments - An Illustrated Record of Service 1662-1994. Staplehurst: Spellmount, 2002.

McKenna, Michael G. The British Army &ndash And Its Regiments and Battalions. West Chester , Ohio: The Nafziger Collection. 2004.

Fletcher, Ian. Wellington&rsquos Regiments. Staplehurst: Spellmount, 1994.

Park, S.J. and Nafziger, G.F. The British Miltary &ndash Its System and Organization 1803-1815. Cambridge, Ontario: Rafm Co. Inc. 1983.

Philippart, John. The Royal Military Calendar, or Army Service and Commission Book. London: A.J. Valpy, 1820.

Hall, John A. A History of the Peninsular War: Volume VIII &ndash The Biographical Dictionary of British Officers Killed and Wounded 1808-1814. London: Greenhill Books, 1998.


From James Smith

Feeling confident, that on any subject of national concern, every Citizen may address your Excellency, with equal Expectations of an attentive regard I have taken the Liberty, on this occasion, to submit to your consideration A Plan, which I have devised, to preserve & distribute the genuine vaccine Matter &, which if supported, by any authority adequate to the importance of the Subject, would I flatter myself serve, in no small degree, to check the present progress of the Small Pox among us and, finally, assist to extirpate it, entirely, from out of our happy Country.

It is a subject of deep regret, which I am sure has not escaped your Sympathy, that so many valuable Lives, as have lately been destroyed by the Small Pox, should still be known, to fall victims to a loathsome disease, which can now be prevented, with so much certainty.

In the City and Liberties of Philadelphia, from the 1st. of January 1808, to the 1st. of January 1809, One hundred and forty one persons are stated, by the board of health, to have died of the Small Pox!! In the District of Columbia, this disease has been, also, for some time past, very generally prevalent and many persons, I am informed, have died of it, both in Alexandria and George Town! From these places, this Pestilence has been carried, into many parts of the United States, Where the danger from it has been much encreased, by the difficulty experienced, in obtaining a supply of the only remedy capable of opposing it. In many districts in virginia also, a very fatal Species of Small Pox is now epidemic, and it has been introduced & is at this time progressing, in an alarming Manner, through various parts of Maryland. Now unless some effectual check to it can be devised, in due Season much injury, it is feared, may be yet sustained, before the heat of the present Summer Subsides.

My own circumscribed experience, if no better proof could be offered, has, on several Occasions, evinced that in a City, as populous as this is, the progress of the Small Pox can be, easily, checked by the Vaccine, at any Season of the year, with a little industry. The difficulty, therefore, it is presumed, would be much less, to accomplish the same object, in an open Country or in any small town. This Evidence, then, should encourage us to beleive, that the very Existence of this Pestilence, within the limits of our Country, may be entirely destroyed if the Confidence of the people can be preserved, and sufficient attention is paid, to keep up a free , and general distribution of the vaccine Matter among them.

With a small supply of this Matter, & the aid of such directions, as I daily give from this Institution, I have often witnessed, with great Satisfaction, how easy it was for private Gentlemen, who could not, conveniently, get a physician for that purpose, to secure themselves and their families from the Small Pox without either trouble, expence or danger and, I have no hesitation to give it as my opinion, that, with proper directions, this important Object can be safely accomplished, by any intelligent Person, with less difficulty, & much greater certainty, than any one could cure a single Case of fever & ague, with the best directions, of the most skilful Physician.

Should not, therefore, a free & enlightened people with a Government so deeply interested in promoting the common weal as this is be fully secured in the constant enjoyment of this singular Gift of Providence on which not only the health, but the Lives of so many Citizens are at Stake?

It is well known, that in populous Cities only, an uninterrupted supply of fresh vaccine Matter can be kept up, with certainty, in any considerable quantity. It was, partly, from this circumstance, that I was induced, to establish an institution, for the preservation of the vaccine Matter , in this City. It has now been in successful operation, ever since the spring of 1802 but being, unfortunately, independent of public patronage, it has never been in my power to distribute the Matter, as generally, as I wished. Medical Gentlemen in Washington, however, have often received fresh Matter from this Institution, when it was wanted for the United States use and, it would be very easy for me, to bring forward Satisfactory proof, of the many Advantages, which the Citizens, of this and the adjacent States, have derived from it when this invaluable Article could not have been obtained, from any other convenient Source.

As this Institution is, therefore, so well known and is at the same time, sufficiently, contiguous to Washington I am encouraged to make the proposal, in full confidence, that, I will have it in my power, to keep up a constant supply of fresh matter & that, I can always forward it, to the seat of the general Government, by return of Post, whenever it may be required.

Altho’, my Plan, however, is cheifly intended, to supply good Matter, for the use of the government yet at the same time, to be more extensively beneficial to the community, it is so enlarged, as to embrace the demands of any Citizen, or transient Resident of the District of Columbia. And, inasmuch as, a constant intercourse is kept up, from this district, to every other part of the Country this invaluable Remedy may be thus distributed, with facility, to a great Extent—diverging, as it were from the Centre, through the Medium of the post office establishment, into every part of the United States, where it might be most wanted. Similar Institutions may, hereafter perhaps, be established in each of the states respectively, so that no further Expence, than may be necessary to engage the time and services, only, of one Competent individual, will be sufficient, to secure, with the utmost convenience, the whole of the Inhabitants of any one State at all times, from the Many Calamities, which are yet, so distressingly, occasioned by the Small Pox.

My Plan may be pretty fully comprehended from the three following Propositions.

The vaccine Institution, which I now conduct in this City, shall be offered for the public Service and be in future conducted, under the Patronage and Authority of the government of the United States.

I will engage, for a period of fourteen years, that the genuine Vaccine Matter shall be furnished, at all times, from this Institution, to any Surgeon or Surgeons Mate, in the service of the United States or to any Person, applying for the Same by Post, from the District of Columbia, free of any Expence , postage having been paid. Whenever required, sufficient directions, also, shall accompany each portion of the Matter so as to put it, in the power of any intelligent person, to use it, with safety, & to conduct the whole process of vaccination, without danger and with every Certainty of Success.

The whole Expence of the Institution to the government shall not exceed four thousand dollars per Annum. A Sum which including all expences of house Rent, printing Stationary &ca. will I conceive enable me to procure sufficient supplies of fresh Matter by devoting my time principally to vaccinate such persons as could not otherwise have the aid of a Physician for that purpose. Ample Security shall be given that the great object of preserving the Matter and every other engagement entered into shall be fully accomplished as long as the Expences of the Institution continue to be paid by the United States.

At the late extra Session of the Legislature of this State, I offered to them a Plan, similar to this, for the benefit of the Citizens of Maryland. It was received, by the house of Delegates, with an almost unanimous Vote of Approbation, greatly, indeed, exceeding my Expectations and they gave me every encouragement to beleive, that if I would undertake it, at present for a Small Sum, until the object of it could be comprehended by the people my Plan should be adopted, in its full extent, at another Session: and that I should be fully remunerated for all my trouble and expence. A majority of the senate, however, did not think it expedient, to incur such expences, at this time, as would have been necessary to carry my Plan into effect and I was unable to undertake it, without their concurrence in the Views of the House of Delegates. I enclose you a copy of all the proceedings of the Legislature of Maryland on this Subject as well as all the recommendations, which accompanied my Application to them.1 As these Papers are of consequence to me, I hope you will have the Goodness to return them to me, when convenient or put them into the hands of our much respected Representative from this City, The Honorable A: McKim Esqr.,2 who will take charge of them for me & to whom also I have written on the Subject of this Letter.

If this attempt, to be of some service to my Country, should be so fortunate, as to meet with your Approbation I will hold my self, in readiness to give every further Explanation of my views, that may be necessary or Satisfactory to you. But, having failed once already, it is not my wish again to offer my Plan to the Public, at this time unless, I am induced to propose it, with the encouragement of your friendly advice. I have the honor to be with Sentiments of the most sincere Respect your most obedient & humble servant

1 Dr. James Smith received a quantity of smallpox vaccine in 1801 and promoted a “vaccine depot for the benefit of the poorer classes” in Baltimore. On 6 Jan. 1810 the Maryland legislature granted Dr. Smith and his colleagues the right to conduct a fund-raising lottery to establish a free vaccine inoculation center. An earlier bill to subsidize vaccinations had failed in the Maryland Senate (J. Thomas Scharf, History of Baltimore City and County [1881 2 vols. Baltimore, 1971 reprint], 2:734 and n. 3 Laws of Maryland … [Annapolis, 1810], chap. 123). Perhaps Smith enclosed pending legislation.

2 Alexander McKim was active in efforts to combat yellow fever and served on a committee of health during the 1794 epidemic in Baltimore. In 1809 he was a Republican serving in the Maryland Senate (Scharf, History of Baltimore , 2:733 BDC description begins Biographical Directory of the American Congress, 1774–1971 (Washington, 1971). description ends , p. 1383).


Sensitive Collections Statement

The Ohio History Connection Collections are comprised of many culturally significant materials. Some were created to be private or confidential and are now accessible as part of the historical record. Some contain offensive images, language or content which reflect the creators’ views or those of the period in which they were created, written or recorded. Many are not appropriate by today’s standards of respectful expression and actions. They serve as reminders of the importance of increased cultural competency, inclusion and equity.

We recognize our past role in promoting these perspectives, and we are working to ensure that the histories we preserve and interpret today encompass the experiences of all those who have called Ohio home. There is much work yet to do. Please view our new strategic plan to see where we are headed.

Please note that as part of our commitment to presenting American Indian perspectives, the Ohio History Connection complies with the directives of authorized tribal representatives regarding the public presentation of images and information from their ancestral communities. We do this in accordance with federal law and our American Indian Policy.


Assista o vídeo: Турнир святого Георгия 2017: Первый раунд сшибок (Outubro 2021).