Podcasts

Novos livros medievais: fronteiras e locais de encontro

Novos livros medievais: fronteiras e locais de encontro


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Cinco livros para você adicionar à sua lista de leitura medieval. E talvez até para ser lido.

Um Gabinete de Curiosidades Bizantinas: Contos Estranhos e Fatos Surpreendentes do Império Mais Ortodoxo da História

Por Anthony Kaldellis

imprensa da Universidade de Oxford
ISBN: 9780190625948

Trecho: além de entretenimento, Um Gabinete de Curiosidades Bizantinas pode fornecer, a qualquer um que dê palestras sobre Bizâncio, um reservatório útil de contos e anedotas que ilustram divertidamente uma variedade de contextos e situações. Muitos também são ótimos para conversas em jantares - embora você deva julgar a tolerância da empresa à vulgaridade com antecedência. Alguns são tão obscuros, ou selecionados de textos tão diversos, que, com eles em mãos, você pode fingir conhecer a cultura muito mais intimamente e amplamente do que realmente conhece. Então saqueie! O livro tem até utilidade para quem não deseja lê-lo: por exemplo, pode ser resenhado.

Estase no Ocidente Medieval? Questionando Mudança e Continuidade

Editado por Michael D.J. Bintley, Martin Locker, Victoria Symons e Mary Wellesley

Palgrave
ISBN: 978-1-137-56199-2

Artigos neste volume incluem: Faróis de crença: mudança sazonal e árvores sagradas na Grã-Bretanha da pré-história à Idade Média posterior; Quanto mais as coisas mudam, mais elas permanecem as mesmas: continuidade decorativa na Inglaterra anglo-saxã; História da Arte na Idade Média: (Re) considerando o Espaço, a Estase e as Práticas de Visualização Modernas em Relação às Imagens Anglo-Saxônicas; Definido na pedra ou alimento para vermes: a estase da escrita nos enigmas do livro de Exeter; Costurado? Cynewulf, Authorial Attribution and Textual Stasis na Inglaterra Anglo-Saxônica; The House of Stilled Time: Stasis e Eternity in Anglo-Saxon Churches; Lá e atrás novamente: Criando a experiência de peregrinação no texto; “Mas isso não será o fim da calamidade”: Por que enfatizar a ruptura Viking ?; Configurando Stasis: O Apelo à Tradição no Reinado Inglês de Cnut, o Grande; Sleeping Dogs and Stasis em The Franklin’s Tale; Estática "Menyng" e transitória "Melodye" em Seying of the Nightingale de Lydgate; e Vestido, moda e antimoda na imaginação medieval.

Onde três mundos se encontraram: a Sicília no início da Idade Média mediterrânea

Por Sarah Davis-Secord

Cornell University Press
ISBN: 978-1-5017-0464-2

Trecho: Do ​​século VI ao XII, então, a Sicília funcionou de várias maneiras diferentes na fronteira de cada uma das três principais civilizações que se sobrepunham na ilha ou perto dela; a definição da Sicília como uma região fronteiriça diferia, portanto, para cada um de seus parceiros de comunicação e de orelha a orelha. No entanto, ao olhar para esses três períodos de governo, abrangendo cerca de sete séculos, podemos identificar uma série de temas comuns relacionados à natureza da ilha como uma fronteira medieval.

Fronteiras para a paz no norte medieval: a fronteira norueguesa-escocesa, c.1260-1470

Por Ian Peter Grohse

Brill
ISBN: 9789004342538

Trecho: Em 2 de julho de 1266, representantes diplomáticos do rei Magnus VI da Noruega e do rei Alexandre III da Escócia se reuniram em Perth para assinar um tratado que visa trazer ordem política à instável fronteira nórdica-escocesa. Três anos antes, Alexandre III havia patrocinado uma invasão das Hébridas Interiores, territórios há muito reivindicados pela coroa norueguesa, o que levou o predecessor de Magnus VI, o rei Hakon IV, a lançar uma frota colossal para lutar contra os invasores escoceses e restabelecer a preeminência da Noruega sobre as ilhas ao redor do Mar da Irlanda.

Waltharius

Editado e traduzido por Abram Ring

Dallas Medieval Texts and Translations, No.22
ISBN: 978-90-429-3354-5

O Waltharius, um poema épico medieval latino com mais de 1400 versos, reconta a história de uma vigorosa saga germânica na linguagem e no estilo da poesia latina clássica e cristã. Walter, seu herói, é um guerreiro pagão pronto para zombar de seus inimigos e decapitá-los sem piedade, mas também um cristão devoto que se abstém de sexo antes do casamento e pára para orar e pedir a misericórdia de Deus no meio de uma batalha. O poema varia notavelmente em tom, fornecendo comentários morais fervorosos e comédia negra amarga. A crescente bolsa de estudos sobre o poema fora da Alemanha, onde sempre foi popular, sem dúvida resulta de seu fascínio estranho e natureza eclética. Ele tem algo para todos. Esta nova edição usa uma nova revisão de manuscritos (especialmente os fragmentos recentemente descobertos na Universidade de Illinois em Urbana-Champaign) a fim de fornecer um texto e um aparato que ajudará o leitor a compreender a história confusa do manuscrito do poema.


Assista o vídeo: FRONTEIRAS DO UNIVERSO. SÉRIE DA BBC E HBO! E OS LIVROS (Pode 2022).