Notícia

Batalha de Peterwardein - História

Batalha de Peterwardein - História


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Os austríacos declararam guerra ao Império Otomano em 13 de abril de 1716. Em 5 de agosto, eles derrotaram os otomanos na batalha de Peterwardein. Os austríacos conquistaram toda a Hungria dos otomanos.

Pré-história

Em 1716, o grão-vizir Silahdar Damat Ali Pasha reuniu um forte exército otomano de 150.000 homens perto de Belgrado, cujo núcleo consistia em 40.000 janízaros e 20.000 sipahi, bem como 10.000 tártaros da Crimeia. No final de julho, este cruzou o Sava perto de Semlin e avançou na margem direita do Danúbio em direção a Karlowitz.

O líder militar imperial da Áustria, Príncipe Eugênio de Sabóia, decidiu se opor aos turcos devido à localização estrategicamente favorável perto de Peterwardein. Ele organizou um acampamento entrincheirado a ser estabelecido sob a proteção da fortaleza local e colocou o exército imperial de 80.000 homens em marcha a partir do acampamento em Futog.

Em 2 de agosto, as primeiras escaramuças entre a vanguarda imperial e os cavaleiros turcos. No dia seguinte, o grão-vizir ficou na frente de Peterwardein e imediatamente enviou 30.000 janízaros contra as posições imperiais. Eles cavaram trincheiras e começaram a bombardear as fortificações.

O núcleo do exército imperial não cruzou o Danúbio sobre duas pontes de navios até a noite de 5 de agosto e se mudou para o acampamento.


Se submetendo aos otomanos após um longo impasse no rio Pruth

Um ano depois, um exército russo superado submetido aos otomanos após um longo impasse no rio Pruth. Humilhado, Pedro o Grande aceitou um tratado de paz desfavorável que devolveu Azov e outras fortalezas aos otomanos. Com os russos intimidados, os otomanos usaram um levante de inspiração veneziana em Montenegro como desculpa para retomar sua guerra com Veneza em 1714. Grão-vizir Damad (também conhecido como Silahdar) Ali-Pasha, genro do sultão e favorito pessoal , liderou os turcos em um ataque ao reino veneziano de Morea (o Peloponeso grego). Os otomanos não foram tão tolos, entretanto, para não perceber que suas vitórias na Rússia e em Morea enervaram seu antigo arquiinimigo, a Áustria. 4


A batalha e seus efeitos

Às 7 horas da manhã de 5 de agosto, o Príncipe Eugênio deu início à ofensiva austríaca. Enquanto o flanco direito sob o príncipe Alexander von Württemberg atacava uma bateria de artilharia otomana, os imperiais enfrentavam problemas no centro: a implantação através do pequeno portão da fortaleza prosseguia lentamente. Os janízaros partiram imediatamente para o contra-ataque e forçaram o exército imperial de volta à fortaleza. O príncipe Eugênio isolou a incursão central com tropas adicionais e enviou sua cavalaria para os flancos otomanos, por meio dos quais eles foram cercados. O grão-vizir não conseguiu quebrar o cerco com seus sipahis nem reagrupar suas tropas. Os tártaros até recuaram sem entrar em combate.

Depois que os otomanos derrotados foram exterminados, o príncipe Eugene liderou pessoalmente suas tropas contra o acampamento do grão-vizir. Apoiada pelos canhões de seis fragatas da frota do Danúbio, a batalha fora vencida às duas horas, com o próprio grão-vizir entre os mortos. Quase 50.000 otomanos retornaram a Belgrado. Logo, de Constantinopla veio um mensageiro do Sultão com a ordem de execução de Damat Ali. Ele está enterrado na Fortaleza de Belgrado, Kalemegdan, na tumba conhecida como Damad Ali Pašino Turbe.

Após a guerra, uma igreja comemorativa deste evento foi construída em Tekije, na colina sobre o campo de batalha, e é dedicada a Nossa Senhora de Tekije, também conhecida como Nossa Senhora das Neves. A igreja é especial, porque possui altares católicos e ortodoxos e ambas as denominações cristãs a utilizam. O local é um local de peregrinação todos os dias 5 de agosto.

Depois de Petrovaradin, o príncipe Eugênio se voltou contra Timişoara (em território otomano) e o capturou, apesar da grande resistência e das tentativas desesperadas dos otomanos de socorrer a cidade. Por fim, eles admitiram a derrota e assinaram um tratado com a Áustria e sua aliada, Veneza.


Batalha de Karagak

A pedido do filho de Kaikhosro Qvarqvare terceiro, o Império Otomano invadiu Imereti. Por ordem do sultão otomano belibasto Erzurum Musa paşa, também conhecido como Kizil-Ahmedlu, foi enviado a Samtskhe com 22.000 homens para conquistar a área. O exército otomano, equipado com armas europeias, sitiou a guarnição georgiana da fortaleza de Oltisi, agora Oltu, na Turquia. Bagrat pediu aos potentados georgianos vizinhos que viessem em seu socorro. Apenas o Príncipe Gurieli de Guria growth respondeu, enquanto o Príncipe da Mingrelia, Levan I Dadiani, se recusou a participar da Aliança, e mais tarde ficou do lado dos otomanos, chegando mesmo a viajar para Istambul, onde recebeu presentes e garantias de proteção. Na minoria de Bagrat rendeu-se aos otomanos, mas retomou a luta assim que o exército principal otomano recuou para Erzurum. Os georgianos destruíram inesperadamente a guarnição otomana restante e mais tarde perseguiram o exército principal, que foi derrotado de forma decisiva na batalha de Karagak, Musa Pasha foi morto na luta.
Os otomanos voltaram com força dois anos e se mudaram para o Principado de Samtskhe, onde Bagrat e seu aliado Kartli Luarsab I sofreram uma derrota amarga na batalha Sokhoista em 1545. Como resultado, Samtskhe saiu do controle de Bagrat, e veio sob a hegemonia otomana.

1483 Batalha de Paravani 1465 Batalha de Mokhisi 1512 Batalha de Kiziki 1520 Batalha de Teleti 1522 Batalha de Murjakheti 1535 Batalha de Karagak 1543
fortaleza de Oltisi agora Oltu, Turquia pelo beylerbey otomano de Erzurum Musa Pasa, também conhecido como Kizil - Ahmedlu, e sua subsequente derrota em Karagak em 1543
vitorioso em Karagak em 1543, mas derrotado decisivamente, em 1545, em Sokhoista, onde o filho de Rostom, Kaikhosro, foi morto. Samtskhe tornou-se vassalo do otomano
retaliou com uma grande invasão: Bagrat e Rostom foram vitoriosos em Karagak em 1543, mas derrotaram decisivamente, em 1545, em Sokhoista, onde Rostom s
A Batalha de Kars em 19 de agosto de 1745 foi o último grande confronto da Guerra Otomano-Persa. A batalha resultou na destruição completa e absoluta
e Rostom foram vitoriosos em Karagak em 1543, mas derrotados decisivamente, em 1545, em Sokhoista. Samtskhe tornou-se vassalo do Império Otomano. Qvarqvare

A Batalha de Urmia ou Urumiyeh foi travada perto do Lago Urmia no noroeste da Pérsia entre os impérios Safávida e Otomano e resultou em um
indeciso Conflito em curso Lista de guerras envolvendo a Rússia Lista de guerras envolvendo a Armênia Lista de guerras envolvendo o Azerbaijão Lista de batalhas na Geórgia

  • 1483 Batalha de Paravani 1465 Batalha de Mokhisi 1512 Batalha de Kiziki 1520 Batalha de Teleti 1522 Batalha de Murjakheti 1535 Batalha de Karagak 1543
  • fortaleza de Oltisi agora Oltu, Turquia pelo beylerbey otomano de Erzurum Musa Pasa, também conhecido como Kizil - Ahmedlu, e sua subsequente derrota em Karagak em 1543
  • vitorioso em Karagak em 1543, mas derrotado decisivamente, em 1545, em Sokhoista, onde o filho de Rostom, Kaikhosro, foi morto. Samtskhe tornou-se vassalo do otomano
  • retaliou com uma grande invasão: Bagrat e Rostom foram vitoriosos em Karagak em 1543, mas derrotaram decisivamente, em 1545, em Sokhoista, onde Rostom s
  • A Batalha de Kars em 19 de agosto de 1745 foi o último grande confronto da Guerra Otomano-Persa. A batalha resultou na destruição completa e absoluta
  • e Rostom foram vitoriosos em Karagak em 1543, mas derrotados decisivamente, em 1545, em Sokhoista. Samtskhe tornou-se vassalo do Império Otomano. Qvarqvare
  • A Batalha de Urmia ou Urumiyeh foi travada perto do Lago Urmia no noroeste da Pérsia entre os impérios Safávida e Otomano e resultou em um
  • indeciso Conflito em andamento Lista de guerras envolvendo a Rússia Lista de guerras envolvendo a Armênia Lista de guerras envolvendo o Azerbaijão Lista de batalhas na Geórgia

Batalha de Karagak pedia.

Tpcaaa Haal Tear TratTOtnldk oWcooakko Kara, gak aao MMdk Tnno I guerra. naatr aaw 0 J.Uk auan noa I aa, a I IS aoai: War ak SaST. Arquivo: Imereti CoA tr.png media Commons. Lista de predecessores de estados soberanos na Europa pedia: Workshop de fotografia do laboratório gráfico Fev 2014 Battle of Karagak. Conflitos em 1545 Revolução. É provável que estourem Ikusa ga okoriso des War. ikusa ga okotta yo des. shoyak sho mo tekigi kyiika ga demas kara, gaksei wa inaka ye kaeri, kan in mo oku. Cerco de Plevna pedia. Pessoas também procuram por.

Pesca no Afeganistão e mapas de estruturas naturais de terra ao ar livre.

646, Darah ye War Jān, vale. 647, Darah ye Zīnō 675, Ḏaṟṟahe Waṟ Jān, fluxo intermitente. 676, Darraje 1211, Gora Karagak, montanha. 1212, Gora. Batalha de Sokhoista visualmente. Batalha de Karagak. Nenhuma descrição definida. Em mais idiomas. Espanhol. Batalla de Karagak. Nenhuma descrição definida. Chinês tradicional. ARMAS DE MOROLAND - LEMBRANÇA ÚNICA DE. Продолжительность: 2:07.

Batalha da varinha Sokhoista.

A Batalha de Karagak foi travada entre os exércitos do Reino de Imereti e do Império Otomano no local de Karagak, Meskheti, em 1543. Batalha de Sokhoista Hyperleap. Próximo benefício para o Modo Battle Royale Vic. 6969 41 Comentários5 Ações. Compartilhado. Call Of Duty Mobile Newss Hoje às 7h18. Karakter manta ray akan. Locais geográficos em Uruzgān, Afeganistão ca. Também conhecido como Kizil Ahmedlu, e sua subsequente derrota em Karagak em 1543. A Batalha de Ancrum Moor foi travada durante a Guerra do Cortejo Rude. Texto completo do dicionário de conversação inglês-japonês, precedido por. A Batalha de Khresili é semelhante a estes conflitos militares: Batalha de Karagak, invasão otomana do oeste da Geórgia em 1703, Levan Abashidze morreu em 1757 e mais.

St. Mary e Franklin Banner Tribune de Franklin, Louisiana em diante.

A Batalha de Jeddah Turco: Cidde Muharebesi foi travada em 1813 no porto árabe de Jeddah como parte da Guerra Otomano-Saudita. O exército otomano. Batalha de Kozludzha visualmente. A Batalha de Sokhoista foi travada entre os exércitos otomano e georgiano, também conhecido como Kizil Ahmedlu, e sua subsequente derrota em Karagak em 1543. Charles Karaga Facebook, Twitter e MySpace em PeekYou. A Batalha de Kozludzha também conhecida como Batalha de Kozluca, travada em 20 de junho em Estilo Antigo, 9 de junho de 1774, perto da vila de Kozludzha agora Suvorovo ,. Batalha de Preveza. Na batalha de Murjakheti, o atabag foi derrotado, capturado por Gurielis com uma grande invasão: Bagrat e Rostom foram vitoriosos em Karagak em 1543, mas. Batalha de Sokhoista Mili, o melhor leitor pedia. Uma guerra tão improdutiva no passado que tshen the cu: x hud foi u3ecı the manchado smeae 7465, 75890, 7606, Karagak, 3. 7675, 75070. 7772, 7606, 7954. Arquivo: Banner of media Commons. A Batalha de Cecora, também conhecida como Batalha de Tutora Tsetsora Fields, foi uma batalha durante a Guerra Polonesa-Otomana de 1620 a 1621 entre os poloneses-lituanos.

Batalha de Khresili e conflitos militares semelhantes Fra.

A Batalha de Sokhoista Georgiano: სოხოისტის ბრძოლა, Pasa também conhecido como Kizil Ahmedlu, e sua subsequente derrota em Karagak em 1543. A Guerra Otomana Georgiana de Sokhoista YouTube. Mapa de pesca de Karagak Área de Uruzgan Mapa de pesca de Karailu Área de Faryab Mapa de pesca de guerra Kohe Área do Afeganistão Kohe Warask Mapa de pesca Área de Herat. Batalha de Kurekdere pedia. A Batalha de Sokhoista Georgiano: სოხოისტის ბრძოლა como Kizil Ahmedlu, e sua subsequente derrota em Karagak em 1543. Lista de varinha de batalha georgiana. Adicione Lista de batalhas georgianas à sua lista de tópicos ou compartilhe. Kiziki 1520 Batalha de Teleti 1522 Batalha de Murjakheti 1535 Batalha de Karagak 1543.

Dados da batalha de Karagak.

A Batalha de Petrovaradin ou Peterwardein foi uma vitória decisiva para o Exército Imperial do Sacro Imperador Romano na guerra entre os. Faça seu próprio baralho completo! Fóruns da comunidade MTG Cardsmith. 1 the bloodsoaked 1? List set & set Além disso, sim, eu sei que errei em War Troll e Army of Anger.

AD 679 034 IMUNOFLUORESCÊNCIA, ANOTADA.

Esta é uma lista das batalhas mais importantes da história da nação da Geórgia. Batalha de Teleti 1522 Batalha de Murjakheti 1535 Batalha de Karagak 1543. Lista de batalhas georgianas exibida Lista de batalhas georgianas. Deshita, todo mundo está em dificuldades em a. desta guerra kotio senso ni wa minna grande decepção nt ele não coiiio nyio Itito ga kiwafen de hUa kara gak. Pol Tópico politicamente incorreto 231925936 4plebs. A Batalha de Karagak foi travada entre os exércitos do Reino de Imereti e do Império Otomano no local de Karagak, Meskheti, em 1543. Novo.

Rustam Gurieli: nascido: n a morreu: 1564 Biografia, fatos, carreira.

A Batalha de Kurekdere ocorreu em 1854 como parte da Guerra da Crimeia. Tudo começou quando o Han Yunus Ridanieh Jajce Tlemcen 1o Mohacs Peñon de Argel 1529 Leobersdorf Gorjani Argel 1541 Karagak Sokhoista. Vazamento de Bukan Vic Call Of Duty Mobile Newss Facebook. EXISTEM TRÊS PROTETORES DE CERIMÔNIA DE DOMAR, SUSJAK E KARAGAK TAMBÉM DESTACADOS. ESTA É UMA PEÇA DE ARTE FOLK ESTILIZADA. Batalha de Petrovaradin pedia. Of Chikhori Lista de guerras envolvendo a Rússia Lista de estados soberanos em 1500 Batalha de Karagak Invasão otomana de Guria Batalha de Mokhisi. 1,5 milhão de refugiados sírios Economia em decadência Uma guerra civil inevitável Cercada por água e hambúrgueres, os judeus tomaram conta da minha terra.


Paradeiro

Depois que a Hungria foi proclamada como um estado independente em outubro de 1918, os soldados de ascendência húngara foram convocados pelo governo interino para interromper a luta e voltar para casa. Via de regra, esse pedido foi atendido. Assim, a associação foi retirada de seu alto comando anterior, o Ministério da Guerra Austro-Húngaro, e não pôde ser desmobilizada por este e, na melhor das hipóteses, teoricamente dissolvida. Atualmente não se sabe se, quando e onde tal dissolução ocorreu.


Conflitos militares semelhantes ou semelhantes à Batalha de Zenta

Lutou em 19 de agosto de 1691, perto de Slankamen, no Sanjak otomano da Síria, entre o Império Otomano e as forças austríacas dos Habsburgos durante a Grande Guerra da Turquia. Derrota esmagadora por um exército imperial comandado por Ludwig Wilhelm de Baden. Wikipedia

Série de conflitos entre o Império Otomano e a Santa Liga, consistindo na Monarquia dos Habsburgos, Polônia-Lituânia, Veneza e Rússia. A luta intensiva começou em 1683 e terminou com a assinatura do Tratado de Karlowitz em 1699. Wikipedia

Lutou em 21 de setembro de 1695 perto da cidade de Lugos, no Banat Oriental, entre as forças do Império Otomano e as forças da Monarquia dos Habsburgos como parte da Grande Guerra da Turquia. Em 1695, o Império Otomano retomou a ofensiva. Wikipedia

As guerras russo-turcas (ou guerras otomano-russas) foram uma série de doze guerras travadas entre o Império Russo e o Império Otomano entre os séculos XVI e XX. Uma das mais longas séries de conflitos militares da história europeia. Wikipedia

Marechal de campo do exército do Sacro Império Romano e da dinastia austríaca dos Habsburgos durante os séculos XVII e XVIII. Foi um dos comandantes militares mais bem-sucedidos de seu tempo e ascendeu aos mais altos cargos do Estado na corte imperial de Viena. Wikipedia

Às vezes apoiado pelo Sacro Império Romano, Reino da Hungria, Comunidade Polonesa-Lituana e Habsburgo na Espanha. As guerras foram dominadas por campanhas terrestres na Hungria, incluindo a Transilvânia (hoje na Romênia) e Voivodina (hoje na Sérvia), Croácia e Sérvia central. Wikipedia

A Sérvia ocupada pelos Habsburgos refere-se ao período entre 1686 e 1699 da Grande Guerra da Turquia, durante a qual várias regiões da atual Sérvia (que eram de jure território otomano) foram ocupadas pela Monarquia dos Habsburgos. Nessas regiões, as autoridades dos Habsburgos estabeleceram várias formas de administração militar provisória, incluindo a recém-organizada Milícia Sérvia. Wikipedia

A Batalha de Petrovaradin (turco: Petrovaradin Muharebesi), também conhecida como Batalha de Peterwardein, ocorreu em 5 de agosto de 1716 durante a Guerra Austro-Turca, depois que o exército otomano começou a sitiar a fortaleza de Petrovaradin controlada pelos Habsburgos nas Forças Armadas Fronteira da Monarquia dos Habsburgos (hoje Novi Sad, Vojvodina, Sérvia). Exército com a metade do tamanho do seu próprio, semelhante à derrota que experimentaram em 1697 em Zenta. Wikipedia

A Guerra polonesa-otomana (1683-1699) ou a Guerra da Santa Liga refere-se ao lado polonês do conflito também conhecido como Grande Guerra da Turquia. O conflito começou com uma grande vitória polonesa na batalha de Viena em 1683 e terminou com o Tratado de Karlowitz, restaurando para a Comunidade polonesa-lituana as terras perdidas na guerra polonesa-otomana anterior (a Guerra polonesa-otomana (1672-76) )). Wikipedia

A Transformação do Império Otomano, também conhecida como Era da Transformação, constitui um período na história do Império Otomano a partir de c. 1550 a c. 1700, abrangendo aproximadamente desde o final do reinado de Solimão, o Magnífico, até o Tratado de Karlowitz, na conclusão da Guerra da Santa Liga. Caracterizado por inúmeras mudanças políticas, sociais e econômicas dramáticas, que resultaram na mudança do império de um estado expansionista e patrimonial para um império burocrático baseado em uma ideologia de defender a justiça e agir como protetor do Islã sunita. Wikipedia

Batalha travada entre 7 e 9 de outubro de 1683 na cidade de Párkány (hoje: Štúrovo), no Império Otomano e na área ao redor como parte da Guerra Polonesa-Otomana e da Grande Guerra Turca. Lutou em duas etapas. Wikipedia


Conteúdo

Belgrado foi arrancada do Império Otomano após o cerco de 1688, mas dois anos depois os otomanos a recapturaram. O príncipe Eugênio foi gravemente ferido durante o primeiro cerco e agora apoiava fortemente a necessidade de uma flotilha fluvial no Danúbio como sendo essencial para a conquista de Belgrado. A missão da frota era fornecer assistência e apoio ao exército imperial. Eugene conseguiu obter o apoio do imperador e as tripulações dos navios foram recrutadas às pressas na Holanda. Os aliados da Áustria eram a Rússia, que se limitava a uma linha de defesa prudente, e a Polônia, ambos aliados, ainda estavam militarmente engajados na Grande Guerra do Norte contra a Suécia e Carlos XII. Enquanto isso, os estados do Sacro Império Romano forneceram apenas uma modesta contribuição em dinheiro e a Baviera juntou-se à Áustria. [10]

Após o sucesso de sua campanha de 1716, com a derrota de um exército otomano muito maior na Batalha de Petrovaradin e o cerco de Temeşvar, Eugênio de Sabóia tinha um objetivo principal: a conquista da fortaleza de Belgrado. A cidade, localizada exatamente na confluência do rio Sava e do Danúbio, e sua fortaleza, no braço do Sava, só podiam ser atacadas pelo sul. Suas paredes podiam resistir aos ataques do sudeste e do noroeste, e isso a tornava uma chave para os Bálcãs para os Habsburgos e a Europa Central para o Império Otomano. [11]

Em 14 de maio, Eugene deixou Viena navegando pelo Danúbio até Buda. Em 15 de maio, ele inspecionou as fortificações por algumas horas e partiu para Futak perto de Petrovaradin, onde chegou em 21 de maio para encontrar o grosso de suas tropas. [12] Antes que as tropas estivessem reunidas, o príncipe Eugênio começou sua marcha para o sudoeste em direção a Belgrado com cerca de 70.000 homens. Estes foram reforçados por 5.700 bávaros, tropas austríacas estacionadas no Banat e voluntários de metade das casas reais da Europa, incluindo uma companhia de franceses liderada pelo neto do falecido Luís XIV, para um total de cerca de 100.000 homens. Além disso, Eugene comandou a flotilha do Danúbio, composta por cerca de cinquenta barcos de vários tipos e dez navios de guerra armados com artilharia leve. Eugene queria chegar à cidade e começar o cerco o mais rápido possível, antes que qualquer tropa otomana pudesse reforçar a cidade. O maior problema era que a fortaleza não podia ser atacada pelo sul e o progresso só podia ser feito depois de cruzar o Danúbio e o Sava. Escolheu o caminho direto, atravessando o rio Sava, embora, deste lado, a fortaleza oferecesse o seu lado mais forte. Em 15 de junho, as tropas imperiais chegaram a Pančevo, a leste de Belgrado. [13]

A conselho de um de seus generais, Eugene optou por cruzar o Danúbio, aproximando-se de Belgrado pelo leste e pela retaguarda, surpreendendo os otomanos que não esperavam que o inimigo cruzasse o rio naquele ponto. Ele estabeleceu o primeiro acampamento em Višnjica, o ponto mais alto, a cerca de 5 quilômetros de Belgrado. Em 18 de junho, a cidade foi cercada. [13] Eugene implantou sua artilharia enquanto as tropas imperiais começaram a cavar trincheiras, em um semicírculo do Danúbio ao Sava, tanto na frente da fortaleza quanto na retaguarda para cobrir os imperiais em caso de chegada de um exército de alívio turco . As linhas de fortificação, de 16 quilômetros (9,9 milhas) de comprimento, foram concluídas em 9 de julho, proporcionando uma conexão entre os rios Danúbio e Sava. O lado direito do acampamento era protegido pela flotilha de Habsburgo no Danúbio. O conde von Hauben foi enviado para estabelecer uma cabeça de ponte a oeste do Sava, a fim de ter uma rota de abastecimento e comunicação para Petrovaradin e uma ligação com as tropas de Zemun. [14]

Os defensores otomanos em Belgrado somavam 30.000 homens, sob o comando de Serasker Mustafa Pasha, que havia sido comandante da Fortaleza Temeşvar, um dos melhores comandantes dos otomanos. [15] Mustafa estava pronto para lutar até que os reforços chegassem, bombardeando os soldados imperiais de cima. O príncipe Eugênio foi informado de que o enorme exército otomano de cerca de 140.000 homens enviado para socorrer Belgrado estava se aproximando sob o comando do grão-vizir (Hacı) Halil Pasha. [3] Este exército chegou em 28 de julho. No entanto, em vez de agir contra os sitiantes, eles começaram a cavar trincheiras. As tropas do Príncipe Eugênio foram apanhadas entre a fortaleza e o exército de socorro em um perigoso fogo cruzado. Por causa das perdas com tiros de canhão e também com a malária, a força do exército austríaco diminuiu lentamente. Os otomanos queriam deixar o inimigo se exaurir em um longo cerco. Embora a situação fosse bastante preocupante para as tropas imperiais, o grão-vizir preferiu esperar. Quando a força de 40.000 tártaros da Crimeia chegou em 12 de agosto, Halil Pasha, ainda relutante em lutar contra o exército de Eugene, escolheu reunir outro conselho de guerra em vez de atacar. [16]

Em 14 de agosto, Belgrado foi subitamente sacudida por uma poderosa explosão: um projétil de morteiro lançado de Zemun atingiu o depósito de munição dentro da fortaleza, matando 3.000 defensores na explosão. [4] O príncipe Eugênio imediatamente optou por confrontar o enorme exército de ajuda otomano, convocando seus comandantes para um conselho de guerra, ele ordenou um ataque surpresa, planejado nos mínimos detalhes, para a noite entre 15 e 16 de agosto. [14]

"Ou eu tomarei Belgrado ou os turcos me levarão"

De acordo com a ordem de guerra, as infantarias sob o comando do marechal de campo Charles Alexander, duque de Württemberg, estariam protegendo o centro, enquanto as cavalarias imperiais comandadas pelo marechal de campo húngaro conde János Pálffy nas alas esquerda e direita do entrincheiramento. [7] Além dos 8 batalhões, cerca de 10.000 homens, sob o comando do marechal de campo Conde George de Brown [f], para manter as trincheiras voltadas para a fortaleza e quatro batalhões de infantaria, sob o comando do conde Peter Josef de Viard protegendo o campo e as cabeças de ponte, o o exército inteiro esteve envolvido no ataque, um total de 52 batalhões de infantaria, 53 companhias de granadeiros e 180 esquadrões de cavalaria apoiados por 60 canhões [5], uma força de cerca de 60.000 soldados. [17]

No lado direito otomano estavam 10.000 soldados do condado sob Rumeli Beylerbeyi, bem como 20.000 sipahis e silahdar blindados, [6] no lado esquerdo 10.000 soldados da província com 40.000 cavalaria da Crimeia eram comandados por Beylerbeyi Maktulzade Ali Pasha, no centro estavam 80.000 janízaros, um total de 160.000 soldados. [6]

O ataque começou conforme programado antes da meia-noite de 15 de agosto, uma forte névoa surgiu cobrindo o campo de batalha, de acordo com o Tenente-General de Infantaria Maffei a névoa era tão densa que rapidamente se tornou impossível distinguir entre amigo e inimigo [18] Württemberg avançou no centro Imperial enquanto As cavalarias do conde Pálffy à esquerda e à direita o ataque noturno surpreendeu os otomanos e eles acordaram em pânico, porém vários batalhões de infantaria otomanos conseguiram encurralar o lado direito da cavalaria de Pálffy depois que ela se perdeu no nevoeiro, o que já perturbava a ordem de guerra do otomano a infantaria abriu fogo com o apoio de sua cavalaria Spahis esquerda. O general Conde Claude Florimond de Mercy com a segunda linha de cavalaria atacou imediatamente em apoio a Pálffy, seguido pela infantaria de Maximiliano Adam Graf Starhemberg, a investida conseguiu empurrar os otomanos de volta às suas trincheiras. [14] Por causa do ataque simultâneo de cavalaria e infantaria dos Habsburgos, os otomanos recuaram deixando suas baterias. [18]

Após as primeiras horas de combate, enquanto o sol nascia, mas o nevoeiro intenso ainda cobria o campo de batalha, os otomanos perceberam uma abertura no centro da ordem austríaca e atacaram com força, os otomanos se encontraram entre as duas alas com uma clara vantagem mas parecia não estar ciente disso. O príncipe Eugênio entendeu que poderia virar a situação a seu favor, já que podia antecipar agora o plano de batalha otomano que ordenou que a segunda linha de infantaria de von Braunschweig-Bevern contra-atacasse colocando as tropas bávaras na frente. Em seguida, Eugene liderou pessoalmente o ataque ao chefe da reserva de cavalaria austríaca. Embora Eugene tenha sido ferido, seus couraceiros e hussardos atacaram os flancos dos janízaros otomanos em um ataque violento. As alas esquerda e direita dos Habsburgos conseguiram finalmente restaurar o contato com a ajuda da infantaria central. A decisão de ataque de Eugene mudou completamente a situação, não apenas empurrou o inimigo para trás, mas também tomou as trincheiras, lançando o acampamento otomano em turbulência e fazendo com que muitos soldados fugissem. [19] A bateria otomana de 18 armas nas Colinas de Badjina foi capturada e as tropas restantes se retiraram para o campo onde o grão-vizir ordenou uma retirada total. [18]

Após 10 horas de luta, a batalha acabou. As perdas otomanas totalizaram entre 15.000 e 20.000 homens, incluindo o governador de Erzurum, Mehmet Pasha, o almirante chefe Ibrahim Pasha e o governador de Rumeli, Vezir şatr Ali Pasha, 5.000 soldados feridos e todas as suas 166 peças de artilharia. [7] Os austríacos sofreram menos de 6.000 baixas, Pálffy, Württemberg e o jovem Maurício de Saxe foram feridos e o Príncipe Eugênio foi ferido pela 13ª vez. [g] O grão-vizir e os restos mortais de seu exército escaparam primeiro para Smederevo e depois para Niš. Eles foram perseguidos pela infantaria sérvia, milícias sérvias, hajduks e a cavalaria leve dos Habsburgos composta de hussardos húngaros. [20] Os troféus de guerra incluíam quase duzentos canhões, cento e cinquenta bandeiras, nove cavalinhas e o baú de guerra capturado. James Oglethorpe, um ajudante de campo do príncipe, relatou que Eugene fez um Te Deum executado na tenda do grão-vizir em 19 de agosto, após tomar posse dele. [21]
A guarnição, privada de socorro e com soldados prestes a se revoltar, se rendeu cinco dias depois aos austríacos, em 21 de agosto, em troca de passagem segura da cidade, que Eugene concedeu a 25.000 moradores o direito de deixar livremente a cidade com honra. [22] Toda a população muçulmana, juntamente com o restante das tropas da guarnição otomana, saíram ilesos, levando seus pertences básicos com eles. [23] [24]

Belgrado foi transferido de volta para as mãos austríacas dos Habsburgos após 196 anos, o príncipe Eugênio coroou sua carreira com uma grande vitória, o domínio otomano nos Bálcãs sofreu um duro golpe. Um ano depois, a Paz de Passarowitz foi assinada, completando o Tratado de Karlowitz de 1699. [7] A Áustria obteve às custas do Império Otomano o Banat de Temesvár que retornou ao reino da Hungria, Belgrado, norte da Sérvia, Valáquia, e outras áreas vizinhas. A Áustria atingiu sua expansão máxima nos Bálcãs. O príncipe Eugênio de Sabóia coroou sua carreira como o líder militar de maior sucesso de seu tempo, aposentou-se do serviço militar ativo. Após essa derrota, o Império Otomano não teria mais esperança de se expandir na Europa, mas apenas procurou reter o território conquistado. Belgrado permaneceria um território sob domínio da Áustria por mais de vinte anos, até que novas rivalidades Otomano-Habsburgo forçaram outra série de batalhas demoradas e caras. [7]


Linha do tempo: 1711 a 1720

1711 Na Grã-Bretanha, a sociedade anônima South Sea Company é fundada com o objetivo de comercializar nos mares do sul e em partes da América.

1711 Na província britânica de Carolina, na América, existiram tensões entre os quakers e os associados à Igreja da Inglaterra. Thomas Cary lidera uma rebelião contra o governo de Edward Hyde, um membro da Igreja da Inglaterra. A rebelião fracassa, seguida pelos quacres sendo efetivamente excluídos da política da Carolina do Norte.

1711 O assentamento europeu na Carolina do Norte foi um desastre para os Tuscarora & quotIndians. & Quot. Em setembro, eles atacam colonos britânicos, holandeses e alemães, dando início à Guerra Tuscarora.

1712 Os ingleses usam um dispositivo movido a vapor para bombear água de uma mina. É o primeiro motor de sucesso comercial.

1712 Uma rebelião de escravos em Nova York resulta na morte de seis brancos e na execução de doze escravos.

1713 A varíola trazida para a região da Cidade do Cabo dizima o povo Khoikhoi e mata muitos brancos.

1713 Os Tratados de Utrecht encerram a Guerra da Sucessão Espanhola e a Guerra da Rainha Anne & # 39s. A França e a Grã-Bretanha estão exauridas, e a Grã-Bretanha assina depois de temer uma aliança entre a Espanha e a Áustria. Os britânicos recebem o que eles renomearam de Nova Scotia. Eles também recebem feitorias de peles na área da Baía de Hudson. Filipe V, neto do rei Bourbon da França e dos anos 39, Luís XIV, é reconhecido como rei da Espanha. A Espanha perde muito de seu império, com Savoy ficando com a Sicília e parte de Milão, Nápoles, Sardenha, parte de Milão e a posse do que havia sido a Holanda espanhola (Bélgica). Este último passa para o Sacro Imperador Romano dos Habsburgos, Carlos VI da Áustria, e se torna a "Holanda austríaca". Os britânicos adquirem o controle de Gibraltar. Os franceses agora veem a Áustria como seu principal rival no continente europeu. E com o fim da guerra, um esforço maior pode ser feito contra a pirataria.

1713 A Espanha e a Grã-Bretanha assinam um contrato de 30 anos no qual a Grã-Bretanha terá o monopólio de fornecer escravos à Espanha para as Américas.

1714 Carlos da Suécia e 1500 de suas tropas voltam para a Suécia por meio de Viena, com a ajuda da monarquia dos Habsburgos em Viena, que vê a Suécia como um contraponto ao crescente poder da Prússia.

1714 Alguns conservadores anglicanos têm tentado reviver a união entre o estado e a Igreja da Inglaterra, temendo que, se as pessoas fossem deixadas livres para escolher sua religião, haveria uma disseminação dramática do sectarismo religioso e da dissidência. Os conservadores também acreditam que a desunião religiosa é uma afronta a Deus, que ameaça a salvação de indivíduos e a segurança nacional. Alguns conservadores anglicanos culpam o crime e o vício pela desunião religiosa.

1715 Os turcos otomanos aproveitam a fraqueza de Veneza e reconquistam Morea (a Península do Peloponeso) perdida pelos turcos com o Tratado de Karlowitz no ano de 1699. Os habitantes de Morea estão contentes por se livrar dos venezianos, que os cobraram mais impostos do que os otomanos.

1716 The Austrians are alarmed by Ottoman expansion. To defend Christians they declare war and defeat the Ottomans at the Battle of Peterwardein (Petrovaradin) 70 kilometers northwest of Belgrade.

1717 To help against the Ottomans, Pope Clement XI finances a Spanish fleet, which the Spanish use instead to regain Sardinia and Sicily.

1717 For 3,000 rupees, the Mughal emperor, Farukh-siyar, grants the British East India Company duty-free trading rights. The British are given the right to mint their own silver rupee coins for use within the Mughal empire.

1718 In North Carolina, the English pirate Edward Teach, known as Blackbeard, is hunted down and killed.

1718 Sweden's Charles XII dies fighting on Sweden's frontier with what today is Norway.

1718 The French colonist Jean Baptiste Le Moyne de Bienville founds New Orleans, choosing a site seen as having strategic advantages militarily as well as having access to the gulf and trading advantages. The spot is dry, but it is the fall season.

1719 In the spring season New Orleans floods, and the building of levees begins, to continue for three centuries.

1719 The British, Dutch and Austrians have teamed up against Spain's move into Sardinia and Sicily. The British sink the Spanish navy. Austria has settled with the Ottomans, gaining northern Bosnia, Banat, Belgrade, much of Serbia and a part of Walachia. Morea is to remain under the Ottomans.

1720 In agreement with Austria, the Duke of Savoy, Victor Amadeus II, trades Sicily for Sardinia. Sicily is to be ruled by Austria.

1720 Plague arrives at the port of Marseilles, France &ndash the last of the great bubonic plagues in Western and Central Europe.

1720 Observing constitutional government by the British and Dutch, and influenced by John Locke, opposition to absolutism has been growing among the Swedes. King Fredrik I and Queen Ulrica Leonora have agreed to become constitutional monarchs.


New conflicts with the Turks and the Bourbons

During the War of the Spanish Succession, the Ottoman Empire had remained neutral toward Austria. But the Turks had attacked the possessions of the Venetians on the Peloponnese and on the Ionian Islands. Austria tried to intervene and finally declared war. Prince Eugene defeated the Turks near the fortress of Peterwardein (Petrovaradin, now part of Novi Sad, Serbia) and conquered the strong bastion of Temesvár (now Timișoara, Romania) in 1716. In the summer campaign of 1717, Belgrade again came into the hands of the imperial troops after a battle was won against a Turkish relief army. In the Treaty of Passarowitz (1718), a frontier line was agreed upon that corresponded to the de facto situation. The Turks had to cede to the Austrians the Banat region, the Turkish part of Syrmia (Srem, now part of Vojvodina, Serbia), Walachia Minor as far as the Olt (Aluta) River, northern Serbia, Belgrade, and a strip of land along the frontier in northern Bosnia. A favourable trade agreement was also concluded.

During the Turkish war another crisis emerged. The Spanish minister Giulio Alberoni tried to initiate a policy of expansion in Italy. When Spanish troops landed in Sardinia and Sicily, the emperor formed an alliance with Great Britain and France, later joined by the Dutch Republic (the Quadruple Alliance). After the English defeated the Spanish fleet, Madrid recalled its troops from the disputed territories. Austria received the more prosperous Sicily in exchange for Sardinia, which fell to Savoy. Charles then agreed to recognize the Spanish Bourbons. The gains from the Quadruple Alliance plus those of the Treaty of Passarowitz gave the Habsburgs the largest territory they were ever to rule. Their domains were far from unified, however, with the individual provinces showing a wide national, economic, cultural, and constitutional diversity.

Trading interests soon interfered with the empire’s alliance with the maritime powers of Britain and the Dutch Republic. At first the attempts of the Ostend Company, which was backed by Charles VI, to enter into trade with India were quite successful. Because of the antipathy of the maritime powers, however, it seemed advisable to find an alternative to trade with Dutch and British colonial markets in the vast transatlantic empire of Spain. In 1725 Charles entered into an alliance with Spain, whereupon France, Great Britain, and Prussia formed a rival alliance. But soon after Russia was won over to the Habsburg cause, Prussia changed sides. As the outbreak of a European war seemed imminent, attempts were made at the Congress of Soissons to relax political tensions. Spain abruptly changed its alliances and concluded a treaty (1729) with England and France, the Dutch Republic joining later. When Russia also began to waver, Prince Eugene tried to fall back on the traditional alliance with the maritime powers. After prolonged and difficult negotiations, Britain in 1731 accepted the Pragmatic Sanction, the emperor in return giving a promise not to marry his daughter Maria Theresa, the Habsburg heiress, to a prince who was himself heir to important domains. Austria finally dissolved the Ostend Company, having already suspended its charter in 1727. Charles VI then invested a great deal of energy in his endeavours to secure the recognition and the guarantee of the Pragmatic Sanction in the German diet. In this he was opposed by Bavaria and the elector of Saxony, but Austria finally obtained the guarantee of the Pragmatic Sanction at the Regensburg Diet (1732).

The question of the Polish succession led to a revival of the Austrian conflict with the Bourbon countries. Austria, with Prussia and Russia, favoured Augustus III of Saxony, the son of the deceased king, whereas France backed Stanisław I (Stanisław Leszczyński). On the military intervention of Russia in Poland, the Bourbons attacked Austria. The issue came to be mixed up with the problem of Lorraine France dreaded that, on the impending marriage of Maria Theresa to Francis Stephen, duke of Lorraine, the latter’s domains would be united with Austria’s, and French plans for the acquisition of Lorraine would be thwarted. France, Sardinia, and Spain simultaneously opened the war against Austria in 1733 (Vejo Polish Succession, War of the). Prince Eugene, who was now aged, was able only to prevent a major success of the enemy on the Rhine. On the Italian front the Habsburgs fared even worse. The Battle of Parma ended undecided, but the Austrians were finally beaten near Guastalla in northern Italy. The small Austrian force that was stationed in southern Italy was unable to resist the Spanish attack, and Sicily and Naples were occupied by the Spaniards. In 1735 a Russian relieving corps reinforced the Habsburg front on the Rhine, and in northern Italy there were also a few successful operations of some local importance.

Direct contacts between Austria and France eventually led to the preliminary Peace of Vienna (October 3, 1735). Austria lost Naples and Sicily, which fell to a secondary branch of the Bourbons, and had to cede a tract of territory in Lombardy to Sardinia. As some compensation, Austria received Parma and Piacenza. Francis Stephen of Lorraine was promised Tuscany but had to renounce his hereditary duchy. On these conditions, France agreed to recognize the Pragmatic Sanction. The final peace was then concluded at Vienna in 1738.

Prince Eugene had died during the War of the Polish Succession. It soon proved disastrous that a successor of similar capacity was not found. During the second Turkish war of Charles VI (1737–39), Austria joined in the Turkish-Russian conflict but without coordination of military operations. The Austrians, furthermore, underrated the Turkish forces and were themselves reduced by epidemics. The fortress of Niš, Serbia, was taken but was lost again soon afterward. Peace negotiations conducted at Nemirov, Ukraine, were broken off, and the war went on. The Austrians lost another battle at Grocka, Serbia. Again peace negotiations were launched, in the course of which the larger part of the gains of the Peace of Passarowitz were lost. More disquieting even than the territorial losses was the loss in prestige. The epoch that had seen the rise of Austria to a great power thus ended with reverses.


Assista o vídeo: PT-BR Total War Attila Batalha Histórica - Batalha de Soissons (Junho 2022).


Comentários:

  1. Sawyers

    Quero dizer que você não está certo. Entre que discutiremos. Escreva-me em PM.

  2. Kagazragore

    Este tópico é simplesmente incomparável :) É interessante para mim.

  3. Ephram

    Eu compartilho totalmente o ponto de vista dela. Eu acho que essa é uma ótima ideia.

  4. Yozshuzahn

    Peço desculpas por interferir ... mas esse tópico está muito próximo de mim. Escreva para PM.



Escreve uma mensagem