Notícia

Torre da Donzela

Torre da Donzela

Maiden Tower, traduzido do nome azeri de Qiz Qalasi, é uma icônica torre cilíndrica de oito andares na cidade velha de Baku, no Azerbaijão.

Acredita-se que a base da Torre da Donzela remonta ao século 6 ou 7, enquanto as partes mais altas e a adição que se projeta da torre foram construídas por volta do século 12.

Medindo 29,5 metros de altura e 16,5 metros de diâmetro, a Maiden Tower provavelmente serviu inicialmente como um templo do fogo em sua primeira encarnação antes de se tornar uma fortificação no século XII. Uma inscrição na torre onde se lê ‘Kubey Mesud ibn Da’ud’, que se acredita ter desenhado a Torre Redonda Mardakan, levou historiadores a acreditar que este era o nome do arquiteto da Torre da Donzela.

Hoje a Maiden Tower, que é um Patrimônio Mundial da UNESCO, está aberta ao público. Os visitantes podem subir as suas escadarias, algumas originais e outras modernas, para ver as suas exposições de fotografias antigas e terminar no seu observatório, com magníficas vistas sobre a cidade.


Torre da Donzela - História

Nossos editores irão revisar o que você enviou e determinar se o artigo deve ser revisado.

Baku, Azerbaijani Bakı, cidade, capital do Azerbaijão. Encontra-se na costa ocidental do Mar Cáspio e no lado sul da Península de Abşeron, em torno da ampla curva da Baía de Baku. A baía, protegida pelas ilhas do Arquipélago de Baku, oferece o melhor porto do Cáspio, enquanto a Península de Abşeron oferece proteção contra os ventos violentos do norte. O nome Baku é possivelmente uma contração do persa kube ruim (“Soprado pelos ventos da montanha”). Baku deriva sua importância de sua indústria de petróleo e de suas funções administrativas.

A primeira referência histórica a Baku data de 885 dC, embora as evidências arqueológicas indiquem um assentamento ali vários séculos antes de Cristo. No século 11 dC, Baku estava na posse dos Shīrvān-Shāhs, que a tornaram sua capital no século 12, embora por um período nos séculos 13 e 14 tenha ficado sob o domínio dos mongóis. Em 1723, Pedro I (o Grande) capturou Baku, mas foi devolvido à Pérsia em 1735, a Rússia finalmente capturou-o em 1806. Em 1920, Baku tornou-se capital da república do Azerbaijão.

O centro da atual Baku é a cidade velha, ou fortaleza, de Icheri-Shekher. A maioria das paredes, reforçadas após a conquista russa em 1806, sobreviveu, assim como a torre de Kyz-Kalasy de 90 pés (27 metros) (Torre da Donzela, século 12). A cidade velha é muito pitoresca, com seu labirinto de vielas estreitas e edifícios antigos. Estes incluem o Palácio dos Shīrvān-Shāhs (agora um museu), cuja parte mais antiga data do século XI. Também do século 11 é o Minarete e Mesquita Synyk-Kala (1078–79). Outros edifícios históricos notáveis ​​são o tribunal (Divan-Khan), o Minarete Dzhuma-Mechet e o mausoléu do astrônomo Seida Bakuvi. A cidade murada, junto com o Palácio dos Shīrvān-Shāhs e a Torre da Donzela, foram designados coletivamente como Patrimônio Mundial da UNESCO em 2000.

Em torno das paredes da fortaleza, as ruas regulares e os edifícios imponentes da moderna Baku erguem-se nas encostas do anfiteatro de colinas que cercam a baía. Ao longo da orla um parque atraente foi projetado. A maioria das plantas industriais está localizada nas extremidades leste e sudoeste da cidade. A Grande Baku, dividida em 11 distritos, abrange quase toda a Península de Abşeron, bem como ilhas na ponta da península e outra construída sobre palafitas no Mar Cáspio, a 60 milhas (100 km) de Baku.

A base da economia de Baku é o petróleo. A presença de óleo é conhecida desde a antiguidade e, no século XV, o óleo para lâmpadas era obtido de poços superficiais. A exploração comercial moderna começou em 1872. O campo de petróleo de Baku no início do século 20 era o maior do mundo e permaneceu o maior campo no que era então a União Soviética até a década de 1940. No final do século 20, muitas das reservas facilmente extraíveis haviam sido exauridas, a perfuração foi posteriormente estendida para o subsolo e para fora da Península de Abşeron e para o fundo do mar. Depois que o Azerbaijão se tornou independente, empresas estrangeiras foram contratadas para explorar outros locais potencialmente lucrativos e desenvolvê-los, e novas refinarias foram estabelecidas. Muitas torres estão no golfo de frente para a cidade. A maioria dos municípios subordinados são centros de perfuração, ligados por uma rede de oleodutos às refinarias e plantas de processamento locais. De Baku, o petróleo é canalizado para Batumi, no Mar Negro, ou enviado por um navio-tanque para o outro lado do Cáspio e para o rio Volga. Além do processamento de petróleo, Baku é um grande centro de produção de equipamentos para a indústria do petróleo. A metalurgia, construção e reparo naval, fabricação de maquinário elétrico, produção de produtos químicos e materiais de construção e processamento de alimentos também contribuem para a economia local.

Baku é também um importante centro cultural e educacional. É o local da Baku State University (fundada em 1919), da Khazar University (1991) e da Azerbaijan Technical University (1950). Também existem várias outras instituições de ensino superior, incluindo uma especializada na indústria do petróleo. A Academia de Ciências do Azerbaijão compreende vários estabelecimentos de pesquisa científica. Os museus incluem o State Art Museum (fundado em 1924), bem como coleções dedicadas à educação, história e literatura. Existem também vários teatros. Um aeroporto internacional está localizado a sudeste da cidade. Os azerbaijanos são o grupo étnico dominante, mas também há um grande número de russos. Baku é a cidade natal de Lev Davidovich Landau, vencedor do Prêmio Nobel de Física de 1962. Pop. (2015 est.) 1.229.100.


A História da Torre da Donzela em 60 segundos

Quando chega a noite em Istambul, a Torre da Donzela é iluminada por um brilho dourado que se reflete na superfície do famoso Estreito de Bósforo. Um dos marcos mais bonitos de Istambul, a história da torre remonta ao período medieval bizantino e também está sujeita a lendas que explicam sua localização remota em uma pequena ilha na água.

Também conhecida como Torre do Leandro, devido à sua associação com a lenda do Herói e Leandro, a Torre da Donzela de Istambul fica em uma pequena ilhota na costa do bairro de Üsküdar, em Istambul. Acredita-se que a estrutura histórica foi construída por volta de 1110, quando o imperador bizantino, Alexius Comnenus, construiu uma torre de madeira ao lado de uma parede de pedra protetora. Quando os otomanos conquistaram Constantinopla em 1453, a torre foi ocupada por uma guarnição bizantina antes que os turcos otomanos a usassem como torre de vigia durante o reinado de Mehmed, o conquistador. A Torre da Donzela também está associada à lenda de um imperador que foi informado por um oráculo que sua amada filha morreria de uma picada de cobra em seu aniversário de dezoito anos. O imperador então mandou sua filha para a torre para protegê-la da profecia, porém, em seu aniversário de dezoito anos, uma cesta composta de frutas suculentas que seu pai lhe deu de presente tinha uma áspide venenosa escondida dentro e a princesa morreu, como previsto pelo oráculo.

A torre foi fortemente danificada durante o terramoto de 1509 e um incêndio em 1721, altura em que estava a ser utilizada como farol e, portanto, foi restaurada com a utilização de pedra para aumentar a sua robustez. De 1829 em diante, a torre serviu como estação de quarentena antes de ser restaurada pelo Sultão Mahmud II e mais tarde pela autoridade portuária em 1945. Em 1998, a torre passou por outra restauração necessária devido ao filme de James Bond, O mundo não é o Bastante, estava na cidade. Após o devastador terremoto de 1999, suportes de aço também foram adicionados à torre para protegê-la de quaisquer novos desastres naturais. Hoje em dia, a torre possui um café e um restaurante no seu interior, ambos com vistas deslumbrantes sobre a cidade e as suas duas faces. Os hóspedes podem pegar barcos particulares para a ilhota e desfrutar de um dia no Bósforo.


Torre da Donzela - História

A Torre da Donzela (turco: Kız Kulesi) é um dos pontos essenciais no horizonte do Bósforo.

12:00 – 19:00
Terça - domingo

A Torre da Donzela (Kız Kulesi) é uma característica distintiva do horizonte do Bósforo. Construída em uma pequena ilha localizada a cerca de 200m da costa de Üsküdar, a torre é o principal objeto de muitas lendas.

Entre elas está a lenda de Leander, da qual a torre recebeu um de seus nomes (Torre de Leandro). A história de Leandro e Herói Herói era uma sacerdotisa que vivia na orla dos Dardanelos. Leander, um jovem que vivia do outro lado do estreito, se apaixonou por Hero. Todas as noites ele nadava pelo mar para estar com ela. Por seu lado, o herói tamparia uma lâmpada para guiá-lo. Em uma noite de tempestade, Leander viu uma luz que pensou ser a lâmpada de Hero e nadou para a reta. No entanto, não foi Hero, mas seu pai, que descobriu seu relacionamento e, em seu ciúme, apagou a luz. Leander se perdeu e se afogou nas ondas. Quando Hero descobriu sua morte, ela se atirou para a própria morte do topo da torre. No final, a torre foi transformada em um farol em homenagem ao seu amor.

A lenda mais popular, porém, é sobre um sultão e sua filha. Um oráculo profetizou que a filha do sultão seria morta por uma picada de cobra em seu aniversário de 18 anos. O sultão decidiu protegê-la deste infortúnio e mandou construir a torre no meio do Bósforo, onde foi colocada para viver a sua vida em segredo e protecção.

Finalmente, em seu aniversário de 18 anos, o sultão trouxe uma cesta de frutas como presente de aniversário, sem saber da cobra escondida dentro dela. Ao alcançar a cesta, a princesa foi mordida pela cobra e morreu nos braços de seu pai, conforme previsto pelo oráculo. Referindo-se a esta lenda, a torre recebeu este nome: Torre da Donzela.


A história do amor verdadeiro: Torre da Donzela

o Torre de Maiden, que mantém a história do amor verdadeiro é o maior e mais curioso monumento de Baku. Ele está localizado na parte histórica da cidade - o Inner City. o Torre de Maiden, um símbolo brilhante da arquitetura do Azerbaijão, é a principal atração da capital. Este monumento representa um século inteiro e atrai a atenção de turistas de todo o mundo.

Um pouco de lenda

Um misterioso Torre de Maiden está cheio de lendas interessantes. A maioria deles está relacionada ao significado da palavra & quotMaid & quot. No entanto, a mais bela e popular das lendas diz: & quotO xá se apaixonou pela filha e decidiu se casar com ela ”. Horrorizada com o futuro casamento com o pai e querendo dissuadi-lo, a filha pediu-lhe que construísse uma torre e depois se casasse com ela. Quando ficou pronto, a garota escalou a torre e correu para o mar.

Torre da Donzela em Baku

Sobre a torre

A construção do Torre, de cima, lembra a forma de Buta, que, desde os tempos antigos, foi um símbolo universal de fogo, luz e sol. Além disso, quatro das oito janelas da torre estão localizadas de tal forma que no dia 22 de dezembro, no dia do solstício de inverno, os raios de sol que passam por elas iluminam a torre por dentro.

A altura do Torre de Maiden na parte norte atinge 28 me na parte sul - 31 m, enquanto a espessura das paredes é de 5 m na base e 4 m no topo. Todos os oito andares da torre são separados uns dos outros pelo deck de pedra e conectados por escadas.

Numerologia fascinante

Como já observamos, a altura do Torre de Maiden no lado sul é de 28 metros. Curiosamente, existem muitas & quotcoincidências & quot em Icheri Sheher com o número & quot28 & quot. O fato de o Mar Cáspio estar 28 metros abaixo do nível do oceano mundial, há 28 bairros no território de Icheri Sheher, dá um significado simbólico a este número. De uma vista aérea, a Torre da Donzela assemelha-se à forma dos números & quot9 & quot ou & quot6 & quot. Juntos, eles formam um conceito muito conhecido de & quotYin-Yang & quot.

Icherisheher (cidade velha), Baku

Um tour virtual pela torre

No primeiro andar do Torre de Maiden, por trás do vidro, podem-se ver pratos e colheres velhos, bem como jarros e outros utensílios descobertos durante as escavações arqueológicas, que, claro, perderam o seu aspecto original.

O segundo andar nos fala sobre os supostos objetivos da construção do Torre de Maiden. Existem três deles - defensivo, religioso e científico. No terceiro andar, há uma maquete do Torre de Maiden, no meio de um corredor e um poço. Os pesquisadores encontraram uma loiça de barro no fundo, como prova de que o poço era usado para beber água. O quarto andar impressiona com seu equipamento moderno, como um grande mapa eletrônico do Cidade Velha com maquetes imponentes de pontos turísticos.

As principais exibições do quinto andar são e-books. Eles se parecem muito com os reais, mas as páginas viram automaticamente quando você as toca. O sexto andar nos mostra com todos os tipos de armas, cópias e adagas. No meio do sétimo andar, é possível ver o dispositivo que gera uma fumaça, sobre a qual é projetada a imagem do fogo.

No topo do Torre de Maiden, isto história de amor verdadeiro chega ao fim. Espero que você aproveite o verdadeiro passeio por este lugar incrível.

O autor

Aydan Isayeva

Olá. Meu nome é Aydan, do Azerbaijão. Gosto de livros, esporte, música, arte e viagens. Você só vai se apaixonar pelo meu país lendo minhas histórias!


O mistério da torre da donzela

A Torre da Donzela é um marco histórico de Baku, um símbolo muito querido da cidade e do Azerbaijão. Ele parece escuro e enigmático, olhando para o mar da extremidade sul da velha cidade murada de Baku & acutes, Icheri Sheher. As origens da torre estão envoltas em mistério - ninguém sabe ao certo quando foi construída ou para que foi construída, ou mesmo como ela adquiriu o nome de Torre da Donzela (Qiz qalasi). Nenhuma fonte escrita sobreviveu que registre sua construção ou função original.

A historiadora de Baku Sara Ashurbayli calculou que a torre deve ter sido construída nos séculos 4 a 6 DC. A razão disso era a construção incomum da torre, a diferença entre a pedra usada na torre e a pedra da cidade medieval que a cercava e as várias lendas sobre a Torre da Donzela.

Outro grupo de pesquisadores acredita que a torre foi construída no século XI. O motivo é a inscrição de 14 metros de altura na parede sul da torre, onde se lê Qubbeye Masud ibn Davud em escrita árabe antiga. O epigrafista Mashadikhanim Nemat estudou a inscrição e explicou a palavra qübbə como qüllə ou torre, então Masud ibn Davud teria sido o arquiteto da torre e rsquos. Acredita-se que o arquiteto da Torre Mardakan do século 14, Abdulmajid ibn Masud, seja seu descendente.

No entanto, ao contrário da inscrição da Torre Mardakan e outra inscrição na Torre Sabayil na baía de Baku, a placa da Torre Maiden não inclui as palavras Amale ustad ou Amale memar (construtor ou arquiteto), antes de Qubbeye Masud ibn Davud. Portanto, a inscrição não se refere necessariamente ao arquiteto da torre. A localização da pedra de inscrição, no alto da torre, implica que ela foi colocada ali acidentalmente ou pelo menos não pelo projeto do arquiteto. As inscrições são geralmente posicionadas de forma que possam ser lidas pelos transeuntes, mas a inscrição da Torre da Donzela é muito alta para ser vista facilmente.

O historiador Bretanitskiy mescla as duas vistas e diz que a torre foi construída em duas fases: nos séculos 5 a 6 e no século 12. Veliyev relaciona a história da torre com o zoroastrismo e a adoração do fogo, enquanto o poeta azerbaijano Samad Vurgun escreveu em sua Epos de Baku dos anos 1960 que a torre foi construída há 800 anos.

Templo, observatório, torre de vigia?

A estrutura da torre leva alguns estudiosos a datá-la de tempos mais antigos. Eles conectam a Torre da Donzela com o Zoroastrismo e as deusas Mitra e Anahita. A torre pode ter sido um templo zoroastriano, construído sob a influência das torres dos templos Caspiana e Midiya, parte da antiga cidade do fogo Ateshi Baquan, que ficava em meio aos incêndios naturais na costa do Cáspio.
O arquiteto N. Rzayev escreve que as tribos Bakan ou Bakhan viviam perto de Baku nos tempos antigos. Bak ou bakh significa olhar ou observar. Rzayev afirma que Baku é o nome dado pela população local a uma torre em forma de colina, Bak-i, a Torre da Donzela, que era usada como torre de vigia. Alguns estudiosos pensam que as torres de vigia foram construídas no Azerbaijão, semelhantes às da Europa, e que a torre Bak-i era uma dessas torres de vigia defensiva.

Outros estudiosos acreditam que a torre foi construída junto com as muralhas da fortaleza de Baku na Idade Média e faz parte das fortificações defensivas da cidade.

Mais recentemente, as características incomuns da torre levaram os arqueólogos a concluir que ela foi usada como um observatório no século XII. O professor Ahmadov acredita que as 30 protuberâncias de pedra talhada na parte inferior da torre e as 31 protuberâncias da parte superior, ligadas por um cinturão de pedra, podem estar relacionadas aos dias do mês. Ele diz que é possível observar o céu, estrelas e constelações.

Quebra-cabeças de construção

A Torre da Donzela foi construída em forma de cilindro perto da costa do Mar Cáspio. Uma construção, semelhante a um contraforte, sobressai da torre cilíndrica do lado do mar. A torre atinge uma altura de 29,5 metros e um diâmetro de 16,5 metros. As paredes do térreo têm cinco metros de espessura. O interior foi dividido em oito pisos e cada piso possui um tecto em cúpula em pedra talhada, com um orifício redondo a meio do tecto. Os orifícios são alinhados, portanto, se você estiver no oitavo andar, poderá olhar para baixo através de todos os orifícios do teto (ou poderia olhar se eles não tivessem sido preenchidos). Existem fendas na secção sul e sudeste da parede que permitem a observação do mar e também a ventilação da torre. A única entrada da torre está no lado oeste e está dois metros acima do nível do solo e 1,1 metros de largura. A altura do rés-do-chão é de três metros e a altura média dos restantes pisos é de 2,5 metros. À excepção do rés-do-chão, os pisos estão ligados por uma escada de pedra na parede sudeste. A única maneira de chegar ao primeiro andar do térreo é por meio de uma escada ou corda através do buraco central do teto. Costumava haver poços do lado de fora da porta, mas agora eles foram preenchidos e asfaltados para facilitar o acesso à torre. Quando a torre foi construída pela primeira vez, as pessoas tiveram que negociar para contornar os poços, subir até a porta por meio de uma escada ou corda, passar pela porta para o andar térreo e, em seguida, subir uma escada ou corda para chegar aos outros andares.

Escavações arqueológicas foram feitas no andar térreo da torre em 1962-63. As escavações revelaram que a torre foi construída sobre uma enorme rocha, inclinada em direção ao mar. Eles mostraram que a construção adjacente em forma de contraforte no lado do mar servia para apoiar a torre na encosta. Escavações mais recentes revelaram grandes vigas de madeira, de 14 metros de altura, nas fundações da torre e rsquos. Pode haver um prédio secreto na construção adjacente que serviu como um amortecedor para evitar os danos do terremoto.

As paredes da torre têm cinco metros de espessura em sua fundação, mas estreitas para cerca de 4,5 metros no topo. Isso indica que as partes inferior e superior da torre foram construídas ao mesmo tempo, não em momentos diferentes, como afirmam alguns estudiosos. O segredo da sobrevivência da Torre da Donzela reside nesta base sólida.

As paredes são mais largas a uma profundidade de 12 metros. Acredita-se que uma passagem subterrânea secreta vai da torre ao Palácio Shirvanshahs & rsquo. Uma passagem subterrânea foi descoberta na Cidade Murada durante escavações arqueológicas em 1982. Ela corria de norte a sul do portão Shemakhi para a cidade medieval até o portão Salyan. A passagem passa sob o Multan Karvansaray do século 14, não muito longe da Torre da Donzela.

Documentos e escavações mostram que a Torre da Donzela estava ligada às muralhas da cidade de Baku no sul e no nordeste. Os vestígios de edifícios a sul e a oeste da torre são prova disso. Esta parede pode ter sido ligada à Torre Sabayil, cujas ruínas estão agora no Mar Cáspio. A pesquisa mostrou que a Torre Sabayil data dos séculos 13 a 14. Abdurrashid Bakuvi, que viveu no final do século 14 ao início do século 15, escreveu: "Existem duas torres poderosas construídas de pedra em Baku. Uma delas fica na costa do mar e a outra em um ponto alto. O topo do torre em um ponto alto foi destruída durante os ataques mongóis. " A torre destruída lembrada por Bakuvi é considerada a Torre da Donzela, enquanto a outra são as muralhas da fortaleza de Baku.

Sistema de água e esgoto na torre

A Torre da Donzela tem um poço, com 0,7 metros de diâmetro, escondido na parte sudeste da parede. A boca do poço fica no 3º andar e desce 13 metros até o fundo através da parede. Escavações do poço encontraram utensílios que indicam que foi usado desde o século XII. Os cálculos mostram que a água do poço não tem relação com o nível do mar. A água foi analisada quimicamente e considerada adequada para beber.

Um sulco de pedra vai do 2º ao 7º andar. Um nicho semicircular se abre no sulco em cada andar. Tubos de cerâmica, com 40-45 cm de altura, com diâmetro de 25-30 cm e paredes com 2,2 cm de espessura, foram colocados uns sobre os outros no sulco. O local onde um tubo se junta a outro é colado com água de cal. Entre o piso térreo e as fundações, os tubos são substituídos por calhas cerâmicas quadrangular, de 22 cm x 18 cm. Essas calhas correm para fora da parede. Os canos e calhas parecem ter sido produzidos em uma roda de oleiro. A roda de oleiro ganhou importância na Idade Média e os tubos de cerâmica provavelmente foram produzidos nesse período. Os canos de água descobertos durante as escavações se assemelham aos canos nas paredes da torre, diferindo apenas no tamanho e no uso. Eles foram produzidos da mesma forma e têm a mesma cor.

As opiniões divergem quanto à finalidade dos canos e calhas. A continuação do canal e das tubagens até ao 7º piso implica que foram utilizados para a eliminação de esgotos.

Havia uma donzela na torre?

Existem diferentes interpretações do termo "donzela" no nome da torre. Alguns estudiosos associam essa palavra a lendas que não têm base histórica conhecida (veja a caixa de texto). Outros tentam datar a torre com a era do Império Persa Sassânida (224-636 DC) ou ainda mais atrás e usam o nome como argumento. As Torres Maiden existem não apenas em Baku e no Azerbaijão, mas também em outros países orientais. Escavações mostram que a maioria delas data da época medieval. Acredita-se que eles carreguem o nome de Torre da Donzela para simbolizar sua inexpugnabilidade pelo inimigo durante o ataque. As torres eram para príncipes e suas famílias. A Torre da Donzela em Baku e as outras no Azerbaijão (em Shemakhi e Ismailly) são de fato bem construídas e inexpugnáveis. Esta visão é a explicação mais provável para o nome Torre da Donzela.

Alguns estudiosos pensam que este nome não significa apenas inexpugnabilidade, mas está relacionado às crenças religiosas das antigas tribos. O termo donzela (qiz) é um sinal da deusa da água Anahita, chamada na escritura zoroastriana de Avesta. No período islâmico, esses templos perderam seu significado religioso e se tornaram meras fortificações defensivas.

Quatro teorias

As evidências podem ser encontradas para apoiar as seguintes teorias:

1. A Torre da Donzela foi provavelmente construída ao mesmo tempo que as muralhas da velha cidade de Baku e compartilhava seu propósito de defender a cidade. A estrutura da torre também parece confirmar isso. A torre foi construída para que os monarcas e seu séquito pudessem trancar os portões da torre e defendê-la por muito tempo. A passagem subterrânea secreta da Torre da Donzela para o Palácio Shirvanshahs & rsquo dá mais peso à teoria defensiva. A torre apresenta características comuns às torres defensivas na península de Absheron - em Mardakan, Ramana, Shuvalan e Nardaran. Na verdade, não tem as características de templos, observatórios ou torres de vigia. Como não há registro da Torre da Donzela antes do século 12, é lógico supor que foi construída ao mesmo tempo que as muralhas da cidade.

2. A data de construção não pode ser identificada até que o propósito da torre tenha sido determinado. Embora não existam argumentos fundamentais a favor, a estrutura de construção e a situação da torre em frente a um complexo religioso podem significar que a parte inferior da torre foi construída nos séculos VI a VII e a parte superior nos séculos XI a Séculos 12. Escavações revelaram uma mesquita do século 9 perto da Torre da Donzela com os restos de um templo zoroastriano em seu centro arqueado. A construção zoroastriana em arco ecoa a Torre da Donzela. Isso implica que a torre era um templo zoroastriano e também servia como torre defensiva e de vigia durante a era sassânida. Seria necessário um estado economicamente poderoso como os sassânidas para construir a torre. Se a Torre da Donzela fosse um monumento islâmico, teria uma faixa com uma inscrição em árabe por dentro ou por fora, assim como a Torre Sabayil.

3. A Torre da Donzela pode ser parte do sistema de defesa Gilgilchay, construído para proteger os Sassânidas e a província do norte da Albânia. A Torre da Donzela tem semelhanças com o castelo Chiraqqala, ao norte de Baku, e com outros elementos das torres de defesa albanesas orientais construídas entre os séculos V e VI. As muralhas da fortaleza de Baku foram construídas mais tarde por volta de 1138-39 por Shirvanshah Manuchohr III e depois unidas à Torre da Donzela.

4. A crença religiosa ainda pode explicar o enigma da Torre da Donzela. O sol e a luz são símbolos importantes em toda filosofia religiosa, mas são especialmente significativos no zoroastrismo, a religião das classes dominantes no Império Sassânida. Um dos símbolos de fogo e luz é a buta, que tem a forma de uma lágrima ou o número nove (comum na Grã-Bretanha nas gravuras de Paisley). Buta vem da palavra sânscrita Buda, que significa luz. A forma buta tem sido amplamente usada na arte decorativa e aplicada, e é encontrada em muitos itens descobertos na antiga Baku. O buta tem a forma dos números seis e nove, e a sabedoria desses números pertence a Deus. Se a Torre da Donzela for vista do ar, ela tem a forma de um buta ou um número seis ou nove.

Também olhando do ar, se a cidade murada é uma porta, a Torre da Donzela é seu buraco de fechadura. Eu gostaria de pensar que a Torre da Donzela é a chave para o mistério do nome Baku & rsquos.

As escavações arqueológicas continuam e provavelmente produzirão novas teorias para desvendar o enigma da Torre da Donzela.

Uma lenda da Torre da Donzela

Um rei se apaixonou por sua linda filha e desejou se casar com ela. Horrorizada, a princesa tentou adiar as núpcias pedindo ao pai que construísse a maior torre que ela já vira. Quando a torre foi concluída, a princesa subiu para admirar a vista e se jogou nas ondas do Mar Cáspio, batendo nas paredes da torre abaixo.

Este conto é o tema de muitos poemas e peças do Azerbaijão. O balé Maiden Tower, ainda apresentado no Baku & acutes Opera e no Ballet Theatre, conta uma versão ligeiramente diferente da história. O rei voltou de uma guerra e descobriu que sua esposa lhe dera uma filha e não um filho. Ele ordenou que sua filha fosse morta, mas sua babá conseguiu escapar com ela. Dezessete anos depois, ela era uma bela donzela, já noiva, quando chamou a atenção do rei. Ele queria se casar com ela e a levou para a Torre. Seu noivo enfurecido matou o rei e correu para a Torre para resgatar sua amada. Mas ao ouvir passos na escada, ela pensou que o rei estava chegando e, assustada, lançou-se do topo da Torre.

Sobre o autor: O Dr. Kamil Ibrahimov é pesquisador sênior da Academia Nacional do Azerbaijão e do Instituto de Arqueologia e Etnografia do Azerbaijão. Ele é o chefe da expedição arqueológica de Baku.


Após a conquista de Istambul, o Sultão Mehmet, o Conquistador, destruiu o prédio e construiu um pequeno castelo com canhões. Durante o período otomano, foi usado como plataforma de demonstração, em vez de ponto de defesa. A artilharia foi disparada para o Mehter e tocada a gaita. Quando olhamos para a atual Torre da Donzela & # 8217s, é alegado que a forma atual da torre pertence a este período. A torre da Donzela & # 8217s foi restaurada com frequência durante o período otomano. A torre foi severamente danificada durante o grande terremoto de 1510 chamado & # 8221 Küçük Doomsday & # 8221 e foi reparada durante o reinado do Sultão Selim de Yavuz. No século XVII, um farol foi colocado na torre e utilizado como farol. No entanto, os canhões da torre continuaram a ser usados. Os sultões foram recebidos com disparos de artilharia da torre. Em 1719, a torre foi queimada como causa da vela de óleo, e em 1725 foi reparada pelo arquiteto-chefe Nevşehirli Damat Ibrahim Pasha. Neste reparo, a seção da lanterna é feita de vidro e pedra, e a cúpula é feita de chumbo. Em 1731, a lanterna e os canhões também foram reparados. Quando os otomanos entraram no período de colapso, a torre foi posta de lado para fins de entretenimento e continuou a ser usada para fins defensivos. Foi usado como hospital de quarentena em 1830-1831 para a epidemia de cólera. A torre assumiu sua forma atual em 1832-1833 com o reparo durante o período II Mahmud.


Mito e História da Torre da Donzela e # 8217s

Maiden & # 8217s Tower, foi construída em um local perto da costa do Bósforo em Üsküdar Salacak no século 5 aC pelos gregos. Üsküdar, datado do Império Romano, é a única obra arquitetônica. usado para diferentes fins ao longo da história e as tradições são produzidos muito. Agora olhe para uma legenda após a data antes de deixarmos & # 8230

Embora Hürel, com base em sua pesquisa & # 8220sala & # 8221, se refira ao que é usado no sentido da palavra aldeia. para libertar a pequena aldeia & # 8211 no sentido da pitoresca aldeia & # 8220salacık & # 8221 tan derivado. Essa foi provavelmente uma pequena aldeia aqui no passado. A Torre da Donzela também foi alcançada nesta aldeia, em vez de, como atualmente.

Rochas na Antiguidade
Historiador áreas de base Fontes oficiais indicam que a Torre da Donzela foi mencionada pela primeira vez em 400 aC. Tanto quanto se sabe, foi estabelecido como posto aduaneiro para o comércio marítimo. O Alcorão é um comandante dos atenienses. Atenas, foi um período dominado por importantes cidades-estado e regiões gregas. Durante séculos, este pequeno pedregulho a ele conhecido por cumprir os deveres impostos é um fato. Também existe uma lenda associada a ele, eu & # 8217 contarei a seguir.

Sozinho digno de nota, Maiden & # 8217s Tower, sobre a qual muita especulação e boato, mas informações precisas é o menor vestígio de Istambul. Digo isso porque há historiadores que afirmam que o lugar foi construído como uma onda que quebra. Claro, o conhecimento mais amplamente aceito é a primeira narrativa que escrevi acima.

Maiden’s Tower in the Roman era
Centuries later, ie Byzantium, Constantinople after being here the first tower is erected. people who built this first tower according to the Roman historian, one of the most important dynasties of the Komnenos dynasty in the history of Rome, the Emperor Manuel Comnenus (1143-1180). Some sources date the construction of the tower in 1110 but called it Alexios Komnenos period corresponds to the period that historians describe him, no mention of the Maiden Tower.

Emperor Manuel had 2 reasons make this tower: Istanbul Strait to get under control and collection of taxes from commercial ships. This support also was taken to a thick chain between the European coast of the tower, which used to be written dozens of structural failure of the chain. In an account of the first tower it is said to remove the weight of the chain can not be demolished and despite all efforts.

Maiden’s Tower – Night
said the purpose of controlling the throat, but I remind you that Maiden’s Tower, Istanbul has to assume an important role during the conquest. It was under the command of a Venetian fortress only a small force commander. Because the Roman finances deteriorated in the last few centuries has led to the loss of importance of the tower. For this reason it’s famous chain, was taken to the Golden Horn in 1453.

tower in Roman times, at times as much as in Ottoman be used as a place of exile and isolation. the Romans living in the city have told many stories about the tower and they derive legends. Even the term period tower gave names according to the story. I will mention below.

Maiden’s Tower in the Ottoman Empire
Ottomans Maiden Tower “empire” in his capacity as they have together. That is the power of approaching the climax! Therefore, what the city was conquered by Fatih Sultan Mehmet Han nor use other sultans here for defensive purposes. Already Rumeli and Anatolian Fortresses when there was no need.

Fatih era historians, the authors performed a new tower here by order of the sultan. I did not know exactly what purpose it is used. Probably still he must have done duty as a customs tower. This tower, from time to time and I remembered my other writings of Istanbul “Little Apocalypse” was damaged in the 1509 earthquake they said. Still a lot of work was restored by the famous architect Hayrettin repair period. It is about 200 years later, began to be used as a flashlight. It caught fire because of lamp oil used in this campaign, and burned. The new tower was built in masonry made instead.

Maiden’s Tower, was used to throw the ball in a variety of religious and diplomatic ceremonies. Some have used the Sultan course it’s a space or a relaxation area. According to a story 1.Abdülhamit Sultan, here was almost morning with the sound of wind and waves. The 1.Mahmut the Maiden Tower, who allegedly bribed a Darüssa has executed the network.

According to me the most interesting tasks of the Maiden Tower, in Istanbul in the 19th century during a plague epidemic spread has been used for the isolation of patients.

Republic and Maiden Tower
tower just before the establishment of the Republic of Turkey began to be used again as a lighthouse. In the 1940s the floor was reinforced. He served as military radar station in the early 1980s. Currently the course is operated by a private company outlets and restaurants. going to the tower where the candidates are subject to a surcharge: Fully 20 per student is $ 10. The visiting hours are from 9 in the morning every day from coast to Tue 18:45 in the evening.

Maiden’s Tower Legends
Kuz Tower As I stated above, is perhaps one of the many legends about Istanbul derived works. Greeks, Romans and Ottomans have separately told legends, they gave names to the tower, according to this story.

For example, the Greeks called it here Damalis Tower. The reason is that these places as I wrote in the first period lArInmIş Athenians. Athens King Hares had a beautiful wife. When the coast is loved very beginning to release bury him here. therefore Damalis coast to coast in Greek, they say the tower Damalis tower. Even if it’s true that there is a statue of Queen Damalis the rocks.

I mention below, he had a love legend of the Maiden Tower was dedicated. I told this story historic Galata District and Galata Tower is in writing.

Legend of Hero and Leander
Hero, in Greek mythology, defined as the goddess of love and beauty Aphrodite is one of the nuns and girls serving in the Tower. Love is forbidden because of the nuns and has no relations with men.

One day passes for a ceremony across from the tower remained for years. There’s encounter with another priest named Leandros, and falls in love with her at first sight. Priests Leandros doors the same feeling. The only way they can see you, the cold and flowing waters of the strait Leandros is exceeding swim at night. While the story of a couple in love in this way, the torch is lit to show the way to a windy night Heron lover ends with extinction. Leandros lost their way in darkness smothers. According to legend, who witnessed with their own eyes to this situation, Sister Hero, lived not endure it and it puts an end to life, leaving the water in the strait itself.

Based on this legend, the Romans here, they called Leandros Tower.

Poisonous Snake Legend of the basket
Another legend of the Maiden Tower, tells baskets with poisonous snakes from the tower. Only this legend and Greek – Roman are both Turkish derivatives. I explain in chronological order.

In ancient times, Roman emperor, said her husband would die by fortune tellers. He puts it in the Maiden Tower to protect the queen. Apart from himself and does not allow anyone to enter the next special servants. Still, it does not pass in front of the fate and kill the queen sent through the food basket of snakes putting him there.

According to this story, one of the Seljuk Sultan, sees that died bitten by a snake in the dream of his beloved daughter. Apprehensions doors, the sultan’s daughter to place the tower. It will not let anyone in or out, including the tower. Even flushed with water and milk, even special pipe joints. Then years later sultana ill. He barely improved by the best doctors known to date young girls. Thereupon many different places from sultana gifts are sent, there is a basket of grapes in between. snakes hidden inside the basket of grapes, it causes death by poisoning the night sultana.

Battal Gazi Legend
Another myth is about the Turkish Maiden Tower Seyyid Battal Gazi. Battal Gazi, Istanbul siege by the army of Islam joined with the period of the Caliph Harun al-Rashid. Who failed siege of the Muslim army retreated Battal Gazi, will remain in Üsküdar. Because the girl is in love with the governor. However Üsküdar governor of imprisoning his daughter in the tower with the permission of the emperor tried to snatch it from Battal. On top of Seyyid Battal, as well as escapes, taking the treasures in the tower of the governor’s daughter and pressing the night Maiden’s Tower. Famous, “the area at Üsküdar passed” the statement also said that based on this legend.


  1. ↑ Valeri Sepp, Tallinn History of an Unusual City , Felistella, Estonia 2013, ISBN 978-9949-9264-8-0 , p. 35
  2. Neitsitorn (Maiden Tower), Museum of www.visitestonia.com
  3. ^ Sophie Dehio, Reval once and now , Verlag von Franz Kluge, Reval 1910, p. 89
  4. ↑ Valeri Sepp, Tallinn History of an Unusual City , Felistella, Estonia 2013, ISBN 978-9949-9264-8-0 , p. 35
  5. ^ Sophie Dehio, Reval once and now , Verlag von Franz Kluge, Reval 1910, p. 89

Gate at Long Toompea (Pika jala väravatorn) | Tower behind the Süstern (Seegitagune torn) | Tower behind the bathing room (Saunatagune torn) | Süstern Gate (Nunnavärav) | Süsternturm (Nunnatorn) | Küsterturm (Kloostrivärav) | Badstubenturm (Saunatorn) | Golden foot (Kuldjala torn) | Tower behind the Süsternkloster (Nunnadetagune torn) | Loewenschede Tower (Loewenschede torn) | Lippe Tower (Lippe torn) | Reeperbahnturm (Köismäe torn) | Plate torn | Epping Tower (Eppingi torn) | Tower behind Grusbeke (Grusbeke-tagune torn) | Rentenscher Turm (Renteni torn) | Tower behind Wulfard (Wulfardi-tagune torn) | Great Beach Gate (Suur Rannavärav) and Big Margaret (Paks Margareeta) | Stolting Tower (Stoltingi torn) | Tower eighth Hattorpe (Hattorpe-tagune torn) | Tower behind the Russian Church | Small beach gate (Väike Rannavärav) | Bremerturm (Bremeni torn) | Tower behind the monastery (Munkadetagune torn) | Hellemann Tower (Hellemani torn) | Clay gate (Viru värav) | Hinkenturm (Hinke torn) | Devil's Tower (Düvelsmoderi torn / Kuradiema torn) | Karripforte (Karjavärav) | Assauwenturm (Assauwe torn) | Blacksmith's Gate (Harju värav) | Zeghen Tower (Kitsetorn) | Kiek in de Kök | Mägdeturm (Neitsitorn / Megede torn) | Marstall Tower (Tallitorn) | Gate on the Kurzen Toomberg (Lühikese jala väravatorn)


Maiden's Tower

Maiden's Tower from Byzantine Times

Mythological Figures of Maiden&rsquos Tower

Explore the Maiden&rsquos Tower Istanbul

Its rich history and legend-like stories attract a lot of visitors to Maiden Tower each year. The most frequently asked question is how to reach Maiden Tower Istanbul. As the only way is to get by sea transport, there are two routes on the Bosphorus. If you take Maiden Tower ferry at Kabatas, it takes 10 minutes to get there. The ferry schedule starts at 10:00 on Saturday and Sundays. There is a ferry every 45 minutes. If you are on the Asian coast, it is better to take a boat at Salacak, which is in Uskudar district. This route takes just 1 minute to reach the spot. The boat ring starts every day at 09:15 and is in every 15 minutes.

Another point considered by visitors is Maiden Tower Istanbul opening hours. The museum lets individual and group visits after 09:00 every day and closes at 19:00. Embora Maiden Tower working hours finish early evening for museum tours, it is possible to enjoy that ambiance until 22.00. While enjoying a 360-degree view of the city, you can taste your delicious meal at Maiden Tower&rsquos Restaurant Istanbul. It serves Turkish breakfast and lunch as well. Of course, the restaurant needs a reservation for their meals.

Tips for Maiden's Tower Visit

In order to arrange Maiden's Tower visit, there are several tips on how to find the most favorable Maiden's Tower tour possibilities. Maiden Tower Istanbul price is relatively cheap, there is a standard ticket for adults and discounted prices for students and elderly people over 60.

For travelers who look for best choices on how to visit Maiden Tower through a time-efficient plan, the best option is to take a Bosphorus Boat Tour with Maiden&rsquos Tower which certainly includes Üsküdar and Maiden Tower in their program with the full guidance in various languages.


Assista o vídeo: Wieża widokowa Dziewicza Góra 2019 - zapraszam do oglądania ; (Novembro 2021).