Notícia

Football Association Challenge Cup

Football Association Challenge Cup

Em 1871, Charles W. Alcock, secretário da Football Association, anunciou a introdução da Football Association Challenge Cup. Apenas 12 clubes participaram da competição: Wanderers, Royal Engineers, Queens Park, Hitchin, Barnes, Civil Service, Crystal Palace, Hampstead Heathens, Great Marlow, Upton Park, Maidenhead e Clapham Rovers.

Muitos clubes não entraram por motivos financeiros. Todos os empates tiveram que ser disputados em Londres. Clubes com sede em lugares como Nottingham e Sheffield tiveram dificuldade em encontrar dinheiro para viajar para a capital. Cada clube também contribuiu com um guinéu para custear o troféu de prata de £ 20.

Na final de 1872, os Wanderers venceram os Royal Engineers por 1 a 0 no Kennington Oval. Eles também ganharam na temporada seguinte, com Arthur Kinnaird fazendo um dos gols.

Outros vencedores da competição incluíram Oxford University (1874), Royal Engineers (1875), Old Etonians (1879 e 1882) e Old Carthusians (1881).

Em 1882, o Blackburn Rovers se tornou o primeiro time da província a chegar à final da Copa da Inglaterra. Seus oponentes eram os antigos Etonianos, que haviam chegado à final em cinco ocasiões anteriores. No entanto, o Blackburn havia passado a temporada invicto e era esperado que se tornasse o primeiro time do norte a vencer o jogo. O Dr. Greenwood lesionou-se. A equipa incluía cinco jogadores que haviam conquistado internacionalizações, Jimmy Douglas, Fred Hargreaves, John Hargreaves, Hugh McIntyre e Jimmy Brown.

Os Old Etonians marcaram aos oito minutos e, apesar de criar um grande número de oportunidades, o Blackburn não conseguiu o empate na primeira parte. No início do segundo tempo, George Avery ficou gravemente ferido e o Blackburn Rovers foi reduzido a dez homens. Apesar dos bons esforços de Jimmy Brown, Jack Hargreaves e John Duckworth, os Rovers não conseguiram marcar.

No ano seguinte, o Blackburn Rovers era o favorito para vencer a Copa da Inglaterra. No entanto, uma lesão atingiu os Rovers foram derrotados por 1-0 na segunda rodada pelo rival local Darwen. O Blackburn Times relatou que isso foi uma grande surpresa, pois "a jogada estava tão a favor dos Rovers que Howorth (o goleiro) nunca segurou a bola durante a partida".

O Blackburn Olympic decidiu entrar na FA Cup em 1882-83. Treinado pelo ex-jogador da Inglaterra, Jack Hunter, o Blackburn venceu o Lower Darwen por 9 a 1 na segunda rodada da competição. Isso foi seguido por vitórias contra Darwen Ramblers (8-0), Church (2-0) e Druidas (4-0). Hunter, que também jogou no meio-campo do Olympic, levou seu time à vitória por 4 a 0 sobre os Old Carthusians na semifinal da competição.

Mais de 8.000 pessoas chegaram ao Oval para assistir o Blackburn Olympic jogar contra o Old Etonians na final. Blackburn selecionou a seguinte equipe: Thomas Hacking (assistente de dentista), James Ward (operador de máquina de algodão), Albert Warburton (encanador mestre e proprietário do bar), Thomas Gibson (trabalhador da fundição de ferro), William Astley (tecelão), John Hunter (proprietário do bar ), Thomas Dewhurst (tecelão), Arthur Matthews (emoldurador), George Wilson (escriturário), Jimmy Costley (fiandeiro) e John Yates (tecelão).

Os antigos Etonianos estavam participando de sua terceira final consecutiva da FA Cup. O capitão deles, Arthur Kinnaird, estava jogando sua nona final e sua equipe era a grande favorita para vencer. Goodhart deu ao time da escola pública uma vantagem de 1-0 no intervalo. O apto Blackburn Olympic começou a assumir o controle do jogo no segundo tempo e Arthur Matthews fez o merecido gol de empate. Apesar de ser a equipe muito melhor, o Olympic não conseguiu marcar um gol da vitória durante o tempo normal. Após 17 minutos da prorrogação, Thomas Dewhurst correu na defesa, centrando a bola para Jimmy Costley, que chutou para longe do goleiro. O Blackburn Olympic se tornou o primeiro time do norte a vencer a Copa da Inglaterra. Nenhum clube amador conquistaria o troféu novamente.

Na FA Cup de 1883-84, o Blackburn Rovers venceu Padium (3-0), Staveley (5-0), Upton Park (3-0) e Notts County (1-0) para chegar à final. Depois que o Blackburn venceu o Notts County, o clube queixou-se oficialmente à Football Association de que John Inglis era um jogador profissional. A FA investigou o caso e descobriu que Inglis trabalhava como mecânico em Glasgow e não ganhava a vida jogando futebol no Blackburn Rovers.

John Inglis jogou na final contra o Queens Park na esquerda. Outros escoceses na equipe incluíram Jimmy Douglas (fora à direita) Fergie Suter (lateral-esquerdo) e Hugh McIntyre (meio-zagueiro). O clube escocês marcou o primeiro gol, mas o Blackburn Rovers venceu o jogo com gols dos rapazes do Blackburn, James Forrest e Joe Sowerbutts.

Em janeiro de 1884, Preston North End jogou contra o time de Londres, Upton Park, na Copa da Inglaterra. Depois do jogo, Upton Park queixou-se à Football Association que Preston era uma equipa profissional, e não amadora. O major William Sudell, secretário / técnico do Preston North End, admitiu que seus jogadores estavam sendo pagos, mas argumentou que isso era uma prática comum e não infringia os regulamentos. Porém, a Associação de Futebol discordou e os expulsou da competição.

O Blackburn Rovers, que negou estar pagando aos seus jogadores, venceu Witton (6-1), Romford (8-0), West Bromwich Albion (2-0) e Old Carthusians (5-0) para chegar à final. Mais uma vez, eles tiveram que jogar Queens Park. Blackburn Rovers agora era uma equipe cheia de internacionais. Isso incluiu James Forrest, Herbie Arthur, Joseph Lofthouse, Hugh McIntyre, Jimmy Brown e Jimmy Douglas. Uma multidão de mais de 12.000 pessoas chegou ao Oval para ver o que a maioria das pessoas acreditava serem os dois melhores clubes da Inglaterra e da Escócia. Com gols de Brown e Forrest, o Blackburn Rovers venceu por 2-0.

Na temporada de 1885-86, o West Bromwich Albion venceu o Wolverhampton Wanderers (3-1), Old Carthusians (1-0), Old Westminsters (6-0) e Small Heath Alliance (4-0) para chegar à final da competição. Seus adversários eram os Blackburn Rovers, que disputavam sua terceira final consecutiva. Quatro dos jogadores, Fergie Suter, Hugh McIntyre, Jimmy Brown e Jimmy Douglas estavam jogando em sua quarta final em cinco temporadas. O jogo no Kennington Oval terminou com um empate em 0-0.

O replay aconteceu no Racecourse Ground, Derby. Um gol de Joe Sowerbutts deu ao Blackburn Rovers uma vantagem inicial. No segundo tempo, James Brown recebeu a bola em sua própria área, passou a bola por vários jogadores da WBA, correu o comprimento do campo e marcou um dos melhores gols marcados em uma final da Copa da Inglaterra. Blackburn agora se juntou ao Wanderers na conquista de três vitórias consecutivas na final da taça.

O West Bromwich Albion tinha se saído muito bem para chegar à final. Sete membros da equipe que chegou à final da FA Cup de 1886 ainda trabalhavam na Salter's Spring Factory. Isso incluiu Bob Roberts, Charlie Perry, George Woodhall, George Timmins, George Bell, Harry Bell e Ezra Horton. Todos os onze jogadores nasceram em um raio de seis milhas de West Bromwich.

O Aston Villa se saiu muito bem na temporada de 1886-87. Eles perderam poucos jogos e marcaram mais de 130 gols no processo. As estrelas da equipe incluíram Archie Hunter, Richmond Davis, Albert Brown, Arthur Brown, Dennis Hodgetts e Howard Vaughton. O Aston Villa também teve uma boa temporada na Copa da Inglaterra de 1886-87. Eles venceram o Wolverhampton Wanderers (2-0), Horncastle (5-0), Darwen (3-2) e o Glasgow Rangers (3-1) para chegar à final pela primeira vez. O rival local, o West Bromwich Albion, também chegou à final.

A final seria disputada no Kennington Oval. O experiente Archie Hunter acreditava que este terreno seria vantajoso para o Aston Villa: "O nosso estilo de jogo é adequado para um terreno grande e o Albion, com os seus passes longos, leva vantagem num campo pequeno. No Oval ambos devemos têm as mesmas oportunidades e, onde as coisas estão iguais, o jogo de passes curtos é sempre o melhor. Estas são as minhas razões para pensar que vamos ganhar no sábado. "

O West Bromwich Albion foi a melhor equipa da primeira parte. No entanto, no segundo tempo, o Aston Villa assumiu o controle e não foi surpresa quando Richmond Davis, o lateral-direito do time, cruzou para Dennis Hodgetts desviar da bola para o lado da rede. Os jogadores da WBA alegaram que Hodgetts estava impedido, mas o árbitro, Francis Marindin, que também foi presidente da Associação de Futebol, se recusou a mudar de ideia.

Aos 89 minutos, Archie Hunter correu pela defesa do West Bromwich Albion. Ele parecia ter empurrado a bola muito à frente dele e o goleiro do WBA, Bob Roberts, correu para a frente, mas Hunter, se esticando ao máximo, conseguiu dar um toque final na bola. Quando Hunter e Roberts colidiram, a bola escorregou pela linha. Hunter foi o primeiro jogador a marcar em todas as rodadas da competição da FA Cup.

Em 1887, o Sunderland venceu o Middlesbrough por 4 a 2 nas primeiras partidas da Copa da Inglaterra. Middlesbrough protestou que três dos jogadores do Sunderland (Monaghan, Hastings e Richardson) estavam morando na Escócia e foi alojado no Royal Hotel às custas do clube. Em janeiro de 1888, a Football Association examinou os livros do Sunderland e descobriu "um pagamento de trinta xelins no caixa para Hastings, Monaghan e Richardson pelas passagens de trem de Dumfries para Sunderland". Sunderland foi expulso da Copa da Inglaterra e condenado a pagar as despesas do inquérito. Os três jogadores em questão foram suspensos do futebol na Inglaterra por três meses.

O West Bromwich Albion estava em grande forma na temporada de 1887-88, marcando 195 gols em 58 partidas pela primeira vez. O clube também teve outra boa sequência na FA Cup batendo o Stoke City (4-1), Old Carthusians (4-2) e Derby Junction (3-0) para chegar à final contra o Preston North End.

Uma multidão de quase 20.000 assistiu à final no Kennington Oval em 24 de março de 1888. Billy Bassett, de 19 anos, foi a estrela do jogo e, após um longo drible, passou para Jem Bayliss, que marcou o gol inicial. Fred Dewhurst marcou o empate no início do segundo tempo, mas o WBA gradualmente obteve a vantagem. De acordo com Philip Gibbons, do Association Football na Inglaterra vitoriana: "Bassett atormentou sua defesa". Ele acabou fornecendo o cruzamento para George Woodhall marcar o gol da vitória dez minutos do final.

Em seu livro, A história essencial de West Bromwich Albion, Gavin McOwan argumenta: "Ele (Bassett) confundia os defensores ao parar repentinamente a bola morta no meio de uma corrida, deixando seu marcador continuar correndo enquanto ele já havia mudado de direção ou feito seu cruzamento." Ernest Needham, o internacional inglês, descreveu Bassett como "sem dúvida, o melhor de fora das Ilhas Britânicas".

A primeira temporada da Football League começou em setembro de 1888. Preston North End venceu o primeiro campeonato daquele ano sem perder uma única partida e adquiriu o nome de "Invincibles". Dezoito vitórias e quatro empates deram ao time uma vantagem de 11 pontos no topo da tabela. Preston também venceu o Wolverhampton Wanderers por 3-0 para vencer a final da FA Cup de 1889. Os gols foram marcados por Jimmy Ross, Fred Dewhurst e Samuel Thompson. Preston venceu a competição sem sofrer nenhum gol.

Na temporada de 1889-90, o Blackburn Rovers era o favorito para vencer a copa contra o Sheffield Wednesday, que jogou na Football Alliance League. Blackburn selecionou os seguintes jogadores: (G) John Horne, (2) Johnny Forbes, (3) James Southworth, (4) John Barton, (5) George Dewar, (6) James Forrest, (7) Joseph Lofthouse, (8 ) Harry Campbell, (9) Jack Southworth, (10) Nathan Walton e (11) Billy Townley.

O Blackburn Rovers assumiu a liderança aos 6 minutos, quando um chute de Townley foi desviado do goleiro do Sheffield Wednesday. Campbell acertou a trave antes de Walton converter um passe de Townley. Blackburn marcou o terceiro antes do intervalo, quando Southworth marcou de outro cruzamento perigoso de Townley da ala.

Townley marcou seu segundo e o quarto gol de Blackburn aos 50 minutos. Bennett conseguiu uma de volta para o lado de Sheffield quando Bennett passou por Horne que avançava. Townley completou seu hat-trick ao converter um passe de Lofthouse. Dez minutos antes do final do jogo, Lofthouse completou o placar e Blackburn venceu a copa por 6-1. Como Philip Gibbons apontou em seu livro Associação de Futebol na Inglaterra Vitoriana: "O time do Blackburn deu uma das melhores exibições de futebol de ataque na final da FA Cup, com os internacionais da Inglaterra, Walton, Townley, Lofthouse e John Southworth no auge de sua forma."

O Blackburn teve outra boa sequência na FA Cup e venceu o Middlesborough Ironopolis (3-0), Chester (7-0), Wolverhampton Wanderers (2-0), West Bromwich Albion (3-2) para chegar à sua segunda final consecutiva.

O condado de Notts era seu oponente. Blackburn selecionou os seguintes jogadores: (G) Rowland Pennington, (2) Tom Brandon, (3) Johnny Forbes, (4) John Barton, (5) George Dewar, (6) James Forrest, (7) Joseph Lofthouse, (8) ) Nathan Walton, (9) Jack Southworth, (10) Coombe Hall e (11) Billy Townley.

O Blackburn Rovers pressionou o Condado de Notts desde o início e, aos 8 minutos, o meio-campo Dewar marcou de escanteio de Townley. Antes do final do primeiro tempo, Southworth e Townley marcaram mais gols. Jimmy Oswald, do Condado de Notts, marcou um gol de consolação no final, mas o Blackburn terminou com uma vitória confortável por 3-1 e venceu a FA Cup pela 5ª vez em 8 anos.

West Bromwich Albion lutou na Liga de Futebol na temporada de 1891-92. No entanto, eles se saíram bem na FA Cup batendo Old Westminsters (3-2), Blackburn Rovers (3-1), Sheffield Wednesday (2-1), Nottingham Forest (6-2) para chegar à final contra o Aston Villa.

Em seu livro, Association Football in Victorian England, Philip Gibbons argumenta que: "Villa dominou os primeiros procedimentos, com Athersmith e John Devey exercendo pressão sobre os zagueiros do Albion. No entanto, o time do West Bromwich logo respondeu com Billy Bassett passando para Roddy McLeod, que cruzou a bola para Geddes que esperava. Ele chutou em direção ao gol do Villa e Warner não conseguiu pegar a bola com clareza. Ela rolou entre as traves do Villa para garantir uma vantagem surpreendente de um gol para o time do Albion. "

Billy Bassett também estava envolvido no segundo gol do WBA. Ele ganhou a bola no meio campo e depois de correr na defesa do Aston Villa, passou para Alf Geddes. O remate foi defendido, mas o guarda-redes não conseguiu segurar a bola e Sammy Nicholls teve a tarefa simples de marcar a partir do rebote. Jack Reynolds marcou o terceiro com um chute de 25 jardas.

Wolverhampton Wanderers jogou contra Everton no Fallowfield Ground em Manchester na final da FA Cup de 1893. Nove da equipe Wolves eram jogadores nativos. O Everton, por outro lado, contratou seis jogadores da Escócia. Mais de 40.000 pessoas compareceram para ver o jogo. O Wolves venceu o jogo com o único gol marcado por Harry Allen.

Aston Villa teve vitórias sobre Derby County (2-1), Newcastle United (7-1), Nottingham Forest (6-2), Sunderland (2-1) para chegar à final da FA Cup de 1895 contra o West Bromwich Albion. O Villa de fora-esquerda, Robert Chatt, marcou o único gol do jogo aos 39 segundos.

O Aston Villa conquistou o título da Primeira Divisão em 1896-97. O segundo colocado Sheffield United terminou com incríveis 11 pontos atrás de Villa. O clube marcou 73 gols no campeonato naquela temporada. Os principais colaboradores incluíram George Wheldon (18), John Devey (17), Johnny Campbell (13), Charlie Athersmith (8), John Cowan (7) Stephen Smith (3) e Jack Reynolds (2).

Em 30 de janeiro de 1897, o Aston Villa venceu o Newcastle United por 5-0 na terceira rodada da Copa da Inglaterra. O Aston Villa venceu Notts County (2-0), Preston North End (3-2) e Liverpool (3-0) para chegar à final contra o Everton. Uma multidão de 60.000 pessoas chegou ao Crystal Palace para assistir à final. Charlie Athersmith marcou o gol de abertura, mas Everton rebateu com gols de Jack Bell e Richard Boyle. O Aston Villa continuou a dominar o jogo e acrescentou mais dois de George Wheldon e Jimmy Crabtree. Isso encerrou o placar e, portanto, o Aston Villa havia emulado o grande time do Preston North End, que conquistou a dobradinha da FA Cup e da Football League na temporada de 1888-89.

O Aston Villa também alcançou a final da FA Cup em 1905. Mais de 100.000 pessoas assistiram ao Villa bater o Newcastle United por 2-0. Ambos os gols foram marcados por Harry Hampton.

Em 1923, a FA Cup foi transferida para Wembley. O terreno havia sido construído para a Exposição do Império Britânico e tinha excelentes ligações ferroviárias. Mais de 270.000 pessoas viajaram em 145 serviços especiais para a final que contou com West Ham United e Bolton.

As equipes contratadas para jogar na partida foram as seguintes:

Aston Villa: James Warner, gol; F. Coulton e J. Simmonds, costas; H. Yates, F. Dawson e, J. Burton, meio-costas; Albert Brown e Richard Davis, ala direita; Howard Vaughton e Dennis Hodgetts, ala esquerda; Archie Hunter, centro (capitão) atacantes.

West Bromwich: R. Roberts, gol; H. Green e A. T. Aldridge, costas; E. Horton, G. Timmins e C. Perry, meio-costas; G. Woodhall e T. Green, ala direita; T. Pearson e W. Paddock, ala esquerda; W. Bayliss, centro (capitão), atacantes.

Partimos para Londres na sexta-feira e nos acomodamos na Charterhouse Square. À noite, fizemos um pequeno passeio e depois nos retiramos às dez horas. Levantamos cedo pela manhã, todos de bom humor e felizes, todos com boa saúde. Reunimo-nos com o nosso comitê e alguns amigos e seguimos para Kennington Oval, onde logo nos encontramos com os integrantes do Albion, que também estavam em excelente forma e muito otimistas quanto ao resultado da partida. Todos os torcedores conhecidos de ambos os clubes estiveram presentes com grande força, incluindo o Sr. Hundly, nosso anfitrião cordial no Holt Fleet, e no início da manhã trens carregados encheram as estações e descarregaram sua carga viva de entusiastas do futebol. Nossas cores chocolate e azul podiam ser vistas em todos os lugares pela manhã, especialmente ao longo da Strand e de todas as vias principais. Às duas e meia, houve uma correria geral em direção ao Oval Kennington e táxis, carros, carruagens, armadilhas e uma espessa fila de pedestres podiam ser vistos descendo a estrada. Chegando ao solo, foi imediatamente manifesto o grande interesse que o encontro havia despertado. Havia uma multidão densa de quinze a vinte mil, muitos rostos familiares estando entre o número. No último momento, 5 a 4 no Albion puderam ser obtidos e as apostas a seu favor foram muito rápidas.

Poucos minutos antes das três, entramos em campo e fomos recebidos com uma salva de palmas. Eu havia dado instruções especiais à equipe do Villa sobre como jogar esta partida; resumidamente, eles eram estes - cada homem deveria manter sua posição e cuidar do oponente que estava enfrentando. Isso, é claro, não oferece essas oportunidades de jogo brilhante, mas é uma medida de segurança que recomendo veementemente. Deixe cada jogador escolher seu homem e determinar a derrotá-lo e se ele for igual ao esforço, o jogo está vencido. Este curso exige uma quantidade de altruísmo da parte dos jogadores que é muito difícil de exercitar, mas tenho visto tantas vezes o brilho e o perigo combinados que, em uma ocasião como a de que falo, não podíamos nos dar ao luxo de correr esse risco. . Consequentemente, a partida do começo ao fim foi menos científica do que a partida com o Rangers. Nesse aspecto, foi sem dúvida decepcionante. Mas como uma luta dura e feroz, ela não pode ser superada.

Bayliss ganhou o sorteio e eu dei o pontapé inicial exatamente às três e meia. Ao fazê-lo, ouviu-se um leve zumbido de excitação e sabíamos que todos os nervos estavam à flor da pele. Não sei se sou capaz de descrever todos os detalhes da partida. No que se refere ao jogo, eu era meio gago, mas tão concentrado no jogo que, quando tudo acabou, só consegui me lembrar de uma multidão confusa de incidentes sem uma ordem específica, mas todos calorosos, vigorosos e emocionantes. Lembro-me de como corríamos para cima e para baixo no campo, que corridas selvagens eram feitas, como a bola saltava aqui e ali, as investidas desesperadas que se seguiram, os confrontos frenéticos, os chutes impulsivos, o grande trabalho dos goleiros, o ataque e a defesa , os perigos e o alívio, a luta terrível e prolongada e ainda, até o intervalo, nenhum gol! Lembro-me emocionado de como vimos, em certo ponto, que o Albion estava levando a melhor sobre nós e como os vimos com desânimo se fechando ao redor de nossa cidadela. Então, como foi emocionante ver o perigo passado, saber que o ataque tinha sido inútil e nos encontrarmos correndo com a bola em direção ao gol oposto. Não sei dizer quantas vezes Warner e Roberts salvaram. Vez após vez, os tiros eram de um calor escaldante e sempre os homens entre as madeiras estavam à altura da emergência e era por isso que, ao terminar a metade do jogo, não havia placar.

Mudando de lado, o Albion cortou o trabalho e Hodgetts e Vaughton, do nosso lado, começaram a fazer um trabalho excelente. Um ataque determinado por eles foi repelido por Tom Green, que saiu do campo e foi parado por Coulton, que voltou. A partir desse chute Davis com um chute de longa distância centrado em Hodgetts, que estava perto do gol e ele com facilidade consumada, colocou a bola, confundindo Roberts completamente. Então, que alegria surgiu! O Villa tinha marcado e a alegria dos nossos adeptos foi ilimitada. Quando eles se acomodaram novamente, estávamos no meio de um jogo rápido e arrojado. Parecia, entretanto, que nenhum outro ponto seria ganho. Ambos os lados jogavam desesperadamente e cada homem trabalhava como se sua vida dependesse da vitória. Estávamos constantemente na frente do gol e uma falta sendo dada ao Albion lá, as coisas pareciam perigosas. Mas só no final do jogo é que se deu a tacada final para a nossa vitória. Tive a posse de bola e escapulindo os zagueiros acertou bem na frente; mas a bola estava em um ritmo tão furioso que percebi que não conseguia alcançá-la. Roberts viu alcançar a bola e dar-lhe o empurrão necessário. Se eu não tivesse adotado esse expediente, não poderia ter pontuado. Os aplausos mal haviam cessado quando o apito soou e o Villa venceu a Copa por dois gols a zero.

O major Marindin, presidente da Football Association, que atuou como árbitro, foi bom o suficiente para dizer que a partida não foi ganha por ciência, mas "pela capitania de Archie Hunter". Assim que soou o apito, fui rodeado pela multidão entusiasmada e por alguns momentos pensei que devia ser despedaçado. Eles quase arrancaram minha mão e aqueles que não conseguiram chegar perto o suficiente se esforçaram para gritar "Bravo, Archie" e "Muito bem, Villa". Por fim, fui erguido na altura dos ombros e em meio às mais selvagens manifestações por todo o campo, nem meus zelosos amigos me soltaram até que chegasse o momento em que fui chamado para receber a Taça.

O progresso da Copa da Inglaterra refletiu as mudanças no progresso social do futebol. A década de dominação das equipes de escolas públicas terminou na final de 1881 entre Velhos Cartuxos e Velhos Etonianos. No ano seguinte, os Old Etonians estavam de volta, desta vez para enfrentar os Blackburn Rovers. Em 1883, outro time do Blackburn, o Olympic, viajou para a final de Londres, levando o troféu para o norte pela primeira vez. O Blackburn Olympic, sob o controle de Jack Hunter, seu jogador-técnico, treinou para a final na próspera cidade litorânea de Blackpool e quando eles saíram para enfrentar os Old Etonianos de Lord Kinnaird, o contraste social não poderia ter sido maior. Entre os jogadores de Blackburn estavam três tecelões, um fiador, um assistente de dentista, um encanador, um operário de algodão e um operário de fundição de ferro. Depois de vencer por 1 a 0 na prorrogação, o time do Blackburn foi recebido em casa por uma grande multidão liderada por mais uma manifestação da nova vida social da classe trabalhadora - uma banda de música. O Blackburn Olympic abordou o jogo da maneira mais profissional. Financiados por um proprietário de uma fundição de ferro local, eles treinaram cuidadosamente por uma semana e seguiram uma dieta adequada.

Embora o futebol já existisse há séculos, foram as grandes escolas públicas vitorianas e a Universidade de Cambridge que codificaram e popularizaram o esporte por volta de 1860, então era natural que essas equipes dominassem o "futebol moderno" em sua infância. Mas na década de 1880 o jogo se espalhou rapidamente pelos centros industriais em expansão de Midlands e Lancashire. Se o mapa demográfico da Grã-Bretanha mudou drasticamente ao longo do século 19, à medida que a população se expandiu para os novos centros industriais do Norte e Midlands, o mapa do futebol mudou em um período ainda mais curto. Quando o Blackburn Olympic venceu os Old Etonians na final da FA Cup em 1883, eles fizeram história ao se tornar o primeiro time da província a ganhar o troféu. A sorte estava lançada e nunca mais um time de veteranos do sul chegaria a uma final. E assim que o profissionalismo foi legalizado na Inglaterra, dois anos depois, o apogeu das ex-equipes de escolas públicas acabou. A partir de então, o futebol continuou sendo um esporte da classe trabalhadora em todo o mundo, dominado por clubes de grandes cidades - muitas vezes centros industriais ou portos. As classes média e alta foram deixadas em grande parte para administrar o jogo e dirigir os clubes.

Junto com seu novo campo e novo status profissional, o Albion também ganhou algumas novas adições importantes ao seu time neste período. O esplêndido Charlie Perry jogou no segundo time por duas temporadas antes de fazer sua estréia completa em 1884, assim como o poderoso atacante nascido em Tipton, Jem Bayliss, e George 'Spry' Woodhall, que se tornariam membros importantes do Albion grandes times da FA Cup no final dos anos 1880. Esses três futuros grandes nomes de Albion estavam entre o primeiro lote de profissionais, junto com outros pioneiros, como o capitão George Bell, Bob Roberts, Harry Green e George Timmins.

Tendo vencido o sorteio, Nick Ross, o capitão do Preston, decidiu jogar com o sol nas costas, o que resultou em dificuldades para a defesa do Albion, já que os atacantes do Preston montaram os primeiros ataques. No entanto, a excelente defesa de Perry e Aldridge, juntamente com a excelente guarda-redes de Bob Roberts, mantiveram os avançados do Preston afastados.

Fred Dewhurst e John Goodall tiveram várias chances de marcar o gol de abertura do jogo, mas foram novamente frustrados por Bob Roberts quando parecia fácil de marcar. Contra a corrente do jogo, Billy Bassett driblou a bola pelo flanco esquerdo do Preston, antes de cruzar para Jem Bayliss, que garantiu uma vantagem de um gol para o time do West Bromwich. À medida que o jogo caminhava para o intervalo, Jimmy Ross e Fred Dewhurst forçaram excelentes defesas de Bob Roberts, e Albion encerrou o meio gol com vantagem.

Poucas coisas mudaram durante o segundo período de jogo, quando Preston buscou o gol de empate, que acabou chegando após dez minutos de jogo, quando os esforços de Preston foram recompensados ​​com um gol de Fred Dewhurst. O time do Lancashire começou a jogar seu melhor futebol, enquanto pressionava os zagueiros do Albion. No entanto, com Aldridge e Green em destaque, eles não conseguiram garantir o segundo gol.

Até a metade do segundo tempo, os ataques ocasionais de Albion foram controlados com eficiência por Nick Ross e Bob Howarth. À medida que o intervalo avançava, o lado de Midlands entrou mais no jogo. Bassett e Woodhall assumiram a defesa de Preston, enquanto na outra extremidade do campo, John Goodall viu um rebote do Albion na posição vertical para a segurança. Quando o jogo chegou à fase final, Albion parecia o lado mais fresco. A defesa do Preston começou a se cansar, com apenas Nick Ross impedindo o time do West Bromwich de marcar o segundo gol, enquanto Bassett atormentava sua defesa. No entanto, faltando pouco mais de dez minutos para o fim, o Albion assumiu a liderança quando um pivô de Bassett encontrou Woodhall, que fez uma curva abrupta para desviar a bola entre as traves do Preston. Preston se recuperou em busca do empate, mas sem sucesso, já que o apito final soou com o Albion vencendo por dois gols a um em uma das finais da FA Cup mais disputadas até hoje.

Chorei depois da final da Copa de 1948 ... mas não foi porque estava do lado perdedor em Wembley. Havíamos perdido a última grande rodada; não conseguira ganhar a Copa, mas saí daquele campo maravilhoso naquele estádio maravilhoso com lágrimas de verdadeira felicidade nos olhos.

A imagem ficará comigo enquanto durar a memória. O jogo acabou, as medalhas foram entregues aos dois lados, e a Copa propriamente dita para Johnny Carey, o capitão do Manchester United. Os jogadores do Black¬pool ficaram em grupo, falando sobre isso e aquilo, enquanto o time vitorioso se dirigia ao Royal Box para receber suas lembranças e apertos de mão do Rei e da Rainha. Então chegou a nossa vez e passamos pela Família Real com seus sorrisos calorosos, suas palavras de simpatia pelos perdedores tão sinceras quanto suas palavras anteriores de parabéns aos vencedores.

Seguindo a tradição, os jogadores do United haviam conduzido seu capitão fora de campo, até o vestiário.

Nós, jogadores de Blackpool, caminhamos lentamente atrás de nossos vencedores. Havíamos perdido e perdido depois de liderar duas vezes, um recorde desse tipo em Wembley - mas não acho que estivemos tão desanimados. Desculpe, sim, mas ainda animado com o calor da luta, com nossos pensamentos emaranhados.

Saímos do gramado para a pista que circunda o melhor campo de jogo das Ilhas Britânicas. Acontece que eu olhei para a multidão, relutante em ir embora, ficando para ver a cortina descer sobre o drama da final da Copa.

Lá, parado sobre os túneis que levavam aos camarins, estava um grupo de apoiadores de Blackpool. Enfeitados e enfeitados com nossa famosa tangerina, com bonés, flâmulas, rosetas, lenços, tudo contando de seu apoio leal ao clube de Bloomfield Road, eles se levantaram, observando em silêncio os últimos momentos dos últimos incidentes de um dia memorável.

No sol da primavera, eu podia ver quase todos os indivíduos claramente. Eles ficaram parados, mudos de decepção, olhando para baixo enquanto seu time favorito ia embora - sem a Copa que eles esperavam que levássemos de volta para o mar.

Sua silenciosa simpatia por nós, seu pesar pelo resultado, eram óbvios; e do outro lado do espaço intermediário, da multidão aos jogadores, parecia haver algum elo, algum vínculo de companheirismo. Quase sem pensar no que estava fazendo, acenei para aquela multidão silenciosa.

O efeito foi mágico. Eles responderam com um grito que parecia tão poderoso quanto qualquer coisa que tínhamos ouvido durante a luta pulsante da própria partida. Com um rugido estrondoso eles soltaram todo o seu fanatismo ardente por nós e pelo jogo de futebol.

Pensei, como se fosse um sonho que durou apenas um ou dois segundos, no caminho para Wembley: como o time de Blackpool foi remodelado após a guerra, como começamos esta grande temporada com tantas esperanças; como havíamos vencido primeiro um jogo e depois outro; como tínhamos nocauteado o Colchester United, que matava gigantes; como fomos para a semifinal contra o Tottenham Hotspur; como tínhamos lutado contra um déficit de um gol azarado; como havíamos conquistado igualdade nos últimos minutos da partida; como havíamos marcado mais dois na prorrogação para ganhar a partida em Wembley.

Pensei na corrida pelos ingressos; e pensei também na paciência e entusiasmo daqueles torcedores, muitos dos quais haviam viajado a noite inteira para chegar a Wembley. E acima de tudo, pensei na grandeza de um jogo que pudesse desenvolver tanto espírito esportivo, tanto apoio caloroso, tanta lealdade e, no final de uma partida perdida, tanta camaradagem espontânea com o time vencido.

Todos esses pensamentos passaram pela minha mente enquanto eu caminhava os últimos metros até a escuridão sob os terraços de Wembley. Quando passei da vista da multidão aplaudindo, acenei novamente. Eles ainda podiam me ver, mas eu não conseguia vê-los. Meus olhos se encheram de lágrimas.


Copa do Mundo FIFA

O torneio de futebol de maior prestígio do mundo, realizado a cada quatro anos desde 1930 (com exceção de uma pausa durante a Segunda Guerra Mundial).

Campeonato da Europa da UEFA

O torneio de futebol de seleções de maior prestígio na Europa, que acontece a cada quatro anos desde 1960 e foi ampliado de 4 para 24 equipes.
A história do Campeonato Europeu
Equipes com mais títulos e finais

Copa américa

A Copa América é um campeonato sul-americano de futebol organizado desde 1916, o que a torna a mais antiga competição de seleções do mundo. Inclui todos os dez países da Conmebol e, desde os anos 1990, as equipes da América do Norte / Central e da Ásia foram convidadas a preencher o torneio de 12 equipes. Desde sua primeira edição, em 1916, e até 1975, a Copa América ficou conhecida como “Campeonato Sul-americano de Futebol & quot.
A história da copa américa
Vencedores e segundos classificados

Taça Asiática AFC

A AFC Asian Cup é um campeonato continental de futebol organizado desde 1956 e que inclui todas as equipes da confederação asiática.
A história e resultados

Copa das Nações Africanas

O Campeonato das Nações Africanas é um campeonato continental de futebol organizado desde 1957 e que inclui todas as seleções africanas.
A história e resultados

Copa das Confederações

A Copa das Confederações é disputada a cada quatro anos, a que antecede uma Copa do Mundo.
— The tournament is including eight teams, the winners of each of the six FIFA confederation championships together with the reigning World Cup champion and the host nation of the upcoming World Cup.
— The tournament has been held since 1992.
— The 1992 and 1995 editions were called the King Fahd Cup, before FIFA took over the tournament.
The history and results

Summer Olympics

Summer Olympics is held every fourth year with football as one of the included sports.
— Football has been a part of the program since 1900.
— Was considered the premier football competition in the world before the introduction of FIFA World Cup.
The history and results


Innehåll

FA-cupen startades 1871 efter ett förslag av Football Associations sekreterare Charles W. Alcock att medlemmarna i FA skulle mötas i en utslagstävling. Inbjudan till de femtio medlemsklubbarna skickades ut men intresset var till en början inte särskilt stort, bara femton klubbar svarade varav några av dessa sedan aldrig ställde upp i tävlingen. Endast tretton matcher spelades i den första turneringen, som inleddes med en första omgång den 11 november 1871. I den första finalen, som spelades den 16 mars 1872 på Kennington Oval, ställdes Royal Engineers AFC mot Wanderers FC och Wanderers vann med 1–0. I turneringens tidiga historia dominerade amatörklubbar från södra England men med införandet av professionell fotboll 1885 gjorde att proffsklubbarna från norr tog över allt mer och intresset för turneringen ökade starkt.

1923 spelades den första FA-cupfinalen på Wembley Stadium då Bolton Wanderers och West Ham United möttes. Den officiella publiksiffran var på hela 126𧄯 åskådare, men många fler åskådare tros ha tagit sig in på arenan. 1927 vann walesiska Cardiff City cupen som den första, och hittills enda, icke-engelska klubb. 1938 tv-sändes FA-cupfinalen för första gången. [ 1 ]


Calendário

Round Main date Number of fixtures Clubs New entries this round
First round 11 November 1871 7 (4 played) 15→10 15
Second round 16 December 1871 5 (4 played) 10 → 5 1
Third round 20–27 January 1872 2 5 → 4 Nenhum
Semi-finals 17 February – 5 March 1872 2 4 → 2 Nenhum
Final 16 March 1872 1 2 → 1 Nenhum

FA Trophy

The Football Association Challenge Trophy, commonly known as the FA Trophy, is a men's football knockout cup competition run by and named after the English Football Association and competed for primarily by semi-professional teams. The competition was instigated in 1969 to cater for those non-league clubs that paid their players and were therefore not eligible to enter the FA Amateur Cup.

Eligibility rules have changed over time, but from 2008 onwards the competition has been open to clubs playing in Steps 1–4 of the National League System, equivalent to tiers 5–8 of the overall English football league system. This covers the National League, the Southern League, Isthmian League, and Northern Premier League.

The final of the competition was held at the original Wembley Stadium from the tournament's instigation until the stadium closed in 2000. The final has been played at the new Wembley Stadium since its opening in 2007. The record for the most FA Trophy wins is shared by Woking and two defunct clubs, Scarborough and Telford United, with three victories each.

The Trophy is currently held by FC Halifax Town who beat Grimsby Town F.C. in the 2016 final.


Football-The history of soccer

Football (or soccer as the game is acquired sure bits of the world) has a long history. Football in its current construction arose in England in the nineteenth century. In any case, the game’s elective variants existed a lot sooner and are a piece of football history.

Early history and the forerunners of football

The initially known examples of a gathering game, including a ball made out of a stone, occurred in old Mesoamerican social orders for over 3,000 years prior. The Aztecs were called Tchatali. In some ceremonial events, the ball would represent the sun, and the chief of the losing group would be forfeited to the divine beings. A one of a kind component of the Mesoamerican ball game forms was a ricocheting ball made of elastic – no other early culture approached elastic.

Cuju was played with a round ball (sewed cowhide with hiding or plumes inside) on a space of the square. Modified kind of this game later spread to Japan and was named kemari practiced under adapted designs.

Maybe significantly more seasoned cuju was Marn Gook, played by Aboriginal Australians and, as indicated by white travelers during the 1800s, a ball game principally including kicking.

The ball was made by smidgens of calfskin loaded up with hair (the primary records of balls loaded up with air are from the seventh century). Ball games had, be that as it may, low status and was excluded at the Panhellenic Games. In Ancient Rome, games with balls were excluded from the diversion on the huge fields (amphitheaters). However, they happened in practices in the military by the name of harpastum. It is, be that as it may, unsure in which degree the British public were affected by this assortment and how they had built up their variations.

The sport of football takes its structure.

The most surrendered story tells that the game was made in England in the twelfth century. In this century, games that took after football were played on knolls and streets in England. This early type of football was likewise significantly more unpleasant and vicious than the advanced method of playing.

The frenzy of these games would cause harm to the town and now and then demise to the members. These would be among the purposes behind the decrees against the game that at last was prohibited for a few centuries. It would be prohibited again in 1835, yet the game had been set up in the government-funded schools at this stage.

It took, regardless, quite a while until the features of the current football had been taken into training. For quite a while, there was no unmistakable qualification between football and Rugby. There were various assortments concerning the size of the ball, the number of players, and the length of a match.

The game was routinely played in schools, and two of the extraordinary schools were Rugby and Eton. The game we today know as Rugby has its beginning from here. At Eton, the ball was played only with the feet, and this game can be viewed as a nearby archetype to cutting-edge football. The game in Rugby was organized as “the running match-up,” while the game in Eton was relegated to “the spilling game.”

Did an endeavor to make legitimate standards for the game at a gathering in Cambridge in 1848. However, the last answer for all inquiries of rules was not accomplished. It was reasoned that passing on the ball with the hands wasn’t allowed. The get-together moreover achieved standardization of the size and weight of the ball. The London meeting was that the game was confined into two codes: connection football and Rugby.

As it may, the game would be that keep on creating for quite a while, and there was still a lot of adaptability concerning the guidelines. For a certain something, the number of players on the pitch could shift. Nor were clothes used to perceive the presence of the groups. It was likewise normal with players wearing covers – the header was at this point to be a piece of the game, yet.

Though the English groups liked to run forward with the ball in a more rugby design, the Scottish decided to pass the ball between their players.

The game was from the outset an amusement for the British regular workers. Exceptional measures of observers, up to 30,000, would see the huge matches in the late nineteenth century. Before long, the game would grow by British people groups who ventured out to different pieces of the world.

The primary football clubs

Football clubs have existed since the fifteenth century, yet disorderly and without true status. It is consequently difficult to choose which primary football club was. They generally settled among capable football clubs in the English club Notts County was molded in 1862 and still exists today.

A significant advance for the rise of groups was the industrialization that prompted bigger gatherings of individuals meeting at spots like plants, bars, and chapels. Football crews were set up in the bigger urban communities, and the new rail lines could carry them to different urban communities.

Initially, football was overwhelmed by government-funded school groups however, later, groups comprising laborers would make up the larger part. This would be the beginning of a significant stretch of change, not without grating, which the game would create to an expert level.

In 1885, Professional football was sanctioned, and after three years, the league of football was set up. During the main season, 12 clubs joined the alliance however, soon, more clubs became intrigued, and the opposition would venture into more divisions.

After many years, clubs from Prague, Budapest, and Sienna would be the principal competitors to the British predominance.

Similarly, as with numerous things ever, ladies were for quite a while barred from partaking in games. It was not before the late nineteenth century that women started to play football. The primary authority ladies down occurred in Inverness in 1888.

The principal rivalries

Different achievements were currently to follow. In 1871, Football Association Challenge Cup (FA Cup) transformed into the principal significant rivalry. A match between two public groups was played interestingly next year. The match that intricate England and Scotland completed 0-0 and was followed by 4,000 people at Hamilton Crescent (the picture shows portrayals from this occasion).

Football was for quite a while a British wonder, yet it spread to other European nations step by step. The principal game that occurred outside Europe happened in Argentina in 1867. However, it was unfamiliar British specialists included and not Argentinean residents.

The Fédération Internationale de Football Association (FIFA) was established in 1904, and an established act was endorsed by agents from France, Belgium, Denmark, the Netherlands, Spain, Sweden, and Switzerland. Britain and the other British nations didn’t join FIFA initially they had designed the game and saw no motivation to subordinate to an affiliation. Taking everything into account, they took an interest in the following year to pass on the World Cup until 1950.

Homegrown associations happened in numerous nations. Initially was, as of now referenced, the English Football League, set up in 1888. The associations would by time extend by more divisions, which depended on group execution

Until the primary FIFA World Cup was played in 1930, the Olympic Games football competition would rank as the most renowned public level. Ladies’ football was not added until 1996.

Dark players

In football, dark players began being available moderately early and in correlation with, for instance, tennis football has customarily been known as a game with a blend of highly contrasting players.

In Britain, Andrew Watson is known to be the chief dull player, and he played in the Scottish club Queen’s Park during the 1880s.

A round of enthusiasm

Not many different games show instances of enthusiasm to that degree as football. Shearing individuals rush the fields, and before TV, significantly more are observing cautiously and some of the time with incredible eagerness.

Effectively in the late nineteenth century, Goodison Park was inherent in England in the motivation behind facilitating football match-up. An achievement in the improvement of football arenas is the development of Maracanã Stadium. In the hours of 1950, the staggering field in Rio de Janeiro was ready for close to 200,000 individuals.

There have been two remarkable acts of fan culture on the fields: the British and the South American. The British fans received the custom of singing the collection was motivated by a bar and working melodies among different zones. The South Americans would then receive the festival style, including fireworks and firecrackers and Bengali fires’ cutting-edge wonders. Fans in various countries have later gotten a blend of these traditions.

The extraordinary current rivalries

No different game other than the Summer Olympic Games would today quantify itself with the FIFA World Cup. The primary release of the FIFA World Cup was played in 1930 in Uruguay and had from that point forward returned each fourth year (with two special cases because of the Second World War). In 1991 the main World Cup for ladies was held in China and had returned each fourth year from that point forward.

Today the best overall rivalry for clubs in the Champions League (played since 1992), the past European Cup (1955–1991).

Globalization of the greatest game on the planet

Today there are 211 public affiliations associated with the Fédération Internationale de Football Association (FIFA), the world directing body of the game. Another evidence of globalization could be found in the expansion of countries interested in the World Cup qualifiers: from 32 of every 1934 to more than 200 out of 2014.

Football is unquestionably a worldwide game and, without correlation, the greatest on the planet. A statement from David Goldblatt’s book The Ball is Round is one approach to answering why:

It offers the spotlight for singular splendor while savoring the resistance and heart of the aggregate undertaking.

The situation: football or soccer?

Football is also known as “chess of the green pitch,” which is the greatest game on the planet. In the United States and Canada nonetheless, soccer is utilized rather as differentiation from American football. In some cases, a more conventional name is utilized in affiliation football, yet in mainstream discourse, it is either football or soccer.


FA Cup Final

o FA Cup Final, commonly referred to in England as just The Cup Final is the last match in the Football Association Challenge Cup. With an official attendance of 89,826 at the 2007 FA Cup Final, it is the second best attended domestic club championship event in the world and the best attended domestic football event. It is the culmination of a knockout competition among clubs belonging to The Football Association in England, although Scottish and Irish teams competed in the early years and Welsh teams regularly compete, with Cardiff City winning the Cup in 1927 and reaching the final in 2008.

Early FA Cup Finals were held at various venues including Fallowfield Stadium but were mainly in London. In the period from 1923 until 2000, the final was held at Wembley Stadium, English football's national stadium. From 2001-2005, the final was moved to the Millennium Stadium in Cardiff, during the rebuilding of Wembley Stadium. The Millennium Stadium was used again in 2006 due to construction delays in opening the new Wembley Stadium.

Until 1993, if the final could not be decided in a single match, the match would be replayed. After only six replays since 1923, The Football Association then decided that all future finals would be decided 'on the day', putting an end to FA Cup Final replays. This meant that a draw at the end of normal time would be followed by thirty minutes of extra time (two fifteen minute halves) if scores were still level there would be a penalty shootout to determine the winner of the competition. Only two FA Cup Finals have been decided by a penalty shootout those of 2005 and 2006. Note that the Football League War Cup is not considered part of the official FA Cup competition.

Stan Mortensen's hat-trick for Blackpool in 1953 remains the only hat trick ever scored at Wembley in the competition's final. Everton's Louis Saha scored a goal after 27.9 seconds in the 2009 FA Cup Final. It is currently the fastest goal in FA Cup Final history.

The FA Cup Final is one of ten events reserved for live broadcast on UK terrestrial television under the ITC Code on Sports and Other Listed Events.


Topics similar to or like History of the FA Cup

The first staging of the Football Association Challenge Cup, usually known in the modern era as the FA Cup, the oldest association football competition in the world. Fifteen of the association's fifty member clubs entered the first competition, although three withdrew without playing a game. Wikipedia

Knockout competition in English association football. Oldest football competition in the world, having commenced in 1871. Wikipedia

Annual knockout football competition in men's domestic English football. Oldest national football competition in the world. Wikipedia

Knockout competition in English association football. Oldest football competition in the world, having commenced in 1871. Wikipedia

The 91st season of the world's oldest football cup competition, the Football Association Challenge Cup, commonly known as the FA Cup. Leeds United won the competition, beating Arsenal 1–0 in the final at Wembley, London. Wikipedia

The 133rd final of the FA Cup, the world's oldest football cup competition. Contested between Arsenal and Hull City at Wembley Stadium on 17 May 2014. Wikipedia

The second staging of the FA Cup, England's oldest national football tournament. Sixteen teams entered, one more than the previous season, although two of the sixteen never actually played a match. Wikipedia

Association football match between Sheffield United and Tottenham Hotspur on Saturday, 20 April 1901 at the Crystal Palace stadium in south London. The final match of the 1900–01 FA Cup, the 30th edition of the world's oldest football knockout competition, and England's primary cup competition, the Football Association Challenge Cup, better known as the FA Cup. Wikipedia

The FA Cup semi-finals are played to determine which teams will contest the FA Cup Final. They are the penultimate phase of the FA Cup, the oldest football tournament in the world. Wikipedia


Conteúdo

Final

    Most wins: 14:
      (1930, 1936, 1950, 1971, 1979, 1993, 1998, 2002, 2003, 2005, 2014, 2015, 2017, 2020)
      (1876, 1877, 1878) (1884, 1885, 1886)
      (1927, 1930, 1932, 1936, 1950, 1952, 1971, 1972, 1978, 1979, 1980, 1993, 1998, 2001, 2002, 2003, 2005, 2014, 2015, 2017, 2020)
      6–0 Derby County (1903) 6–0 Watford (2019)
      6–1 Sheffield Wednesday (1890) 4–3 Bolton Wanderers (1953)
      : Lost 3–4 against Blackpool (1953) : Drew 3–3 but lost in a penalty shootout against Liverpool (2006)
      (1893, 1897, 1907, 1968, 1985, 1986, 1989, 2009) (1957, 1958, 1976, 1979, 1995, 2005, 2007, 2018)

    Individual

    • Most wins by player: 7: Ashley Cole (Arsenal) (2002, 2003, 2005) & (Chelsea) (2007, 2009, 2010, 2012)
    • Most wins by manager: 7, Arsène Wenger (Arsenal) (1998, 2002, 2003, 2005, 2014, 2015, 2017)
    • Most appearances: 9, Arthur Kinnaird (Wanderers) (1872–73, 1875–76, 1876–77, 1877–78) & (Old Etonians) (1874–75, 1878–79, 1880–81, 1881–82, 1882–83)
    • Most goals (one final): 3:
        (Blackburn Rovers) (1890) (Notts County) (1894) (Blackpool) (1953)
    • All rounds

      • Biggest win:Preston North End 26–0 Hyde (First Round, 15 October 1887)
      • Biggest away win:Clapton 0–14 Nottingham Forest (First Round, 17 January 1891)
      • Highest attendance at Wembley: 126,047 (official) up to 300,000 (estimate) at the "White Horse Final" (Bolton Wanderersv.West Ham United, 28 April 1923)
      • Most clubs competing for trophy in a season: 763 (2011–12)
      • Longest tie: 660 minutes (6 matches in total), Oxford Cityv.Alvechurch (Fourth Qualifying Round, November 6/9/15/17/20/22 1971 Alvechurch won the sixth match 1–0)
      • Longest penalty shootout: 20 penalties each, Tunbridge Wellsv.Littlehampton Town (Preliminary Round Replay, 31 August 2005 Tunbridge Wells won 16–15)
      • Most rounds played in a season: 9, for:
          (1932–33: 1st–4th Qualifying Rounds, 1st–5th Rounds) (1956–57: Preliminary, 1st–4th Qualifying Rounds, 1st–4th Rounds) (1977–78: 1st–4th Qualifying Rounds, 1st–5th Rounds) (1979–80: Preliminary, 1st–4th Qualifying Rounds, 1st–4th Rounds)

      • The Reappearance of the American Football Association Challenge Cup

        The annual induction ceremony for the National Soccer Hall of Fame took place on October 20, 2018. In addition to the usual festivities the event also featured a sneak preview into the newly constructed Hall of Fame Experience. As part of the weekend the Society for American Soccer History (SASH) held an American Soccer History Symposium. Undoubtedly the highlight of the event was the presence of the original American Football Association (AFA) Challenge Cup trophy. It had not been seen publicly in decades and for a long time was thought lost. The cup provides a tangible connection to some of the country’s greatest teams including Fall River Rovers, Paterson True Blues and Bethlehem Steel and some of its greatest players like Jack Swithenby, Dennis Shea and Archie Stark.

        The Original AFA Cup in October 2018.

        Established in 1884, the AFA Challenge Cup is one of the oldest national soccer competitions in the world. Only the English (1871-72) and Scottish Association (1874-75) cups predate the American competition. The AFA cup is the second oldest surviving national trophy after the Scottish Cup because the original English FA trophy has been lost. One could argue however just how national the AFA Cup really was since it originally included only teams in and around Newark, New Jersey along with a handful from New England. Although geographically limited few other regions of the country had developed soccer competitions and so in that sense it did represent many if not all of the nation’s established clubs. The O.N.T. club of Newark won the first three tournaments while the Fall River Rovers took the trophy “Down East” by capturing the next two. Clubs from the region around Narragansett Bay won the next five editions before the Caledonians of Kearny prevailed in 1895. When Philadelphia’s Manz won in 1897 they became the first team outside of the original two regions to capture the trophy. After 1898 the competition went into hiatus before resuming in 1906 and continued to be played for until 1924.

        The cup was purchased at a Texas flea market about twenty years ago by someone who recognized its potential value but was not familiar with its long history.

        Detail of a team photograph showing the AFA Cup.

        How it got to Texas in the first place is a mystery but it has clearly led something of a rough life. Not many original photographs of the cup exist but in comparing the surviving trophy with older images we can see that it has suffered some considerable damage.

        Harry Holden with the AFA Cup. He played for O.N.T., winners of the first three competitions.

        The cup was originally made by Tiffany and Co. and may have been finished and/or engraved by Newark jeweler Gaven Spence and Co. Made of sterling silver the cup is clearly tarnished and has lost its original polish. The top or lid with its striding figure and soccer ball is long gone and the rim has been dented in spots. A smaller figure along the side of the cup is also missing but one of the soccer balls and what appears to be most of the goal has also survived. Close examination of original photographs and the trophy itself reveal that it also had attached decoration on the sides, perhaps laurel leaves or some other floral design. The sides of the cup are engraved with the names of the winning teams. Even in its existing condition the cup is an irreplaceable part of US soccer history and knowing that it has survived for more than one hundred and thirty years is simply amazing.


        Assista o vídeo: 2019 Manchester FA Challenge Cup Final - FC United Manchester v Salford City Lionesses (Dezembro 2021).