Podcasts

Como deve ser uma cama medieval

Como deve ser uma cama medieval

Uma das peças de mobiliário mais importantes na casa medieval era a cama - não seria apenas o lugar para dormir e fazer sexo, mas também onde se daria à luz e muitas vezes onde as pessoas teriam os seus últimos momentos.

Durante a Idade Média, a cama se tornaria elaborada e cara. Escrevendo sobre a Inglaterra medieval, Roberta Gilchrist observa que haveria “cortinas de cama já no século 11 e, no século 14, as casas de elite possuíam camas com dosséis elaborados. Pessoas de classe média possuíam estrados de cama de madeira com cabeceiras simples, aos quais foram acrescentados colchões de penas, lençóis, cobertores, almofadas, colchas e travesseiros. Os camponeses tinham colchões recheados de palha, lã, cabelo, trapos e penas, que podiam ser enrolados e arrumados durante o dia, enquanto os mais pobres dormiam simplesmente na palha ou no feno. ”

O contrato a seguir foi feito entre Vincenzo Politi, que vinha de uma família de classe média alta da cidade italiana de Pistoria, e Niccolo di Jacopo Onofrio Paoletti, um marceneiro da mesma cidade. Assinado em 12 de janeiro de 1488, detalha como Niccolò venderia a Vincenzo “uma cama com seus baús e todos os acessórios adequados e uma espreguiçadeira”. Ele começa com uma descrição de como a cama principal deve ser:

A cabeceira da cama [deve ser] em madeira de choupo branco, bem temperada, com folheado a nogueira, rodeada de molduras decorativas com motivo de espirais embutidas em talha. No painel central da dita cabeceira [deveria haver] uma guirlanda, que é uma guirlanda de marchetaria feita de madeira de fuso, segurada por dois putti, e na dita guirlanda [deveria haver] o brasão de marchetaria de Vincenzo e a esposa dele. Tudo isso deve ser suavemente aplainado, com friso, cornija e arquitrave, à moda moderna como é o costume hoje. A prancha da cama deve ser toda branca, isto é choupo branco, toda emoldurada… O lado voltado para dentro deve ser todo branco, e deve ser toda emoldurada com nogueira. Os baús ao redor da cama devem ser todos folheados a nogueira, com moldura decorativa, e motivo espiral entalhado e embutido, todos emoldurados, todos suavemente aplainados, com base e rodapé, com o usual motivo espiral embutido, todos lisos, em toda a volta. cama.

O contrato então se volta para a aparência do sofá-cama, com a ideia de que deve ser semelhante a um por um dos membros da família de Vincezo:

A espreguiçadeira deve ser forrada a choupo branco e folheada a nogueira, com molduras decorativas e motivos espirais incrustados, e marchetada de fuso de madeira. Deve ter dois apoios de braços decorados em nogueira, e deve ser semelhante à cama, com uma grande cornija e um friso e uma arquitrave à altura da cama. [Ambos devem ser] semelhantes ao sofá-cama do Mestre Lorenzo Politi, que se encontra no quarto do referido Mestre Lorenzo, e com trabalho semelhante intarsia e marchetaria, a diferença é que a cornija não tem colchetes e não gira como aquele, mas está tudo em um plano.

O contrato termina com mais alguns detalhes sobre como as camas devem ser feitas, quando e onde devem ser entregues:

Todo esse trabalho deve ser bem feito e acabado, feito da maneira certa de acordo com o julgamento de um homem honesto e inteligente, conhecedor da arte. Tem de ser entregue no final do próximo mês de Maio, totalmente acabado da melhor maneira possível, na casa e quarto do referido Vincenzo. Assim deve ser feito o dito Niccolò, a quem Vincenzo promete dar pela cama e pelo divã vinte e cinco grandes florins de ouro em ouro.

Você pode ler mais sobre camas, móveis e outras obras de arte em Mulheres e as artes visuais na Itália, c.1400-1650: Um livro de referência, editado e traduzido por Paolo Tiangli e Mary Rogers. .

Para uma visão rápida da história das camas, confira este vídeo da Bensons for Beds:


Assista o vídeo: QUARTO PEQUENO. CAMA DE PALLET. DIÁRIO DA REFORMA (Outubro 2021).