Artigos

Relembrando o Doomsday: Memoria em iconografia e drama ingleses da Idade Média

Relembrando o Doomsday: Memoria em iconografia e drama ingleses da Idade Média

Relembrando o Doomsday: Memoria em iconografia e drama ingleses do final da Idade Média

Iseppi, Laura

Word & Image, 25: 1 (2009)

Abstrato

Muita atenção crítica foi devotada nos últimos anos à análise das artes memorativae medievais. A preocupação com as artes da memória, como exemplificado pelas traduções recentemente coletadas de passagens de artes influentes editadas por Mary Carruthers e Jan Ziolkowski sob o título The Medieval Craft of Memory: An Anthology of Texts and Pictures, faz parte de uma onda geral de interesse pela retórica que diz respeito também a artes praedicandi, artes dictaminis, artes poetriae e composições homiléticas. Como Carruthers e Ziolkowski observam, as artes da memória no final da Idade Média diferem daquelas da tradição clássica ou medieval também porque algumas são dirigidas a um público leigo e também clerical e, de fato, uma série de estudos foram dedicados ao específico usos das artes em fazer sermões e sua possível influência na literatura Lollard.


Assista o vídeo: As cidades medievais e a Civilização Ocidental - Trabalho do 7º ano (Dezembro 2021).