Notícia

Onde encontrar registros de nascimento de pessoas nascidas na Irlanda antes da independência?

Onde encontrar registros de nascimento de pessoas nascidas na Irlanda antes da independência?


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Tenho um parente que nasceu em 8 de fevereiro de 1917 em Tuam, Galway, Irlanda. Naquela época, a Irlanda estava sob o domínio britânico, mas logo depois conquistou a independência (pelo menos é o que eu entendo).

Estou tentando rastrear a certidão de nascimento e me perguntando sobre questões em aberto como: ela era 'britânica' ou 'irlandesa' ou ela começou como 'britânica' e se tornou 'irlandesa' automaticamente quando criança?

E mais precisamente - onde posso encontrar sua certidão de nascimento? Esse tipo de coisa teria sido mantido de forma centralizada na época?


Muitos dos registros foram perdidos quando o Escritório de Registros Públicos de Dublin explodiu em 1922.
Mas veja http://www.gov.ie/en/essays/genealogy.html


Estou tentando rastrear a certidão de nascimento e me pergunto se há perguntas em aberto como: ela era 'britânica' ou 'irlandesa' ou ela começou como 'britânica' e se tornou 'irlandesa' automaticamente quando criança?

Lembre-se de que as pessoas podem ser "britânicas" e 'Irlandês'.

Isso pode ajudar a rastrear seus pais: online, pesquisável, censos irlandeses de 1901 e 1911 http://www.census.nationalarchives.ie/


O Escritório de Registros Públicos de Dublin não teria mantido certidões de nascimento para pessoas nascidas em Tuam, se é que existe algum lugar para esse assunto. Provavelmente haveria um registro em papel mantido na igreja paroquial (catedral em Tuam). Cresci a alguns quilômetros de Tuam, mas duvido que haja algo digitalizado.


Os registros são mantidos no General Register Office (GRO) em Dublin. Eles (atualmente) têm índices pesquisáveis ​​gratuitos para registros de nascimento datando de 1864 a 1915 online.


Os índices pesquisáveis ​​atualmente (agosto de 2017) incluem:

  • Nascimentos: 1864 a 1915
  • Casamentos não católicos romanos: 1845 a 1940
  • Casamentos católicos romanos: 1864 a 1940
  • Mortes: 1864 a 1965

Para registros mais recentes, eles têm um mecanismo de pesquisa em Dublin em:

General Register Office Werburgh Street, Dublin 2, D08 E277


Índices pesquisáveis ​​também estão disponíveis no Ancestry.com. Eles exigem uma assinatura, e não tenho certeza de quão boa é sua cobertura.


Registros vitais

Os registros vitais geralmente se referem a registros como certidões de nascimento e óbito, certidões de casamento e divórcio, testamentos e semelhantes. Esses registros são criados pelas autoridades locais e, com possíveis exceções, para eventos no exterior, nas forças armadas ou no Distrito de Columbia. Eles não são considerados registros federais, portanto, eles são não detido por NARA.
O site do Centro Nacional de Estatísticas de Saúde do CDC informa como obter registros de nascimento, óbito, casamento e divórcio de agências estaduais e territoriais.

Recursos Relacionados a NARA

As informações coletadas nos registros do censo podem ajudá-lo a encontrar em qual jurisdição você deseja procurar registros vitais. Por exemplo, se você descobrir que o estado de nascimento e o ano aproximado de nascimento do seu antepassado estão relatados no censo, você pode entrar em contato com esse local jurisdição sobre seus registros de nascimento. Certos anos do censo (1850, 1860, 1870 e 1880) também tiveram tabelas de mortalidade (1890-1900 foram infelizmente destruídas), então você pode encontrar a morte de alguém relatada se ela ocorreu no ano anterior ao censo.

Marriage Registers of Freedman, um artigo da Prólogo
Este artigo descreve os registros de casamento disponíveis para escravos libertos e outros registros sobre famílias de escravos. Esses registros são uma fonte inestimável para a história da família afro-americana. Veja links para mais recursos sobre Pesquisa Afro-Americana.

Listas de baixas dos militares dos EUA:

Sites externos com informações relacionadas


    Este site NARA é dedicado à divulgação do censo de 1930. Está completo com a localização de ajudas e índices.

    Organizado por cemitério e memorial, este site exibe os enterros e desaparecidos em ação para 172.218 vítimas.

    Este site do U.S. Census Bureau foi projetado para facilitar a localização de informações do censo. Estão incluídos perfis de comunidade, mapas de referência e temáticos e dados sobre população e habitação.

    As certidões de nascimento e óbito de residentes do Arizona estão agora disponíveis ao público por meio deste site, desde que o nascimento tenha ocorrido há mais de 75 anos e a morte, há mais de 50 anos.

    Informações sobre relatos de americanos que morreram no exterior. São fornecidas orientações para a obtenção de relatórios dos escritórios consulares dos EUA para o Departamento de Estado nomeando cidadãos dos EUA que morreram em países estrangeiros.

    Este site fornece bancos de dados para genealogistas e outros pesquisadores.

    Este site ajuda você a pesquisar túmulos, memoriais, monumentos, registros de sepulturas e cemitérios de ancestrais. Ele também fornece links para os túmulos de milhares de pessoas famosas em todo o mundo.

    Este artigo de Claire Prechtel-Kluskens apareceu na edição de janeiro de 1998 do NARA's O recorde.

    Este artigo, escrito por Kellee Blake, foi publicado na edição da primavera de 1996 da Prólogo.

    Este banco de dados fornece listas de certidões de óbito arquivadas no Departamento de Saúde Pública de Illinois entre 1916 e 1950.

    Elaine Everly, membro da equipe do NARA, escreveu este artigo sobre os registros de casamento de Freedmans. É uma fonte inestimável de história da família publicada na edição de outono de 1973 da Prologue Quarterly.

    Este artigo de Margaret O. Adams e Thomas E. Brown apareceu na edição do inverno de 2000 de Prólogo.

    O NAIC ajudará os genealogistas que buscam registros vitais modernos e fornece informações atualizadas sobre as leis e procedimentos estaduais.

    Este site inclui um banco de dados de registros on-line de mais de 3.000.000 de cemitérios de veteranos, cobrindo enterros de VA desde a Guerra Civil.

    Quase 1,4 milhão de registros estão incluídos no banco de dados, cobrindo: 1891 a 1894 Apenas Manhattan, 1895 a 1897 apenas Manhattan e Brooklyn, e 1898 a 1911 Todos os Boroughs.

    Mantido pelo Escritório Geral de Terras do Bureau of Land Management (BLM), este site atualmente fornece acesso público a mais de dois milhões de registros de títulos de terras federais, emitidos entre 1820 e 1908, para doze Estados de Terras Públicas do Leste.

    Compilado pelo Departamento de Saúde da Pensilvânia, este site tem links para os escritórios de registros vitais de todos os 50 estados.

    Links úteis sobre onde pesquisar registros de sepultamento, inscrições de lápides e obituários online por meio deste site LibrarySpot.

    Criado por Joe Beine, este site lista índices de óbitos por estado e inclui índices de condados, obituários, bancos de dados de certidões de óbito e um banco de dados de registros vitais.

    Este site, The Plymouth Colony Archive Project, lista todos os passageiros do Mayflower e suas ocupações. Muito útil para provar linhagens de ancestrais dos colonos originais da Colônia de Plymouth.

    Este site do Bibliotecário Público da Internet auxilia na localização de registros públicos ou vitais usando a Internet.

    Esta versão digital do trabalho clássico de William S. Stryker é apresentada aqui pela Biblioteca Estadual de Nova Jersey.

    Patrocinado por FamilyTreeMaker.com, este site indexa todos os registros de óbito que foram relatados à Administração do Seguro Social.

    Locais dos Arquivos do Estado NARA e sociedades históricas com informações de contato.

    Este site é útil para pesquisadores iniciantes, porque é organizado por estado e depois por condado e fornece instruções sobre como fazer consultas sobre registros vitais.

    O site do Centro Nacional de Estatísticas de Saúde do CDC informa como obter registros de nascimento, óbito, casamento e divórcio de agências estaduais e territoriais.

    Banco de dados de mais de 145.000 cartões de serviço de soldados do Exército e da Marinha do Missouri entre 1917 e 1919.

Esta página foi revisada pela última vez em 28 de maio de 2021.
Contate-nos com perguntas ou comentários.


Rastreando ancestrais protestantes, parte 2 - registros da Igreja da Irlanda

Biblioteca do Corpo da Igreja Representativa em Dublin: A maior coleção de registros (incluindo aqueles de alguns ministérios não paroquiais, como catedrais, capelas militares ou capelas de facilidade) é mantida pela Biblioteca do Corpo da Igreja Representativa da Igreja da Irlanda (Biblioteca RCB). A Biblioteca mantém os registros paroquiais irlandeses mais antigos - os registros de batismo, casamento e sepultamento de São João Evangelista em Dublin - que datam de 1619, e sua coleção cresce a cada ano à medida que mais paróquias entregam seus registros para guarda. Visitantes pessoais da Biblioteca podem acessar livremente os registros.

Catedral de São Columb, cidade de Derry. Catedral de São Columb, Derry City

LISTA DE REGISTROS DE PARÓQUIAS DA IGREJA DA IRLANDA: Após um projeto conjunto com a Sociedade Irlandesa de Pesquisa Genealógica, a Biblioteca RCB publicou um download gratuito Lista de registros paroquiais da Igreja da Irlanda (1.1Mb pdf).

Este documento indispensável de 98 páginas lista não apenas a coleção de registros e transcrições do RCBL, mas todos os registros paroquiais da Igreja da Irlanda - sobrevivam ou não - da República da Irlanda e da Irlanda do Norte.

As datas dos que sobreviveram também são indicadas no documento e um código de cores indica a localização atual dos originais em repositórios, custódia local, etc. Se os registros foram disponibilizados online, um link para o banco de dados relevante é fornecido.

Em julho de 2017, a Biblioteca RCB atualizou a Lista com links para 'listas manuais' paróquia por paróquia. Estas listas manuais fornecem uma visão sobre a coleção de registros de uma paróquia e também fornecem ao pesquisador informações atualizadas sobre a paróquia.

A lista é atualizada regularmente e o link acima o levará para a versão mais atualizada (janeiro de 2020).

REGISTROS PUBLICADOS PARA COMPRA: Os funcionários da biblioteca transcreveram 12 registros para compra (detalhes aqui).

CONTATO: RCBL, Braemor Park, Churchtown, Dublin 14. Tel: 00 353 (0) 1 492 3979. Email: [email protected] RCBL online.

Arquivos Nacionais da Irlanda (NAI) tem microfilmes de cerca de 350 registros da Igreja da Irlanda. Estes são de acesso público gratuito e incluem muitos dos registros originais agora mantidos na RCBL.

Embora haja um serviço genealógico diário gratuito no NAI, ele está disponível apenas para visitantes pessoais. A equipe da NAI não realiza pesquisas genealógicas.

CONTATO: Arquivos Nacionais da Irlanda, Bishop Street, Dublin 8. Não é necessário marcar hora, mas você precisa de um Bilhete do Leitor para usar a Sala de Leitura, que está aberta das 9h15 às 17h de segunda a sexta-feira. Detalhes em www.nationalarchive.ie.

Escritório de Registros Públicos da Irlanda do Norte (PRONI): Os registros da Igreja Sobrevivente da Irlanda para todos os condados do Ulster, mais os de Leitrim e Louth, podem ser visualizados em microfilme no Public Record Office of Northern Ireland (PRONI). Você precisa de um Passe de Visitante se quiser rastrear ancestrais por meio desses registros. Horas 9.00-4.45, de segunda a sexta-feira, mais fechamento à noite às quintas-feiras.

CONTATO: PRONI, Titanic Boulevard, Belfast BT3 9HQ. Tel: 00 44 (0) 29 9025 5905. Email: [email protected] PRONI online.

Custódia Local: Em vista do que aconteceu com os registros quando enviados para um arquivo do estado (consulte Todos os registros queimaram?), A Igreja da Irlanda está compreensivelmente nervosa em liberar os originais de sua própria custódia. Muitos originais permanecem sob custódia local. Embora alguns sejam entregues à RCBL todos os anos, não parece haver grande pressa do clero local em se isentar da responsabilidade de cuidar de seus documentos históricos.

É, portanto, necessário que os pesquisadores consultem o Lista de registros paroquiais da Igreja da Irlanda (veja o link acima). Se o registro paroquial que você procura ainda estiver sob custódia local, entre em contato com a igreja para descobrir quais acordos de acesso estão em vigor para que os historiadores da família vejam as páginas originais. Quando uma transcrição ou cópia microfilmada está disponível em outro lugar, o clero local geralmente mantém seus originais trancados à chave.

Onde encontrar registros da Igreja da Irlanda ONLINE

Um bom número de registros de batismos, casamentos e sepultamentos da Igreja da Irlanda foram divulgados online nos últimos cinco anos. Os seguintes bancos de dados contêm as coleções online mais significativas:

RootsIreland - Este banco de dados pay-to-view contém milhões de registros da Igreja da Irlanda, mas não é, de forma alguma, uma coleção completa. Para rastrear ancestrais por meio deste serviço, você, na ausência de um nome excepcionalmente incomum, precisará ser capaz de restringir a área que está pesquisando, pelo menos, ao nível de condado.

Se você está razoavelmente confiante sobre a localidade, certifique-se de olhar a lista de Fontes Online para o condado apropriado (há um widget útil aqui) para verificar se a paróquia correta está incluída no banco de dados RootsIreland.

Todos os registros em RootsIreland são transcrições, não há imagens dos registros paroquiais.

Igreja de Cristo, Kilfaughnabeg, Glandore, Co. Cork.

IrishGenealogy - Por meio deste site financiado pelo governo, você encontrará registros de ancestrais protestantes que viveram nos condados de Carlow e Kerry e na cidade de Dublin. O site pesquisável fornece transcrições e imagens, e são gratuitas.

The Anglican Record Project - A RCBLibrary (consulte a seção off-line acima) é o host on-line deste projeto, administrado por Mark Williams. As transcrições e algumas imagens dos registros da Igreja da Irlanda estão disponíveis gratuitamente para visualização na tela ou baixando PDFs. & # Xa0


Como pesquisar

Para pesquisar os registros, você deve inserir pelo menos um sobrenome junto com uma data que pode ser:

Você pode adicionar outras informações para refinar sua pesquisa. Os tipos de registro civil são:

  • nascimentos
  • mortes
  • casamentos
  • parcerias civis
  • adoções
  • Mortes na segunda guerra mundial

As informações que você pode usar para pesquisar são mostradas abaixo para cada tipo de registro civil:

Nascimentos

  • sobrenome da criança
  • primeiro nome próprio da criança
  • data de nascimento da criança, ano de nascimento ou faixa de nascimento
  • Sexo de criança
  • sobrenome de solteira da mãe
  • distrito de registro
  • subdistrito de registro

Mortes

  • sobrenome do falecido
  • primeiro nome do falecido
  • Sexo do falecido
  • data de nascimento do falecido
  • data da morte do falecido, ano da morte ou intervalo do ano da morte
  • distrito de registro
  • subdistrito de registro

Distritos de registro ao pesquisar registros de nascimento ou óbito

Ao pesquisar um registro de nascimento ou óbito antes de 1º de outubro de 1973, você tem a opção de pesquisar por subdistrito. A opção de subdistrito não está disponível após esta data porque os limites do governo local foram alterados. A partir de 1º de outubro de 1973, os distritos municipais são os únicos distritos disponíveis para pesquisa.

Casamentos

Você só pode pesquisar por um dos cônjuges usando:

  • sobrenome da noiva ou do noivo
  • primeiro prenome da noiva ou do noivo
  • data de casamento, ano de casamento ou intervalo de anos de casamento
  • distrito de registro

Mortes na segunda guerra mundial

  • sobrenome do falecido
  • primeiro nome do falecido
  • data da morte do falecido, ano da morte ou intervalo do ano da morte

Sua pesquisa genealógica irlandesa - um A - Z

Esta genealogia irlandesa A-Z será útil, não importa o estágio em que sua pesquisa tenha atingido.

Em alguns casos, os detalhes nesta página simplesmente redirecionam você para a seção relevante do Irish Genealogy Toolkit. Outros fornecem um breve resumo dos recursos disponíveis e fornecem links para informações mais detalhadas, seja nesta seção do site ou em sites externos.

Esta genealogia irlandesa A-Z será útil, não importa o estágio em que sua pesquisa tenha atingido.

Em alguns casos, os detalhes nesta página simplesmente redirecionam você para a seção relevante do Irish Genealogy Toolkit. Outros fornecem um breve resumo dos recursos disponíveis e fornecem links para informações mais detalhadas, seja nesta seção do site ou em sites externos.

- role para baixo na página A-Z para encontrar o tópico de seu interesse,

- veja o menu Conteúdo na coluna direita (desktops e alguns tablets) da página, ou

Arquivos e repositórios na Irlanda

Lista de repositórios regionais irlandeses (em toda a ilha)

Dê uma boa olhada também no site ExploreYourArchive, onde há alguns recursos excelentes sobre alguns dos arquivos da Irlanda e do Reino Unido. Você também encontrará The Archive Directory na guia Resources útil.

Outro diretório útil, mas subutilizado, é o Irish Archives Resource (IAR), um grupo voluntário apoiado pela Archives and Records Association (ARA) e pela University College Dublin. Ele publica um banco de dados online gratuito que permite aos usuários localizar arquivos relevantes para suas pesquisas e visualizar descrições de arquivos abrangentes e padronizadas. & # Xa0

Melhores 'ou' Principais 'sites de listagens - recomendações

Para ajudar os novos historiadores da família, este kit de ferramentas tem uma série de listas de sites 'Melhor para' ou '5 principais' onde recomendei sites específicos para fins específicos. Alguns têm um propósito geral ou abrangente, alguns têm como alvo temas específicos. As páginas estão localizadas neste site onde parecerem mais apropriadas para o leitor, mas nem sempre são muito óbvias!

Para simplificar, então, aqui estão as listagens:

Os 10 principais sites gratuitos de genealogia irlandesa: A palavra-chave aqui é 'grátis', embora, em termos de história da família irlandesa, essas coleções tendam a ser maiores e mais convencionais.

Os 5 principais bancos de dados genealógicos irlandeses com pagamento para ver: Como a maioria dos principais bancos de dados é gratuita, você não precisa de muitas assinaturas para a genealogia irlandesa!

Melhores sites de genealogia para pesquisa local: Os sites de genealogia nesta lista contêm informações e / ou registros sobre localidades específicas, seja no nível de condado, cidade, paróquia ou distrito. Nem todas as áreas são cobertas.

Melhores sites para aprender sobre lugares: esta pequena lista de sites inclui aqueles que ajudam você a aprender sobre lugares - sua história, idioma, figurões locais e outros com responsabilidades civis e serviços gerais (mercados, sessões judiciais, feiras, treinador principal horários, saúde, etc.) mapas que identificam as divisões administrativas locais, encontrando links para sites que contêm informações e registros locais. Seja qual for a área de destino, você encontrará informações úteis nesses sites.

Melhores sites para genealogia da Irlanda do Norte: Sites gratuitos ou não totalmente gratuitos que têm como alvo específico a pesquisa de história da família na Irlanda do Norte.

Nascimento e Batismo

Registros de nascimento e certidões de nascimento da Irlanda (registro civil).

Cemitérios

Censo da Irlanda

Infelizmente, os censos feitos no século 19 foram quase completamente destruídos, apenas um pequeno número de fragmentos do censo irlandês de 1821-1851 sobreviveram. Essa grande tragédia é a razão pela qual muitas pessoas acham difícil a busca por sua genealogia irlandesa. No entanto, os censos de 1901 e 1911 sobreviveram, completos. Os detalhes completos estão na seção do censo irlandês do Irish Genealogy Toolkit, junto com informações sobre pesquisas populacionais do final do século 20, como o censo de 1926 e o ​​Registro Nacional de 1939 (este último realizado apenas na Irlanda do Norte).

Uma série de pesquisas populacionais específicas foram realizadas nos séculos 18 e 19, muitas vezes em uma área geográfica mais localizada ou grupo de pessoas distinto. Muitos deles também sobrevivem. Essas coleções são conhecidas como substitutas do censo da Irlanda.

Registros da igreja

Igreja de Timoleague, Co Cork.

Os registros da igreja incluem registros de batismos / batizados, casamentos e enterros. Estes registos foram criados nos Registos Paroquiais e constantemente actualizados à medida que ocorriam nascimentos, casamentos e óbitos.

Para a pesquisa genealógica irlandesa, os registros da igreja podem ser uma fonte maravilhosamente rica de informações, mas, como os historiadores da família logo descobrem, há muitos problemas a serem superados. O mais óbvio é que um grande número de registros não sobrevive.

Uma lei de 1876 exigia que todos os registros paroquiais da Igreja da Irlanda fossem enviados ao Public Record Office em Dublin para custódia. Essa lei foi emendada em 1878 para permitir que as paróquias com boas instalações de armazenamento retenham seus registros, portanto, nem todos os registros paroquiais foram enviados para Dublin e outros foram copiados antes de serem enviados.

Os registros da igreja incluem registros de batismos / batizados, casamentos e enterros. Estes registos foram criados nos Registos Paroquiais e constantemente actualizados à medida que ocorriam nascimentos, casamentos e óbitos.

Para a pesquisa genealógica irlandesa, os registros da igreja podem ser uma fonte maravilhosamente rica de informações, mas, como os historiadores da família logo descobrem, há muitos problemas a serem superados. O mais óbvio é que um grande número de registros não sobrevive.

Uma lei de 1876 exigia que todos os registros paroquiais da Igreja da Irlanda fossem enviados ao Public Record Office em Dublin para custódia. Essa lei foi emendada em 1878 para permitir que as paróquias com boas instalações de armazenamento retenham seus registros, portanto, nem todos os registros paroquiais foram enviados para Dublin e outros foram copiados antes de serem enviados.

Igreja de Timoleague, Co Cork.

Isso foi bom, porque aqueles que estavam "protegidos" em Dublin foram destruídos em um incêndio em 1922.

A maioria dos que não foram enviados a Dublin sobreviveu, embora nem todos estejam sob o mesmo teto. Eles estão bastante dispersos, portanto, rastrear um determinado registro, ou uma cópia dele, pode, às vezes, ser problemático.

Registros católicos romanos também sobrevivem (com um pequeno número de exceções), mas geralmente não datam de muito além da década de 1820. Alguns nem começam antes da segunda metade do século XIX. Registros mais antigos, especialmente aqueles de paróquias mais rurais, eram freqüentemente em latim.

Consulte a seção Registros da Igreja deste site para obter detalhes sobre os registros presbiterianos, católicos romanos, metodistas, protestantes e quacres.

Registro civil

A seção de registro civil irlandês deste site fornece uma compreensão abrangente de como esses registros ajudarão na sua pesquisa genealógica irlandesa, onde você pode encontrar os recursos de que precisa, tanto online quanto offline, e como usá-los. Aqui está um breve resumo das páginas disponíveis:

O sistema de registro civil irlandês - uma introdução, resumo e menu principal de páginas

Usando os índices de registro civil irlandês - uma breve história dos índices e registra como eles são compilados, arranjos de índices, como criar a referência do Índice GRO.

Pesquise os índices de registro civil irlandês - descrições detalhadas de recursos on-line e off-line que fornecem acesso aos índices.

Dicas para pesquisar IrishGenealogy.ie - o índice oficial de registro civil online com links (por alguns anos) para imagens de entradas de registro. Dicas para o sucesso. Como localizar / criar

Mapas dos distritos de registro civil da Irlanda - (Superintendent Registrars 'Districts) e listas dos nomes dos distritos, por condado.

Registros de registro civil da Irlanda do Norte - O General Register Office da Irlanda do Norte tem uma facilidade online eficiente para pesquisar eventos históricos que ocorreram nos seis condados.

Condados

Registros judiciais e criminais

Os registros do tribunal podem ser extremamente úteis para a pesquisa genealógica irlandesa, muitas vezes revelando informações anedóticas surpreendentes ou coloridas. Eles também podem, ocasionalmente, fornecer informações genealógicas valiosas - nomes de pais, irmãos ou filhos, ou esclarecer onde uma família estava morando em um determinado momento no tempo.

As coleções online ajudaram a aumentar a conscientização sobre o valor dos registros, e você encontrará detalhes completos e conselhos sobre como usá-los nas seguintes páginas deste site:

Morte

Existem várias fontes de registros de óbitos: registros civis de óbitos, que começaram em 1864, registros de sepultamentos de igrejas (irregulares, na melhor das hipóteses), anúncios de mortes e obituários em jornais e lápides. Um grande número de sites dirigidos principalmente por voluntários também existe agora para conter detalhes de cemitérios e lápides com inscrições.

Feitos

O Registro de Ações em Dublin mantém memoriais de escrituras de 1708. Os registros são acessíveis apenas para visitantes pessoais. & # Xa0 Um projeto liderado por voluntários está criando gradualmente um índice de registros online de livre pesquisa e tem crescido consideravelmente desde O FamilySearch carregou imagens (mas nenhum índice) dos memoriais. Em 2019, a Autoridade de Registro de Propriedade da Irlanda anunciou o início de um projeto para digitalizar a coleção do Registro de Títulos (veja minha postagem do blog em Notícias de genealogia irlandesa) Isso pode levar vários anos para se concretizar.

Veja a página principal de & # xa0Land & property para uma breve explicação sobre o valor das escrituras para a pesquisa genealógica.

Um artigo mais completo sobre Deeds está sendo preparado e será publicado em breve no Irish Genealogy Toolkit.

Emigração da Irlanda

    & # xa0que trouxe doenças e morte para imigrantes irlandeses na América e no Canadá. : a chegada dos irlandeses: onde encontrar registros da chegada e da vida de seu ancestral no Canadá & # xa0que pode ajudá-lo a encontrar seus imigrantes irlandeses na América. , Nova york. Como foi?

► & # xa0 & # xa0Os navios-caixão & # xa0que trouxeram doenças e morte para imigrantes irlandeses na América e no Canadá.

► & # xa0 & # xa0 Registros de imigração canadense: onde encontrar registros da chegada e da vida de seu antepassado no Canadá

► & # xa0 & # xa0Uma visão geral dos registros de imigração dos EUA & # xa0que pode ajudá-lo a encontrar seus imigrantes irlandeses na América.

► & # xa0 & # xa0imigração irlandesa para a Inglaterra e onde encontrar os melhores recursos genealógicos.

► & # xa0 & # xa0imigração irlandesa para a Escócia & # xa0e onde encontrar os melhores recursos genealógicos.

Terra / Geografia e Mapas / Propriedade

Consulte a página principal de Terrenos e propriedades para uma seleção de páginas relacionadas aos registros de terras. Esta seleção inclui várias páginas explorando Griffiths Valuation, bem como links para páginas sobre Tithe Applotment Books, a lista de proprietários de terras de 1876, a coleção Landed Estate Court Rentals e registros de propriedades.

  • Lista alfabética e introdução aos 32 condados históricos da Irlanda. - Os genealogistas precisam se familiarizar com as divisões de terras porque nem todos os registros foram coletados da mesma forma.
  • Mapas: Conhecer o caminho pela Irlanda pode ser muito útil para a pesquisa genealógica. Para ajudá-lo ao longo do caminho, familiarize-se com alguns detalhes básicos sobre a geografia da Irlanda e familiarize-se com as partes relevantes da ilha usando esses mapas regionais e municipais. / Aluguel de tribunais imobiliários onerados

Registros de casamento

Registros de igreja - registros de casamento paroquiais

Jornais

Por não serem indexados, os jornais só recentemente se tornaram um pilar do cenário genealógico, graças à tecnologia de digitalização. Eles podem fornecer colheitas valiosas, de fato. Eles também podem ser muito divertidos, mas você precisa manter o foco para evitar sair pela tangente ao descobrir histórias interessantes.

Existem agora muitos veículos online, mas algumas das melhores coleções ainda são mantidas offline, geralmente em microfilme.

Irlanda do Norte

No Irish Genealogy Toolkit, a maioria das explicações dos recursos se aplica a toda a ilha da Irlanda. Onde pode haver uma diferença na disponibilidade ou aplicação entre o que agora é a Irlanda do Norte e a República da Irlanda, isso geralmente é definido em páginas individuais. Em apenas alguns casos, as informações são tão diferentes que páginas distintas foram criadas, como segue:

Formulários de pesquisa de pensão

No início do século 20, os pedidos de pensão muitas vezes exigiam uma pesquisa nos censos de 1841/1851 para estabelecer a verdadeira idade do requerente. Os formulários preenchidos são conhecidos como formulários de pesquisa do censo ou, menos precisamente, registros de pensões irlandesas.

Registros católicos romanos

Os registros paroquiais da Igreja Católica Romana são mantidos localmente, mas o acesso costuma ser restrito. Felizmente, a maioria dos registros sobreviventes pode ser acessada online em um formato ou outro.

Várias páginas do Irish Genealogy Toolkit exploram esta importante área de pesquisa:

Software de genealogia

A compra de software pode ser um campo minado. Existem tantas opções disponíveis, e provavelmente cada genealogista com quem você falar terá seu próprio favorito e não se afastará dele! Portanto, aqui estão alguns conselhos independentes sobre as coisas que você precisa pensar antes de investir em um pacote de software de árvore genealógica específico.

Ofertas especiais, descontos e promoções

Manter-se atualizado com eles pode ser difícil, o que significa que os pesquisadores podem facilmente perder alguns grandes negócios.

O Toolkit tem uma solução: esta página é regularmente atualizada com os descontos atuais e notícias de quaisquer períodos de acesso gratuito nas principais bases de dados.

Confira a página de ofertas especiais da genealogia irlandesa para ver o que está acontecendo. Pode ser uma boa ideia 'marcar' ou 'adicionar como favorito' a página também.

Direito de roda giratória

Em 1796, o Irish Linen Board publicou sua Spinning Wheel Entitlement List (também conhecida como Flax Growers Bounty ou Irish Flax Growers List), uma das várias listas criadas em resposta a iniciativas especiais do governo para encorajar a produção de linho.

Descubra mais sobre essas listas, e onde você pode ver a versão 1796, na parte inferior desta página sobre as condições para nossos ancestrais trabalhadores de moinho.

A árvore genealógica Guia de genealogia irlandesa

Escrito pelo criador de & # xa0 Irish Genealogy Toolkit & # xa0e & # xa0 Notícias de genealogia irlandesa , 'The Family Tree Irish Genealogy Guide' está repleto de conselhos, dicas e estratégias para facilitar o que pode ser uma jornada desafiadora.

Sua orientação será útil para qualquer pesquisador de herança irlandesa, mas especialmente para o pesquisador irlandês-americano alvo que está lutando para voltar para a Irlanda de seu ancestral imigrante.

ISBN: 9781440348808/240 páginas. & # Xa0


Registros do Workhouse / Board of Guardian

Livros de atas para as quatro casas de correção em Co. Wexford (Wexford, Enniscorthy, Gorey, New Ross) detalham a administração semanal da instituição, incluindo a provisão dietética. Embora esses volumes não contenham listas abrangentes de presidiários, os nomes aparecem nos relatórios semanais do mestre, os nomes de presidiárias que se beneficiaram do esquema de emigração assistida (1848-49) são listados, há incidentes de roupas adquiridas ou um caixão comprado para um preso nomeado, e os detalhes são fornecidos para algumas crianças internadas. Como os registros de admissão e alta não sobreviveram para nenhuma das casas de trabalho da Co. Wexford, os livros de atas são a única fonte primária de história da família e merecem uma investigação detalhada.


Auxílio à pesquisa: Explicação dos registros civis

O registro civil obrigatório de casamentos não católicos romanos começou em 1º de abril de 1845. O registro de nascimentos, óbitos e todos os casamentos teve início em 1º de janeiro de 1864. O Registro Geral (GRO) mantém cópias de todos os registros civis de todo o Irlanda, desde o início do registro, até e incluindo o ano de 1921. A partir de 1922, o GRO mantém cópias dos registros apenas para a República da Irlanda, os registros para os seis condados da Irlanda do Norte são mantidos pelo Serviço de Registros Públicos em Belfast, Co. Antrim.

Os índices estão organizados em ordem alfabética e incluem as seguintes informações & # 8211 Sobrenome / nome cristão / Nome do distrito de registro, também conhecido como & # 8216 Registrador superintendente & # 8217s Distrito & # 8217 (no qual ocorreu o nascimento, casamento ou morte ) / Volume e número da página do registro em que a entrada é registrada.

Até o final de 1877, os índices eram organizados em ordem alfabética, por ano. De 1878 em diante, cada ano foi dividido em trimestres, janeiro-março, abril-junho, julho-setembro e outubro-dezembro. Os sobrenomes de cada trimestre são listados em ordem alfabética.

De 1903 em diante, o índice de nascimentos incluiu o nome de solteira da mãe.

Se o seu antepassado nasceu, se casou ou morreu na Irlanda depois de 1º de janeiro de 1864 (e, no caso de casamentos não católicos romanos depois de 1º de abril de 1845), o evento específico deve ser registrado. No entanto, muitos nascimentos, casamentos e mortes nunca foram registrados, durante os primeiros anos.

Registro Civil e # 8211 distritos e informações de índices

O registro civil na Irlanda começou em 1º de abril de 1845 com o registro obrigatório de casamentos não católicos.

The existing Poor Law Union divisions were used to designate the ‘Registration districts’ for births, marriages and deaths. The Poor Law Act of 1838 divided Ireland into Poor Law Unions each with a market town as a centre. These union boundaries were roughly 10 miles from the town and crossed parish and county borders. By 1847 there were 130 Unions. In 1851 each union was sub-divided into 6 or 7 ‘Dispensary districts’ each headed by a medical officer. Some subdivisions were designated full Union status resulting in an increase in the number of Poor Law Unions between 1845 and 1864. In later years some Poor Law Unions were dissolved owing to a decrease in the population and the townlands covered by these dissolved Unions became part of the surrounding Unions.

In 1864, civil registration of births, marriages and deaths became compulsory and at that time there were 163 Poor Law Unions(PLU’s) in Ireland. The Poor Law Union was designated the Superintendant Registrar’s District (SRD) and within each of these Districts the ‘Dispensary District’s’ were designated as the Registrar’s Disctricts, (RD’s), totalling 798 registration districts in all at that time.

The medical officers of each district were appointed as registrars. These registrars sent their quarterly returns to the Superintendent Registrar who indexed and retained copies of the registers. These registers were then copied and sent to the General Register Office in Dublin. It is from these that the master index for the entire country are compiled.

It is believed that it would be unusual for a birth to be registered in the local district without a copy being forwarded to Dublin so this master index is considered to be all inclusive. However, there have been instances of records being found in local districts which have not been found on the master index reported on Rootsweb mailing lists.

Over the years, some registrar’s districts changed and were amalgamated into nearby superintendents registrar’s districts. Various sources can help identify these changes, there is a map on the wall of the research room in the GRO, Dublin and for those who have not got access to this a book titled ‘Townlands in Poor Law Unions’ (George B. Handran, 1997) identifies changes in districts. It is necessary to remember that the designations SRO and PLU refer to the same districts.

The master indices are sorted alphabetically from 1845 (non-Catholic marriages) and 1864 (all births, marriages and deaths) until 1878. From 1878 each year was subdivided into four quarters: January-March April-June July-September and October-December. The surnames in each quarter are listed alphabetically. For these years therefore, it is necessary to check each quarter separately. Here it is necessary to remember that a birth, marriage or death for the period covered by any quarter may not have been registered until the following quarter. Each volume also has a section at the back to which late registrations for that year may have been added, it is necessary to check this also. It is even possible to find an event registered a few years late.

In 1879, registration of births and deaths outside the United Kingdom (remember Ireland was part of the UK until 1922) for Irish born soldiers and people emplyed in the civil service working abroad was introduced. There is a separate section at the back of each volume for such registrations.

In 1903, the format of the registration indices changed once again, from then on the surnames are listed alphabetically from the beginning of the year to the end of the year.

Births and deaths at sea which were registered are also found indexed at the back of each volume up to 1921.

Births, marriages and deaths for the 32 counties of Ireland are found indexed in the volumes of the General Registrar’s Office in Dublin up to the year 1921. From 1921 forwards, the records pertaining to the six counties of northern Ireland (Antrim, Armagh, Down, Fermanagh, Londonderry (Derry) and Tyrone) were only sent to the General Registrar’s Office of Northern Ireland. Records of all other counties in Ireland remained the responsibility of the GRO in Dublin.

Birth records provide: The date and place of birth, given name, sex, father’s name and occupation, mother’s name, informant of birth, date of registration, signature of Registrar.

Marriage Records provide: Date and place of marriage, names of bride and groom, age, marital status (spinster, bachelor, widow, widower),occupation, place of residence at time of marriage, name and occupation of father of bride and groom, witnesses to marriage and cleryman who performed the ceremony.

After 1950, additional information is provided on marriage records as follows: dates of birth for the bride and groom replace simply age, mother’s names appear and a future address is supplied.

Death records provide: Date and place of death, name of deceased, sex, age (sometimes approximate) occupation, cause of death, informant of death (not necessarily a relative), date of registration and Registrar’s name. Even today, Irish death records do not include a maiden name for married women or date of birth for the deceased.

Registration was compulsory, it was the responsibility of the family to register births and deaths while generally the clergy registered marriages. However, regardless of this fact many births, deaths and marriages remained unregistered. A simple glance at the early register indices compared to later register indices shows this fact, the earlier registers containing fewer entries than the later ones. People may not have known about these new laws, may not have cared or quite simply may not have been able to afford the registration fee.

Nevertheless, the early indices provide us with some useful information even those whose ancestors left Ireland before registration began.

The early death registers give the age of the person who died and this can be handy in certain instances to identify those areas of a county where a surname may have occurred in earlier years, such as when someone knows that their ancestors came from a particular county but not the area in that county. If a surname is found in a few districts, and all the deaths registered in one district are of older people, and those in another of young adults and children then it is possible to assume that people had moved into that second district in the recent past and those seeking ancestors who left Ireland prior to civil registration would have a better chance of finding their ancestors in other records of the first district.

Spellings of a name can vary from district to district in the earlier indices. This may relate to the phonetics of the area, how the name sounded to those who filled in the registration forms. As we move through the various registers for each year we can begin to see standardisation in the spellings of names, but in those earlier volumes sometimes a particular spelling is found in one or two parts of the country and a different variation in others. For some, this may be their clue as to where in Ireland their ancestors may have originated from.

Each county page on this web site has links to pages with extracts from the Irish birth, marriage and death indexes. These references can be used to order photocopies or certificates from either Dublin or Belfast. Most reference extracts are random – for some surnames all references over a period of years have been taken. See each county page to link to the main reference tables.


Step Three: Identify Records Which May Include the Place of Birth

The next goal in your birthplace quest is to find a record or other source that tells you specifically where to start looking in your ancestor's country of origin. While searching, it is important to remember that your ancestor's last residence prior to emigration may not necessarily be their place of birth.

  • Look at research already done by others. In many cases, other researchers have already found where the emigrant came from. This includes searching through published indexes and genealogies, local biographies and town histories, and databases of compiled records.
  • Locate original records related to the immigrant's death, such as death records, church records, obituaries, cemetery records, and probate records. Obituaries published in ethnic newspapers are the most likely to contain specific information such as a town of origin.
  • Check both civil and church sources for a marriage record and records of the children's births.
  • Search other types of genealogical records which may reveal an ancestor's town of origin, including census records, court records, newspapers, and land and property records.
  • Immigration records such as passenger lists and naturalization records are another important source in the search for an immigrant's town of birth. While it may seem a better place to start, you usually need the information found in previous steps to enable you to locate immigration and naturalization records. In the United States, for example, census records may reveal whether an ancestor was naturalized.

Search for these records in each place where the immigrant lived, for the complete time period when he or she lived there and for some time after his death. Be sure to investigate available records in all jurisdictions that may have kept records about him or her, including town, parish, county, state, and national authorities. Be thorough in your examination of each record, making note of all identifying details such as the immigrant's occupation or the names of neighbors, godparents, and witnesses.


Totally free genealogy websites

Trace your family tree for free online with these totally free genealogy websites:

  • Family Search – The largest free genealogy website in the world.
  • National Archives – Federal military, census, immigration, land, naturalization records and more.
  • Biblioteca do Congresso – Access free digitized images of newspapers, books, films, maps, personal narratives, photos, prints, and drawings.
  • MyHeritage – Search over 10 billion global historical records, birth, marriage and death records from 32 countries, 25 million pages of historical newspapers dating back to 1803, and more than 6.3 billion names – all with a 14-day free trial. Use it free for two weeks and cancel if it’s not for you.
  • Chronicling America – Part of the Library of Congress website, Chronicling America has searchable images of US newspapers from 1792-1963.
  • Allen County Public Library – Located in Fort Wayne, Indiana, the Allen County Public Library has one of the largest genealogy collections in the United States.
  • Ancestry Free Indexes – Want to do a free Ancestry search with no subscription? Ancestry.com has a number of free collections which include census records, immigration records, military records, prison records, wills, biographies, and a large number of Jewish records from eastern Europe.
  • Ancestry Free Trial – You can get access to all of Ancestry.com records for a 14-day free trial.
  • FindAGrave – Over 170 million burial and cemetery records have been submitted to Find-A-Grave.
  • Ellis Island – Through this website, you can explore the history of Ellis Island, get tips on genealogy research, and search the 65 million Ellis Island database entries for your immigrant ancestors.
  • Castle Garden – Records for 11 million immigrants to New York from 1820-1892 can be searched online.
  • USGenWeb – County and state resources, compiled and maintained by volunteers, the USGenWeb sites can provide historical information about places, local cemeteries, local birth, and death records, obituaries, and links to other genealogy resources related to the area and its people.
  • Fulton History – A searchable repository of old newspapers published in the United States and Canada, Fulton History has historical photos and newspapers from 1795 to 2007, with new data added weekly.
  • MyHeritage Family Tree Builder – This free software gets high ratings in its features, ease of use, and customer support.
  • David Rumsey’s Historical Maps – With over 90,000 maps and related images viewable online, this map collection can help you see where your ancestors lived and how boundaries and place names changed over time.
  • Sanborn Maps – A map collection within the Library of Congress, this collection of fire insurance maps published by the Sanborn Map Company can be used to see how cities evolved over time.
  • Google Maps – Google Maps can help you find places, look at the distance between places, and see topographical or satellite images of geographical areas.
  • Free BMD – If you have ancestors from England or Wales, Free BMD may help you find birth, marriage, or death records.
  • Livros do Google – Many out of print books have been scanned and can be read for free on the Google Books page.
  • Internet Archive – This is a good place to look for a family genealogy book or local history book.
  • Reclaim the Records – An activist group of historians, genealogists, researchers, and open government advocates, Reclaim the Records identifies information that should be in the public domain but has been restricted by the government, archive or library that holds it.
  • Jewish Gen – If your ancestors were Jewish, this website has more than 20 million records from all over the world to help you trace your Jewish heritage.
  • AfriGeneas – This site is dedicated to genealogy research for African Americans.
  • DeadFred – A free genealogy photo archive, Dead Fred lets you search for photos of your ancestors, and provides a forum to post photographs for other researchers to find.
  • Cyndi’s List – Cyndi’s list doesn’t have genealogy records. It tells you where to go to find records and other genealogy-related information on the internet.
  • DAR – The Daughter of the American Revolution website has a genealogy section with information on starting a family tree.

Conclusão

We narrated the eclipse of the Sun as an astronomical phenomenon and its uniqueness as an astrological aspect in the Read more

In 1851, the very first photograph of the solar eclipse was taken by Johann Julius Friedrich Berkowski, the Prussian photographer. Consulte Mais informação

Even if you do not have a deep knowledge of astrology, the phrase "Solar Eclipse" is most often perceived through Read more

Toni Braxton crooned “Un-break my Heart,” but for those of us who have lost our one true love, we would Read more

All people are social beings by nature. As things turned out, every day we have to interact with each other, Read more


Assista o vídeo: 5 FORMAS DE ENCONTRAR UMA CERTIDÃO DE NASCIMENTO (Pode 2022).


Comentários:

  1. Gardanos

    Como você consegue escrever textos tão interessantes?

  2. Eoforwic

    Shtoto é uma notícia interessante. Então eu pensei sobre isso também

  3. Horia

    Peço desculpas por ser um pouco fora do tópico, mas o que é RSS? E como se inscrever?

  4. Skene

    Obrigado pelo artigo, você escreve bem!

  5. Vilar

    Frase correta



Escreve uma mensagem