Notícia

Arquivos de James

Arquivos de James


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

P: Você já esteve nas forças armadas?

R: Eu estava na 82ª Divisão Aerotransportada. Fui em 1959 ... 1959, data de entrada ... Janeiro e em 10 de julho de 1959, creio que foi em 10 de julho, embarcamos para o Laos. Eu estava na 82ª Divisão Aerotransportada.

P: Quais eram algumas de suas funções?

R: Minhas funções naquela época ... estávamos trabalhando em um grupo de operações especiais para trabalhar com o Exército do Laos no Laos naquela época. Eu estava lá estritamente como conselheiro de treinamento ... com pequenas armas automáticas ... preparando detonadores, explosivos, emboscadas mecânicas. Havia apenas um punhado de americanos trabalhando com os laosianos naquela época ...

P: Você poderia me dizer como você se envolveu pela primeira vez em atividades de crime organizado?

R: Bem, eu me tornei ... é uma maneira estranha de começar ... mas eu estava competindo em stock cars e dirigindo em uma pista local e o Sr. Nicoletti gostou da minha direção e me observou em várias ocasiões e ele me perguntou uma vez se eu o levaria uma noite. Eu o tirei e testei seu carro que tínhamos acabado de comprar um Ford novo ... e ele estava muito satisfeito com minha direção e a partir de então eu me tornei mais como um motorista designado para ele e fiz várias viagens para ele em diferentes trabalhos que ele fez.

P: Quem foi Charles Nicoletti?

R: Charles Nicoletti, naquela época, ele era uma figura emergente do crime organizado e era conhecido como um dos assassinos locais. Para mim, ele foi o melhor que já existiu, para mim.

P: Para qual família da máfia ele trabalhou?

R: Ele não era da família Chicago.

P: Quem seria o chefe da família Chicago?

R: Naquela época, Tony Accardo.

P: Isso é antes de Giancana ou depois de Giancana?

R: Tony Accardo entregou ... comandou ... então Giancana veio depois disso. Naquela época, Giancana era um dos subordinados, eu acho que você pode dizer que ele era o ... um dos principais tenentes naquele momento. As coisas eram distribuídas em diferentes ramos do crime organizado, como alguém poderia lidar com a licença de bebidas alcoólicas, alguém iria lidar com o agiotagem e agendamento, alguém iria lidar com os contratos de assassinato de aluguel e qualquer coisa assim ...

P: Como você o conheceu (John Rosselli)?

R: Eu conheci John Rosselli em Miami e discuti algumas coisas com ele e ele ... Eu o conheci através de David Atlee Phillips ... David Atlee Phillips era um agente da CIA. Com o tempo, todos se tornaram bons amigos, mas eu cresci basicamente sob as asas de Chuck ... as asas do Sr. Nicoletti. Chuck me disse que íamos fazer isso. Originalmente, tínhamos planejado fazer o assassinato em Chicago, mas muitas pessoas não gostaram dessa ideia, então ela foi transferida para outro local.

P: Quando você diz "nós planejamos", você poderia esclarecer "nós"?

R: Bem, quando digo nós ... Eu estava apenas com o Sr. Nicoletti. Tudo o que ele disse para fazer, eu faria. Quando digo nós, estou me referindo como ... a única coisa que fiz foi apenas dirigir o carro ou o que quer que eles precisassem de mim. Nicoletti me perguntou naquele momento quando decidimos não fazer isso em Chicago e ele seria transferido para Dallas ... quando John F. Kennedy decidiu ir para Dallas ... com uma semana de antecedência, Peguei o Chevrolet 63 que tínhamos naquela época .. Saí e caí uma semana antes. Peguei as armas da caixa de armazenamento que tínhamos e coloquei no carro com tudo o que pensei que poderíamos precisar .. com uma variedade de sortidos ... e eu saí e dirigi para Dallas. Eu fiquei em um lugar em Mesquite, Texas. Assim que cheguei lá, liguei de volta e informei ao Sr. Nicoletti que eu estava lá e na cena do crime. No dia seguinte, Lee Harvey Oswald veio ao motel onde eu estava ... eles lhe deram minha localização ... e ele me levou para um lugar em algum lugar a sudeste de Mesquite, onde eu testei, disparei as armas e calibrei os telescópios em qualquer coisa que possa ser necessária. Então ele esteve comigo por alguns dias na cidade lá ... nós dirigimos por aí ... então eu saberia todas as ruas e não encontraria nenhum beco sem saída se algo desse errado e tivéssemos que fugir da área .. .

P: Você poderia me dar a cronologia exata do que aconteceu desde o momento em que você chegou a Dallas ...? Você já disse que saiu e testou disparou algumas armas e coisas ... leve-me de volta talvez a 21 de novembro, um dia anterior, e em suas próprias palavras, me conte o que aconteceu de 21 de novembro de 1963 até a noite de 22 de novembro de 1963 ...

R: Nós voltamos ... 21 de novembro, eu tinha tudo muito bem montado no meu final de tudo quanto a conhecer a área, conhecer as ruas, memorizar muito os pontos principais ali e cruzamentos ... cruzando trilhos de trem e cavaletes e coisas ... Eu tinha as armas preparadas e prontas para ir, eu tinha elas instaladas no carro onde eu queria. Tudo foi calibrado, todas as munições foram colocadas e prontas para uso. Tive uma boa noite de sono naquela noite, na manhã seguinte me levantei cedo e fui ao Dallas Cabana Hotel buscar John Rosselli ... Direi em algum lugar por volta das 7:00 da manhã, talvez alguns sete minutos depois ... peguei Johnny Rosselli e dirigimos da Dallas Cabana para Fort. Worth, Texas, para uma casa de panquecas que eles tinham lá, perto da rodovia principal. Fomos lá encontrar alguém ... Não sabia com quem íamos encontrar ... Mas ele já tinha me contado ... Johnny Rosselli disse que íamos encontrar um homem chamado Jack Ruby ... que ele tinha algumas coisas que tínhamos que pegar. Quando chegamos lá, Johnny Rosselli me disse que disse ... Vou entrar e sentar em uma cabine ... ele disse para você esperar e entrar mais tarde ... ele disse para sentar em outro lugar onde você possa manter um olho em mim ... no caso de algo dar errado, eu quero que você cubra minhas costas. Então me posicionei ... depois que Johnny Rosselli entrou ... eu me sentei no balcão ... pedi uma xícara de café e sentei lá e esperei.

Este cavalheiro realmente pesado entrou e se aproximou e conheceu Johnny Rosselli, presumo porque eles apertaram as mãos, conversaram por um minuto e sentaram-se juntos na cabine. Eles passaram, eu vou dizer provavelmente um envelope 5 x 9 ... envelope manilla que tinha algum material nele, naquele momento. Depois de alguns minutos, ele se levantou, eles apertaram as mãos e ele saiu. Saí para o estacionamento, certifiquei-me de que o ar estava limpo, liguei o carro, parei na porta, Johnny Rosselli saiu e entrou no carro. Nunca conheci Jack Ruby, nunca disse olá nem nada.

Johnny Rosselli entrou no carro comigo e começamos a voltar para Dallas. Ele abriu o envelope e havia nele a identificação do pessoal do Serviço Secreto e tínhamos um mapa lá da rota exata da carreata que passaria pela Dealey Plaza. Johnny Rosselli disse bem que eles fizeram apenas uma alteração. Foi quando ele me informou que estavam saindo da Main Street para Elm ou para Houston ali ... eles fizeram o zigue-zague, a pequena curva que nunca deveriam ter feito. Mas quando eles fizeram isso, foi a única mudança.

Eu o levei de volta para o Dallas Cabana, ele subiu e eu esperei o Sr. Nicoletti descer. Nicoletti desceu, entrou no carro comigo e dirigimos até o Dealey Plaza. Chegamos ao Dealey Plaza pouco antes das dez horas. De lá, estacionamos o carro ... havia chovido garoa naquela manhã ... uma manhã meio fria ... Eu havia estacionado o carro ao lado do prédio Dal-Tex, o Sr. Nicoletti e eu saímos e caminhamos para cima e para baixo em toda a área do Dealey Plaza, percorremos cada esquina, passamos pelos edifícios, examinamos várias coisas diferentes. Estávamos apenas conversando, tendo uma conversa casual sobre o tempo e tudo mais.

Por volta das 10h30, o Sr. Nicoletti me perguntou como eu me sentiria em apoiá-lo ... em apoiá-lo nisso ... e ele me disse que eu não atiraria a menos que fosse extremamente necessário. Eu disse ao Sr. Nicoletti, Jesus, ficaria honrado em fazer qualquer coisa para apoiá-lo. Ele me perguntou se você deveria estar fora daqui, onde você se posicionaria no Dealey Plaza? Eu disse a ele, disse bem, olhando tudo e caminhando na semana em que estou aqui embaixo, acho que escolheria lá em cima atrás da árvore atrás da cerca de paliçada no cume alto do outeiro lá em cima. Ele diz por que aí? Eu digo bem, eu tenho o pátio da ferrovia atrás de mim, nós temos um estacionamento lá e eu tenho um lugar onde eu poderia esconder o que fosse necessário. Eu disse que posso me passar por trabalhador de ferrovia no pátio da ferrovia por enquanto, até que chegue a hora e ninguém dê atenção a mim. Ele me perguntou então onde você acha que seria o melhor lugar para mim? Eu disse bem, acho que o prédio Dal-Tex ... com a nova mudança ... Acho que o prédio Dal-Tex ali ... esse prédio te daria o melhor ponto de vantagem lá. Ele disse que eu também acho. Então demos uma volta, passamos pelo estacionamento perto dos trilhos, andamos por ali e ele parecia muito satisfeito com isso. Então, naquele ponto, oh, eram cerca de 11h10, ele me perguntou que arma eu escolheria usar ali. Eu disse a ele que gostaria de usar a Fireball. Ele disse por que aquele? Ele disse que você só tem uma chance. Eu disse que um tiro é tudo que eu vou conseguir de qualquer maneira se eu esperar até o último momento de fogo e eu não posso atirar, eu disse, e é fácil de esconder e eu carrego em uma pasta e ninguém vai prestar atenção em mim e é mais fácil sair daí. E foi exatamente isso que fizemos naquele momento.

Pouco antes do meio-dia voltamos para o veículo, tirei a pasta e virei minha jaqueta do avesso, voltei para o pátio ... o pátio da ferrovia ali ... tranquei a pasta, depois fiquei lá atrás e eu desci na colina gramada, ninguém prestou atenção ... as pessoas estavam se reunindo. Pouco antes de a carreata chegar, voltei lá e comecei a me colocar em uma posição melhor para poder alcançar a pasta de documentos naquele ponto ... a pasta ... Eu soube uma vez que abri a pasta e puxei a arma, ninguém vai olhar para mim, a carreata viria ... fazendo sua primeira vez ... e eu não teria que tirar a bola de fogo da maleta até aproximadamente ... eles fizeram a primeira vire na Elm Street lá e eu teria muito tempo nesse ponto.

Nesse ponto, quando começaram a descer a Elm Street, os tiros começaram a ser disparados por trás. Presumi que fosse o Sr. Nicoletti porque era ele quem estava no prédio e eu sabia que Johnny Rosselli estava lá. Lembro-me dos tiros ressoando e, embora o presidente estivesse sendo atingido, achei que foi um erro porque sabia que íamos atirar na cabeça do presidente. Eu sabia que ele havia sido atingido no corpo, mas não sabia em que parte naquele momento. Eu vi o corpo balançar e vi o corpo balançar novamente, ouvi outro tiro que errou. Não devíamos bater em ninguém além de Connally, quero dizer, ninguém além do Sr. Kennedy. Acho que o governador Connally foi atingido por uma das balas naquele momento. Eu nem tinha certeza disso porque estava mantendo Kennedy o melhor que podia na mira da bola de fogo. Quando cheguei ao ponto em que pensei que seria o último campo de fogo, havia zerado o lado esquerdo da cabeça que eu tinha, porque se eu esperasse mais, Jacqueline Kennedy estaria na linha de fogo e eu havia sido instruído para que nada acontecesse com ela e naquele momento achei que essa era minha última chance para um tiro e ele ainda não havia sido atingido na cabeça. Então, enquanto eu atirava, o Sr. Nicoletti e eu atiramos aproximadamente ao mesmo tempo em que a cabeça começou para frente e depois para trás. Eu teria que dizer que o projétil dele atingiu aproximadamente um milésimo de segundo à frente do meu, talvez, mas o que começou a empurrar a cabeça para a frente, o que me fez errar o olho esquerdo e eu entrei no lado esquerdo da têmpora. Naquele ponto, através do escopo, eu testemunhei tudo, matéria e crânio sendo jogados para trás na limusine e todos na televisão assistindo viram Jackie Kennedy rastejar até lá para pegá-lo. Eu a observei segurá-lo na mão, rastejar de volta para o carro, coloquei o Fireball de volta na maleta e fechei-a, tirei minha jaqueta, inverti minha jaqueta para que eu tivesse, em vez do lado xadrez para fora , Eu teria o cinza como um paletó mais ou menos e colocaria um boné na cabeça, meu chapéu, para sair andando, carregando uma pasta.

Até o momento, nenhuma corroboração foi encontrada em registros militares, pelo FBI, por Bob Vernon, ou qualquer outra pessoa que saibamos (apesar dos esforços consideráveis) do serviço militar de Arquivos ou seu serviço na 82ª Divisão Aerotransportada ...

O treinamento normal para um recruta, antes da implantação no exterior, leva cerca de um ano. O treinamento para se qualificar como conselheiro em pequenas armas automáticas, acionamento de detonadores, explosivos, emboscadas mecânicas, levaria anos. Conselheiros em um punhado de americanos trabalhando com laosianos obviamente incluiriam homens experientes - não um recruta pequeno, magro, verde, de 17 anos ...

Em 1955, Sam Giancana assumiu a família da Máfia de Tony Accardo. Em 1959 ele era uma das figuras mais poderosas do crime na América - dificilmente um dos subordinados .... um dos principais tenentes ....

David Atlee Phillips era um especialista em propaganda. Não é um homem paramilitar. É muito duvidoso que ele fosse o controlador de um atirador da máfia que treinava cubanos ...

Ele (Nicoletti) me perguntou então onde você acha que seria o melhor lugar para mim? "Eu disse, bem, acho que o prédio Dal-Tex ..." Grande problema aqui. Os ataques da máfia são meticulosamente bem planejados, geralmente envolvendo várias pessoas. Isso é 2 horas antes do assassinato do presidente e devemos acreditar que eles estão andando por aí dizendo, onde você acha que eu deveria estar?

Um estranho poderia simplesmente entrar no edifício Dal-Tex com um 30.06, pouco antes de o presidente passar de carro, ir até uma janela e atirar. (Parece que pode ter (ou não) um armário com janela no 2º andar, perto da escada de incêndio, mas não seria preciso um planejamento cuidadoso para encontrar, identificar, pegar a chave?

E quanto ao som? Rifles são altos. Ninguém no prédio ouviria os tiros? Ele estaria atirando direto no Elm. Muitas dezenas de pessoas, incluindo indivíduos confiáveis ​​que estão quase na linha de fogo. Nenhum deles teria ouvido os tiros altos, rajadas de cano, balas, logo atrás e acima deles?

Aqui, o Files detalha quais disparos acertaram e quais erraram. Observando através de uma luneta, preparando-se para atirar, como ele poderia saber que houve acertos e um erro? Kennedy não cambaleou até depois do tiro na cabeça ...

Observe que legiões de pesquisadores, vendo cuidadosamente o filme Zapruder, debateram durante anos sobre acertos e erros. Isso se parece muito mais com algo que os arquivos lêem em um livro, do que com o relato de uma testemunha ocular.

Três vezes aqui, Files está mirando no olho esquerdo de Kennedy, lado da cabeça, têmpora. Mais tarde nesta transcrição, ele explica que se referia à sua própria esquerda, ao enfrentar Kennedy. Mas, dadas as outras distorções extensas em sua confissão, a última poderia facilmente ser uma correção ingênua dessa imprecisão. "Então, enquanto eu disparava aquela bala, Sr. eu teria que dizer que seu projétil atingiu aproximadamente um milésimo de segundo antes do meu, mas o que começou a empurrar a cabeça para frente, o que me fez errar com o olho esquerdo e eu entrei o lado esquerdo do templo. Nesse ponto, através do escopo, eu testemunhei tudo, matéria e crânio trazer (sic) explodido nas costas da limusine ... "

Tudo isso vem de livros e filmes, não o que um atirador teria visto e registrado em 1/1000 de segundo. Nem poderia ter visto a matéria e o crânio explodirem nas costas da limusine. O Fireball é uma pistola, disparando essencialmente o mesmo cartucho do rifle M16. Ele chuta como uma mula. Mais forte do que qualquer rifle. O recuo o empurra para trás e para cima. De jeito nenhum ele poderia ter atirado e depois olhado através da mira .... (os leitores deste são convidados a ir a um estande e atirar em um).

"Ninguém me pagou nada por esta entrevista e eu não pedi nada." Na verdade, eu entendo que a filha de Files recebeu $ 50.000 imediatamente depois que o projeto foi vendido para Dick Clark / MPI.

(Arquivos) afirma que Nicoletti deu a ele seu diário com todos os seus sucessos e os distintivos do Serviço Secreto que foram usados ​​em Dealey Plaza. Qualquer pesquisador experiente colocará grandes questionamentos ao lado da afirmação de que Nicoletti manteve ou deu a Files seu diário de todos os seus acessos. Pareceria extremamente improvável que um assassino da Máfia mantivesse tal registro e questionável que o deixasse com outra pessoa.

Files inicialmente disse que ele e Oswald estavam "perambulando" por Nova Orleans com remessas de submetralhadoras Thompson falsas em 1961. Oswald ainda estava em Minsk, um ano inteiro antes de retornar aos Estados Unidos.

Uma parte interessante de sua história é como ele deu um tiro com sua bola de fogo, tirou o cartucho, mordeu-o e deixou-o no parapeito da cerca. Existem vários problemas não resolvidos com isso. Primeiro, John Rademacher encontrou 2 cartuchos de Fireball, não apenas um. Em segundo lugar, Files aparentemente possuía uma Fireball ... mas os números de série indicavam claramente que ela era de fabricação substancialmente posterior ao assassinato. E, finalmente, Joe West estava conferenciando de perto com Rademacher um ano antes de descobrir e conhecer Files. Ele e eu conversamos sobre a praticidade de usar uma bola de fogo para um tiro da cerca (postulado pela primeira vez por Josiah Thompson). Joe tinha fotos do cartucho amassado quando foi visitar Files na prisão.

De acordo com a cronologia de Files, ele estaria no Laos com a 82nd Airborne quando ainda tinha 17 anos. Nenhuma autenticação de seu registro militar jamais foi encontrada. Nem se alista, vai diretamente para um traje de elite e, em seguida, é imediatamente designado para uma missão delicada no exterior. O treinamento básico de infantaria e chuteira de um recruta leva cerca de um ano (eu estava passando pelo processo de treinamento militar nesses mesmos anos). A escola de salto sozinha dura um mês, e você tinha que se qualificar para fazê-lo.

Grande parte da história de Files é paralela às informações que estão nos livros de assassinato. Ele era um leitor? Nós não sabemos.

Files disse que conheceu Lee Harvey Oswald no início de 1963, em conexão com o tráfico de armas, em Clinton, Louisiana, via David Atlee Phillips. Ambos trabalhavam para a CIA na época. Obviamente houve algum envolvimento do governo no assassinato, caso contrário eles não teriam obtido as identificações do Serviço Secreto que Ruby lhes deu. Phillips lhe dera a Remington Fireball para um trabalho anterior.

Files disse que viu Frank Sturgis entre a multidão de pessoas na Elm Street. Ele também viu Eugene Brading, a quem vira na Cabana com Nicoletti e Rosselli. Arquivos conheciam Sturgis das atividades anti-Castro, assim como Rosselli. Files não viu Oswald naquele dia. Ele e Oswald nunca discutiram o plano de assassinato.

Ele não comentaria sobre o assassinato de JD Tippit, exceto para dizer que Oswald não matou Tippit, e o homem que o fez ainda estava vivo no momento da entrevista (uma referência posterior possivelmente referindo-se ao mesmo homem indicou que ele está agora em seus anos 80), e foi originalmente designado para matar Oswald. O homem veio ver Files in Mesquite após o assassinato, dizendo que houve uma confusão e ele matou um policial ...

Problemas com a "Confissão" dos Arquivos de James:

(1) David Atlee Phillips, especialista em propaganda da CIA, pareceria um agente de caso improvável para um motorista de máfia e assassino em No Name Key. Esta parece ser uma tentativa de ligar Files de forma credível a Oswald (o avistamento de Veciana em Dallas de Oswald e Phillips, como bispo, juntos), mas é duvidoso. Além disso, embora John Rosselli estivesse ativo nos preparativos da Flórida para a Baía dos Porcos, é provável que alguém além de Phillips o tenha apresentado a Files, se Files estivesse em No Name Key. A única coisa que se parece muito com o verdadeiro Phillips é a citação perto do final sobre o poder da máquina de escrever.

(2) Lee Harvey Oswald como guia turístico.

(3) O casaco reversível xadrez e o invólucro da concha mordido parecem, na superfície, fornecer uma confirmação, mas ambos eram detalhes conhecidos antes de Files contar sua história para qualquer pessoa. Eu tinha ouvido falar sobre a casca bem antes de Files dizer que o fato de que ela foi mordida foi descoberto (ele diz em 1994). Algumas pessoas parecem ter confundido o invólucro mordido encontrado no Plaza com o invólucro amassado encontrado no Depósito - são dois invólucros de bala separados.

(4) Em conexão com Oswald, Clinton e o tiroteio, David Atlee Phillips novamente parece inserido artificialmente na história aqui. Oswald e Ruby estavam ligados a pessoas de Nova Orleans envolvidas no tráfico de armas, mas inserir Phillips na história de Clinton é, novamente, altamente duvidoso. Isso não quer dizer que o papel de Phillips foi inocente, apenas que Files parece estar inventando coisas, ou talvez ele tenha sido alimentado com invenções.

(5) Files ignora o fato de que a multidão da Elm Street foi bem fotografada. Frank Sturgis não estava entre a multidão; nem naquele ponto Eugene Brading estava naquela área; nem Jack Ruby estava na calçada abaixo da colina. Nada disso é difícil de verificar. Todas as fotos relevantes estão em Groden e Trask.

(6) O homem do Serviço Secreto na colina agora se torna dois homens de terno mandando as pessoas embora. Havia homens rejeitando pessoas na área ANTES do assassinato, mas não depois. Parece que Files errou alguns de seus detalhes emprestados.

(7) Ele tinha evidências documentais, mas destruiu a maior parte delas. Quão conveniente.

(8) Meu palpite é que Files era, de fato, o motorista de Charles Nicoletti, e estava envolvido nos preparativos para a Baía dos Porcos, mas ele também é um bom vigarista, habilidoso em misturar fato e ficção, que é o que eu acredito ele fez aqui

1. Files afirma que ele esteve envolvido com a máfia como parte de "The Chicago Family" (por linha do tempo após setembro de 1960). Ele indicou que a multidão era chefiada por Tony Accardo e que "(Sam) Giancana era um subordinado de Accardo."

Tony Accardo passou o controle da máfia de Chicago para Sam "Mooney" Gianciana no verão de 1955.

2. Files afirma que ele serviu no Laos com a 82nd Airborne conduzindo o treinamento de soldados daquele país em "emboscadas mecânicas".

Por causa da "copa das árvores triplas" da selva, as operações aerotransportadas foram inúteis. Em vez disso, foram usados ​​helicópteros canhões. Além disso, ele pronunciou incorretamente o nome dado ao povo do Laos como Latoatians. Algo que seria uma grande ofensa a essas pessoas orgulhosas.

3. Os arquivos afirmam que ele foi recrutado para operações da CIA em abril de 1961 por David Atlee Phillips.

Em 1961, Phillips era chefe da ação secreta na Cidade do México e, além disso, dirigia a "loja de propaganda" da CIA. Ele não teve nada a ver com o recrutamento da CIA.

4. Files reivindica a responsabilidade pelo treinamento de alguns soldados da Baía dos Porcos a mando da CIA e de David Atlee Phillips. Ele descreve o treinamento como ocorrendo nos Everglades. A preparação das forças de invasão para a Baía dos Porcos ocorreu na Guatemala.

5. Arquivos indica que o treinamento para a incursão na Baía dos Porcos ocorreu em No Name Key em Everglades.

No Name Key está localizado a cerca de 25 milhas a leste de Key West e cerca de 50 milhas aéreas através da Baía da Flórida a partir de Everglades. Esta é uma distinção que certamente seria conhecida por alguém realmente envolvido nessas operações secretas.

Por que acredito que James Files está dizendo a verdade? Aqui está uma lista não exaustiva de motivos em ordem aleatória:

Quando aprendi sobre James Files há cerca de três anos, fiquei bastante surpreso por não saber seu nome. Afinal, estive estudando o assassinato de Kennedy por mais de 12 anos. Fiquei mais surpreso porque Files havia feito sua confissão em 1994 e me disseram que o site estava no ar desde 1995. Quando pesquisei o nome "James Files" na Internet, descobri que 9 em cada 10 artigos tentavam desacreditar completamente História dos arquivos. Em seguida, comecei a investigar de perto essas críticas e cheguei à conclusão de que eram todas superficiais e não continham água.

Por exemplo, os críticos disseram que a arma que Files alegou ter usado era mais uma pistola do que um rifle e teria um recuo enorme. Eles disseram que "chuta como uma mula". Portanto, Files nunca poderia ter visto o que ele afirmava ter testemunhado através do alcance de sua arma. Enviei um e-mail para uma das lojas de armas que encontrei na Internet. Atuei como um cliente em potencial e perguntei se a Remington Fireball era uma arma agradável de atirar. Aquele homem afirmou que a arma era uma das mais sofisticadas já feitas, etc. Quando perguntei sobre o recuo, ele disse que era bom e firme. No final das contas, eu disse a ele por que perguntei. Ele se divertiu bastante e disse que a suposta arma do crime de Lee Harvey Oswald tinha muito mais recuo do que a bola de fogo. Ele acrescentou que quem quer que tenha dito que o XP-100 tinha recuo substancial, tinha muito que aprender sobre armas de fogo.

Files também foi criticado com a alegação de que o XP-100 não estava disponível em 1963 e que os cartuchos usados ​​para esta arma não eram de calibre .222, mas sim .221. Eu achei ambas as acusações falsas. A arma foi introduzida em 1963 e os protótipos já estavam disponíveis em 1962. A arma foi originalmente com câmara para 0,222 tiros. Para saber mais sobre o Remington XP-100 Fireball clique aqui.

Outra afirmação foi que Files não teria tido tempo para fazer todas as coisas que alegou ter feito. Ele afirma que mordeu a cápsula após disparar o tiro e a deixou na cerca de piquete na colina gramada. Ele então colocou a arma de volta na pasta, virou a jaqueta do avesso, vestiu-a e foi embora. Os críticos gritam que ele nunca teria tempo para fazer tudo isso porque vários espectadores correram para a colina logo após os tiros, já que foi de onde a maioria dos espectadores ouviu os tiros.

É verdade que muitos espectadores correram para a colina gramada, mas não imediatamente. Files diz que todos ficaram paralisados ​​e atordoados e que até os policiais agiram incertos, como se estivessem esperando que alguém lhes dissesse o que fazer.

Eu fui rapidamente capaz de determinar que Files estava certo. Uma das fotos da colina mostra o ônibus da imprensa em frente a ela. Ainda não há uma alma na colina. Este foi o último veículo da carreata, então deve ter demorado, no mínimo, 30 segundos para o ônibus chegar àquele ponto. A limusine do presidente quase parou e o ônibus da imprensa teve que fazer uma curva fechada de 120 graus da rua Houston para a Elm, quase parando também. Para ver se o Files estava certo clique aqui.

A pista sobre James Files veio do FBI. O agente Zack Shelton (agora aposentado) serviu 28 anos no FBI. Ele tem um histórico impecável e passou grande parte de sua carreira nas forças-tarefa do crime organizado de Chicago e Kansas City. Ele é o homem que deu as informações sobre James Files ao investigador particular Joe West, porque Zack Shelton tinha motivos para acreditar que James Files sabia mais sobre o assassinato de Kennedy. Isso foi baseado em uma observação que James Files fez a um informante do FBI. Posteriormente, Joe West localizou James Files na penitenciária de Stateville, o que acabou levando a sua confissão de ser o atirador na colina gramada.

É importante notar que James Files nunca se ofereceu para dar informações sobre seu papel no assassinato. A dica de Zack foi dada a Joe West, que estava trabalhando em um processo para exumar o corpo de JFK. Ele queria provar que Kennedy foi atingido pela frente e por vários atiradores e uma nova autópsia independente provaria com certeza que a primeira foi uma fraude total.

Mas Joe West nunca ouviu uma confissão completa de James Files. Files não queria falar. Somente se Joe pudesse providenciar imunidade para ele, Files consideraria isso. Durante esse tempo, Joe teve que ser internado em um hospital para fazer uma cirurgia cardíaca. A operação em si foi um sucesso, mas do nada ele entrou em coma e nunca mais saiu. Com sua morte, seu processo de exumação também morreu. Files, e outros, pensam que Joe foi assassinado por uma overdose de medicamento errado para silenciá-lo. Ele foi informado como tal por uma de suas fontes. Na verdade, existem alguns detalhes estranhos; o médico assistente ainda pode ser encontrado, por exemplo. E pouco antes de entrar em coma e não poder mais falar, ele rabiscou um bilhete para sua família "Me tire daqui, eles estão tentando me matar!" A causa oficial da morte foi a Síndrome Respiratória por Deficiência Aguda. Mais tarde, um cirurgião disse a Bob Vernon que este é mais ou menos um método padrão para encobrir erros médicos, como uma overdose de drogas. A morte de Joe é uma das principais razões pelas quais James Files decidiu contar sua história para Bob Vernon, que substituiu Joe.

Uma segunda razão é que Files se tornou religioso. Um elemento para limpar sua consciência também desempenha um papel. Além disso, ele sente que não foi sua ideia colocar seu nome perante o público. Ele diz que foi o FBI (Zack Shelton) e estava convencido de que o FBI gostaria que a verdade fosse mantida encoberta. Na verdade, J. Edgar Hoover havia feito o seu melhor. Para James Files, o FBI é uma grande organização ruim. O que ele não entende é que a maioria das pessoas honradas trabalha para o FBI e o encobrimento era controlado de cima para baixo. Zack Shelton e seus colegas se sentem traídos por seu ex-chefe encobrindo um crime tão grande, enquanto pensavam que estavam fazendo a melhor coisa do mundo.

Outra razão é que tanto Files quanto Bob Vernon receberam ameaças claras de parar com tudo isso. Essas ameaças vieram do crime organizado e também do governo. Para citar apenas alguns exemplos: Vernon afirma que foi baleado de um carro e Files recebeu uma mensagem de um advogado da máfia para "ficar quieto e deitar perto de sua tigela de cachorro". A proposta de Vernon para Arquivos foi então: "Se eles querem nos tirar, vamos deixar algo para a história!" Files olhou em silêncio pela janela por um minuto, de acordo com Vernon, o minuto mais longo de sua vida. Finalmente Files se virou e disse: "Ok, traga as câmeras amanhã!"

Uma razão final é que James Files está convencido de que nunca será julgado pelo assassinato de JFK. Um julgamento exporia o envolvimento do governo. Ele conhece os poderes por trás disso e eles têm muito a perder.

Em resumo, a NBC me contratou como consultor para sua história planejada em Files. Contratei a firma de detetives Jules Kroll. JK estabelecido a partir de registros telefônicos que Files estava em Chicago, não em Dallas, em 22 de novembro de 1963. Em seguida, ligamos para Files do escritório de Dick Clark (DC foi o produtor) e entrevistei Files sobre as descobertas de Kroll. Ele disse que tinha um irmão gêmeo, do qual ninguém sabia, e que ele conheceu pouco antes de 22 de novembro, e que ele assassinou depois de 22 de novembro. Ele disse que era seu irmão gêmeo no hospital com sua esposa, não ele. Sua esposa, entretanto, disse que não havia gêmeos, e Kroll confirmou que não havia gêmeos. Minha opinião, então e agora, é que Files inventou a história pelo dinheiro que ela lhe daria.


Git detecta renomeações ao invés de persistir a operação com o commit, então se você usa git mv ou mv não importa.

O comando log usa um argumento --follow que continua o histórico antes de uma operação de renomeação, ou seja, ele procura por conteúdo semelhante usando a heurística:

Para consultar o histórico completo, use o seguinte comando:

The short answer is NÃO. It is not possible to rename a file in Git and remember the history. And it is a pain.

Rumor has it that git log --follow --find-copies-harder will work, but it does not work for me, even if there are zero changes to the file contents, and the moves have been made with git mv .

(Initially I used Eclipse to rename and update packages in one operation, which may have confused Git. But that is a very common thing to do. --follow does seem to work if only a mv is performed and then a commit and the mv is not too far.)

Linus says that you are supposed to understand the entire contents of a software project holistically, not needing to track individual files. Well, sadly, my small brain cannot do that.

Isto é really annoying that so many people have mindlessly repeated the statement that Git automatically tracks moves. They have wasted my time. Git does no such thing. By design(!) Git does not track moves at all.

My solution is to rename the files back to their original locations. Change the software to fit the source control. With Git you just seem to need to "git" it right the first time.

Unfortunately, that breaks Eclipse, which seems to use --follow . git log --follow sometimes does not show the full history of files with complicated rename histories even though git log does. (I do not know why.)

(There are some too clever hacks that go back and recommit old work, but they are rather frightening. See GitHub-Gist: emiller/git-mv-with-history.)

In short: if Subversion doing this is wrong, then Git doing this is also wrong - doing this isn't some (mis!)feature, it's a mistake.


Vida pregressa

Born James Scott Bumgarner on April 7, 1928 in Norman, Oklahoma, James Garner&aposs early childhood in the Great Depression-era Dust Bowl was marked by hardships. He is the youngest of three sons. When he was only four years old, he lost his mother, Mildred Bumgarner, who was half-Cherokee. His father, Weldon Warren "Bill" Bumgarner, eventually abandoned James and his brothers Charles and Jack, leaving them in the care of relatives. The Bumgarner boys reunited with their father after Bill remarried a few years later. ਋ut their home life was far from happy, as their new stepmother was physically and verbally abusive to her stepsons. She and Weldon Bumgarner eventually divorced.

Remaining in Oklahoma when his father moved to Los Angeles, James Garner soon dropped out of school. At age 16, he lied about his age in order to join the Merchant Marine during the last year of World War II. After that, he decided to try living in California with his father, during which time he briefly attended Hollywood High School. But Garner didn&apost finish school there, either, abandoning his classes to take a job as a model for Jantzen bathing suits. "I made 25 bucks an hour!" he remembered. "That&aposs why I quit school. I was making more money than the teachers."

It didn&apost last long, though. In 1950, Garner became the first Oklahoman drafted into the United States Army during the Korean War. Two battlefield injuries and Purple Hearts later, Garner returned to the United States. Although he never finished high school, he did earn his GED.


USCT PENSION FILES

As Bernice Bennett notes in her article USCT Pension Files: A Rich Resource for African American Genealogy, pension files can reveal many biographical details about ancestors who served in the United States Colored Troops (USCT). Because events in USCT veterans’ lives before the Civil War were seldom recorded in the documentary record, veterans had to go to great lengths to prove their identity, their service in the Civil War, their dates of marriage, names and ages of children, and other biographical details that had to be documented in order for them to draw a military pension.

This frequently meant gathering the testimony of others who witnessed their marriage, the death of a spouse, the births of their children or other life events. Veterans often relied upon the testimony of others who served in the same regiment and company to help them prove their identity and service.

The testimony of supporting witnesses revealed much about the military veteran applying for a pension. Along the way, witnesses also revealed a lot about their own lives and families.

Here, we gather the pension files that tell the stories of those who served in the United States Colored Troops.

We are profoundly grateful to our advisory board members Bernice Bennett and Angela Y. Walton Raji for their guidance at every phase of this project. No words are sufficient to thank our incredible volunteer Alana Thevenet, who has carefully abstracted all of the pension files in this collection.


Recover lost or deleted files

Observação: If you've recently updated Windows 10 and are having problems finding files, see Find lost files after the upgrade to Windows 10.

If you can't find a file on your computer or you accidently modified or deleted a file, you can restore it from a backup (if you're using Windows backup) or you can try to restore it from a previous version. Previous versions are copies of files and folders that Windows automatically saves as part of a restore point. Previous versions are sometimes referred to as shadow copies.

To restore a file from a backup, make sure the media or drive that your backup is saved on is available, and then follow these steps:

To restore files from a backup

Open Backup and Restore by selecting the Começar button , selecting Control Panel, selecting System and Maintenance, and then selecting Backup and Restore.

Select Restore my files, and then follow the steps in the wizard.

Restore deleted files and folders or restore a file or folder to a previous state.

To restore a deleted file or folder

Open Computer by selecting the Começar button , and then selecting Computer.

Navigate to the folder that used to contain the file or folder, right-click it, and then select Restore previous versions. If the folder was at the top level of a drive, for example C:, right-click the drive, and then select Restaurar versões anteriores.

You'll see a list of available previous versions of the file or folder. The list will include files saved on a backup (if you are using Windows Backup to back up your files) as well as restore points, if both types are available.

Observação: To restore a previous version of a file or folder that's included in a library, right-click the file or folder in the location where it's saved, rather than in the library. For example, to restore a previous version of a picture that's included in the Pictures library but is stored in the My Pictures folder, right-click the My Pictures folder, and then select Restore previous versions.


Some previous versions of files

Double-click a previous version of the folder that contains the file or folder you want to restore. (For example, if a file was deleted today, choose a version of the folder from yesterday, which should contain the file.)

Drag the file or folder that you want to restore to another location, such as your desktop or another folder.

The version of the file or folder is saved to the location that you selected.

Tip: If you don't remember the exact file or folder name or its location, you can search for it by typing part of the name in the search box in the Documents library.

To restore a file or folder to a previous state

Right-click the file or folder, and then select Restaurar versões anteriores.

You'll see a list of available previous versions of the file or folder. The list will include files saved on a backup (if you're using Windows Backup to back up your files) as well as restore points, if both types are available.

o Previous Versions tab, showing some previous versions of files

Before restoring a previous version of a file or folder, select the previous version, and then click Abrir to view it to make sure it's the version you want.

Observação: You can't open or copy previous versions of files that were created by Windows Backup, but you can restore them.

To restore a previous version, select the previous version, and then select Restore.

Warning: The file or folder replaces the current version on your computer, and the replacement can't be undone.

Observação: If the Restore button is unavailable, you can't restore a previous version of the file or folder to its original location. You might be able to open it or save it to a different location.


Wide Open Town

Kansas City was gaining a reputation as a “wide-open town,” where all manner of vice could be indulged, and the booze flowed freely. Brothers Jim and Tom Pendergast came to Kansas City from St. Joseph in the late-19th century. First entering the saloon trade, the brothers soon demonstrated a knack for political organization. When Jim died in 1911, younger brother Tom assumed control of the growing Pendergast Machine, the political organization that exerted control over local government until its collapse in 1940. Boss Tom controlled working class, Democrat votes and thereby could bend elections to his will. Initially establishing himself in the pre-prohibition wholesale liquor trade, he eventually transitioned to an industry that could directly benefit from the government building contracts he controlled – ready-mix concrete. But Boss Tom never forgot his ties to the saloon and liquor businesses. Kansas City lived up to its “Paris of the Plains” nickname as a direct result of Pendergast’s control over the police department and lax enforcement of prohibition laws.


* Please try a lower page number.

* Please enter only numbers.

* Please try a lower page number.

* Please enter only numbers.

Thank you for your interest in Windows 10.

To enable file history on Windows 10, connect an external hard drive and follow the steps below:

  1. Abrir Start menu and type File History
  2. Click File History (control panel)
  3. Tap or click Select a drive , and choose the network or external drive you want to use.

If the network drive you want isn’t in the list of available drives, tap or click Show all network locations . If the drive you want isn’t listed there either, open File History in Control Panel, tap or click Add a network location , and follow the instructions on the screen.

Hope this information was helpful.

Denunciar abuso

22 people found this reply helpful

Ótimo & # 33 Obrigado por seus comentários.

Quão satisfeito você está com esta resposta & # 63

Obrigado pelo seu feedback, isso nos ajuda a melhorar o site.

Quão satisfeito você está com esta resposta & # 63

I go to File History in Windows 10 and I can't turn it on at all.

The turn on button is greyed out.

It doesn't recognize any of my usb drives.

My computer is a Hp Compaq nc6400 notebook.

When I installed windows 10 from 8.1 I asked for upgrade. Could this be the problem?

Instead of a clean install.

Denunciar abuso

18 people found this reply helpful

Ótimo & # 33 Obrigado por seus comentários.

Quão satisfeito você está com esta resposta & # 63

Obrigado pelo seu feedback, isso nos ajuda a melhorar o site.

Quão satisfeito você está com esta resposta & # 63

Denunciar abuso

7 people found this reply helpful

Ótimo & # 33 Obrigado por seus comentários.

Quão satisfeito você está com esta resposta & # 63

Obrigado pelo seu feedback, isso nos ajuda a melhorar o site.

Quão satisfeito você está com esta resposta & # 63

I went to the "UPDATE & SECURITY" panel and clicked "Backup". But on the right side of the panel, under "Back up using File History" I do not see the toggle button to turn On. What I do see is:

Clicking "Add a drive" sets off a scan for a drive which comes back "No usable drives found". There is no other alternatives on this path.

Clicking "More Options" a file History is off message and a link to Windows 7 Backup and Restore. Going down this path, in Windows 7, does not end well when you are looking for a Windows 10 option.

Previously on the "UPDATE & SECURITY" panel, after clicking "Backup" I clicked "Go to Backup and Restore (Windows 7)" and did a backup. This I presume made the ON switch under "Back up using File History" disappear (as well as unpleasant retrogrades to Windows 7).

Doing a backup using the Windows 7 option seems to have locked me into that option.

Denunciar abuso

11 people found this reply helpful

Ótimo & # 33 Obrigado por seus comentários.

Quão satisfeito você está com esta resposta & # 63

Obrigado pelo seu feedback, isso nos ajuda a melhorar o site.

Quão satisfeito você está com esta resposta & # 63

Denunciar abuso

6 people found this reply helpful

Ótimo & # 33 Obrigado por seus comentários.

Quão satisfeito você está com esta resposta & # 63

Obrigado pelo seu feedback, isso nos ajuda a melhorar o site.

Quão satisfeito você está com esta resposta & # 63

Denunciar abuso

8 people found this reply helpful

Ótimo & # 33 Obrigado por seus comentários.

Quão satisfeito você está com esta resposta & # 63

Obrigado pelo seu feedback, isso nos ajuda a melhorar o site.

Quão satisfeito você está com esta resposta & # 63

Denunciar abuso

8 people found this reply helpful

Ótimo & # 33 Obrigado por seus comentários.

Quão satisfeito você está com esta resposta & # 63

Obrigado pelo seu feedback, isso nos ajuda a melhorar o site.

Quão satisfeito você está com esta resposta & # 63

Spend Hundreds on Microsoft software then (FREE) Windows # 10 , then More $$ on an external Hard Drive because Your File System Drive was Disconnected By Windows #10 . , Only to get More bad news. Your Drive is not recognized! This is costing Anxiety,Money,Time , And more Time! MICROSOFT IS HOLDING MY COMPUTER HOSTAGE!

. I want to see a fix on here soon! How many People Have the same Problem. Please show Your Hand!.

Denunciar abuso

110 people found this reply helpful

Ótimo & # 33 Obrigado por seus comentários.

Quão satisfeito você está com esta resposta & # 63

Obrigado pelo seu feedback, isso nos ajuda a melhorar o site.

Quão satisfeito você está com esta resposta & # 63

Spend Hundreds on Microsoft software then (FREE) Windows # 10 , then More $$ on an external Hard Drive because Your File System Drive was Disconnected By Windows #10 . , Only to get More bad news. Your Drive is not recognized! This is costing Anxiety,Money,Time , And more Time! MICROSOFT IS HOLDING MY COMPUTER HOSTAGE!

. I want to see a fix on here soon! How many People Have the same Problem. Please show Your Hand!.

thank You! db.

Denunciar abuso

7 people found this reply helpful

Ótimo & # 33 Obrigado por seus comentários.

Quão satisfeito você está com esta resposta & # 63

Obrigado pelo seu feedback, isso nos ajuda a melhorar o site.

Quão satisfeito você está com esta resposta & # 63

Received an HP Pavillion laptop for christmas this year. It came with a Windows 10/Windows 8 dual operating system. It ran beautifully until I created my recovery disk on a USB flash drive. Ever since then I keep receiving a notification that I need to reconnect my history files to its proper drive and that until this is done the history files are being kept as a temporary file. I have been searching for a resolution to this issue ever since. I don't think this is the exact same problem as yours - but it comes down to the same problem. Somehow the recovery disk creation has disrupted the connection between the actual history files and driver that it should be connected to. I am not a computer person - I have no idea how to fix this. Do I need to contact a computer tech to figure this out? After reading these online comments it sounds like this might be a waste of time and money if Microsoft needs to figure out what is going on in the first place.


Who is Angleton?

James Jesus Angleton ran the CIA's counterintelligence division from 1954 to 1975. The son of an American father and a Mexican mother, Angleton went to Yale University and Harvard Law School and served in the Office of Strategic Services, the forerunner of the CIA, during World War II.

After the CIA's creation in 1947, he joined the agency and became head of the counterespionage unit in 1954, where he remained until 1975.

A chain-smoking and hard-drinking obsessive, Angleton held great sway inside the CIA for decades, enabled in part by his friendship with Richard Helms, the former head of covert operations and later the CIA director from 1966 to 1973.

During a Senate investigation led by Sen. Frank Church, D-Idaho, Angleton acknowledged multiple cases in which the CIA violated its charter by conducting operations on U.S. soil, including illegally opening the mail of U.S. citizens.

Angleton also said the CIA asked FBI Director J. Edgar Hoover to conduct surreptitious break-ins into the homes and offices of suspects, so-called "black bag jobs."

Kim Philby, right, was a British double agent who fooled CIA counterespionage chief James Angleton. (Photo: NONE, Keystone via Getty Images)

The arrest and subsequent escape to the Soviet Union of British intelligence operative Kim Philby, a longtime Soviet spy, burned Angleton, who had been one of Philby's closest friends in U.S. intelligence. He became intensely suspicious of Soviet defectors, believing them plants aimed at planting false information and destabilizing the CIA.


James Files - History

For Recent files and folders history I am using below path in windows10.

But I can not see recent files and folder were accessed 90 days back.

May I know how to do that.

All replies

Hope it will answer your question.

That seems not defined by days but items.

Here I suggest you upgrade to Windows 10 1803. This build has new feature called timeline. It's record the activities up to 30 days.

Please refer to the following article:

Observe: Since the website is not hosted by Microsoft, the link may change without notice. Microsoft does not guarantee the accuracy of this information.

Please remember to mark the replies as answers if they help.
If you have feedback for TechNet Subscriber Support, contact [email protected]

If I can restore the previous settings for my computer then is it possible for me to view the all files and folders accessed on that particular day?(I need to view files and folders accessed on 15th march 2018)

Or there is some workaround for doing so in above article I am not able to understand how should i proceed.

Because currently in recent item history I can see last 30 items that I accessed.

How did you restore previous setting?

Please be aware of that that System Restore can be used to recover Windows system files, programs, and registry settings installed on your system. It also make changes to batch files, scripts and all the other types of executable files created on your system. It do not affect your personal files and they remain the same. But system restore cannot help you to restore your personal files like e-mail, documents, or photos if they are lost.

Please remember to mark the replies as answers if they help.
If you have feedback for TechNet Subscriber Support, contact [email protected]

Is it possible for me to view the all files and folders accessed on particular day?(I need to view files and folders accessed on 15th march 2018).

It would be great if I can see the history in below path,

Can you please suggest any way for this.

Please remember to mark the replies as answers if they help.
If you have feedback for TechNet Subscriber Support, contact [email protected]

May I know where the data store in that location( C:UsersusernameAppDataRoamingMicrosoftWindowsRecent. ).

What is the exact way to get history for all accessed documents and folders on particular day.

Is there any third party tool available for this.

Please suggest also please suggest who can help me out on this.

May I know where data store in that location.

What is the exact way to get history for all accessed documents and folders on particular day.

Is there any third party tool available for this.

Please suggest also please suggest who can help me out on this.

May I know where data store in that location.

What is the exact way to get history for all accessed documents and folders on particular day.

Is there any third party tool available for this.

Please suggest also please suggest who can help me out on this.

May I know where data store in that location.

What is the exact way to get history for all accessed documents and folders on particular day.

Is there any third party tool available for this.

Please suggest also please suggest who can help me out on this.

I am not familiar with third-party software. I just know there is no method to achieve your requirement on Windows side.

Folder C:UsersusernameAppDataRoamingMicrosoftWindowsRecent could store 150 items. And Recent files in File Explorer can up to show 20 items.

If the folder C:UsersusernameAppDataRoamingMicrosoftWindowsRecent doesn't list the files you desire, no way.

Furthermore, even the shortcut show up in the C:UsersusernameAppDataRoamingMicrosoftWindowsRecent folder, it cannot be open if the original file doesn't exists.


About the Interviewers

Arthur Daemmrich is an assistant professor in the Business, Government, and International Economy Unit at Harvard Business School and a senior research fellow at the Chemical Heritage Foundation. His research examines science, medicine, and the state, with a focus on advancing theories of risk and regulation through empirical research on the pharmaceutical, biotechnology, and chemical sectors. At HBS he also plays an active role in an interdisciplinary Healthcare Initiative, advancing scholarship and developing applied lessons for the business of creating and delivering health services and health-related technologies. Daemmrich was previously the director of the Center for Contemporary History and Policy at the Chemical Heritage Foundation. He earned a PhD in Science and Technology Studies from Cornell University in 2002 and has held fellowships at the Social Science Research Council/Berlin Program for Advanced German and European Studies, the Kennedy School of Government at Harvard University, and the Chemical Heritage Foundation. He has published widely on pharmaceutical and chemical regulation, biotechnology business and policy, innovation, and history of science.


Assista o vídeo: ARCHIVE Trailer 2020 Theo James, Sci-Fi Movie (Pode 2022).


Comentários:

  1. Akinobar

    Concordo, informações úteis

  2. Aragis

    Sinto muito, mas, na minha opinião, eles estavam errados. Escreva-me em PM.

  3. Ardon

    Kick muito engraçado))))

  4. Mervin

    Fundir. Eu concordo com todos os mais constutos. Podemos falar sobre esse tópico.

  5. Machum

    Removido (seção confusa)

  6. Leaman

    Estou certo de que você enganou.



Escreve uma mensagem